Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 5 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Vice de Auricchio, Seraphim vota confiante em vitória na urna e na Justiça

Anderson Fattori/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Prefeito de São Caetano não pôde comparecer ao local de votação porque está infectado pelo coronavírus


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

15/11/2020 | 11:08


Vice na chapa de José Auricchio Júnior (PSDB), que tenta conseguir o quarto mandado na Prefeitura de São Caetano, Carlos Humberto Seraphim (PL) votou na manhã deste domingo, na EE Maria da Conceição Moura Branco, no bairro Olímpico. Ele chegou acompanhado da mulher, Eunice Seraphim, de assessores e realizou o voto tranquilamente.

Infectado pela novo coronavírus, Auriccchio, assim como seu filho, o deputado estadual Thiago Auricchio (PL) e a primeira-dama Denise Auricchio, estão infectados pelo novo coronavírus e por isso não vão comparecer aos locais de votação.

"Auricchio não vai poder votar em razão da Covid, questão de responsabilidade, mas estou aqui como um assistente representando ele. Trabalhamos sempre em conjunto, não serei um vice figurativo", comentou Seraphim sobre ter assumido o papel de protagonista já nas eleições. "Conversei com o Auriccchio, ele está bem de saúde e estamos confiante na vitória na urna e na Justiça, já que o problema que estamos enfrentando é um erro contábil e que não representou desvio de dinheiro público ou algo assim. Nossa campanha foi muito bem aceita, não tivemos nenhum tipo de rejeição" , finalizou o ex-vereador.

Apesar de liderar com folga as pesquisas, Auriccchio foi condenado por captação irregular de doação eleitoral na eleição de 2016. Mas conseguiu, já com o pleito em andamento, recurso especial no TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo) para suspender os efeitos da condenação anterior – de perda dos direitos políticos. Esse recurso, porém, foi confirmado pela corte depois que o juízo eleitoral de São Caetano havia divulgado sua decisão.

Com a mudança de dispositivos da Lei Eleitoral, se Auricchio vencer no voto – confirmando, assim, a expectativa das pesquisas –, ele precisará reverter o indeferimento até o fim do ano. Caso contrário, há possibilidade real de nova eleição. Outra alteração na legislação determina que a foto de Auricchio esteja na urna e os votos apareçam na contabilidade oficial, mesmo com destaque de ‘sub júdice’.

Em instantes, Fabio Palacio (PSD), principal concorrente na briga ao Paço, vota na EMEF Luiz Olinto Tortorello, no bairro Cerâmica. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Vice de Auricchio, Seraphim vota confiante em vitória na urna e na Justiça

Prefeito de São Caetano não pôde comparecer ao local de votação porque está infectado pelo coronavírus

Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

15/11/2020 | 11:08


Vice na chapa de José Auricchio Júnior (PSDB), que tenta conseguir o quarto mandado na Prefeitura de São Caetano, Carlos Humberto Seraphim (PL) votou na manhã deste domingo, na EE Maria da Conceição Moura Branco, no bairro Olímpico. Ele chegou acompanhado da mulher, Eunice Seraphim, de assessores e realizou o voto tranquilamente.

Infectado pela novo coronavírus, Auriccchio, assim como seu filho, o deputado estadual Thiago Auricchio (PL) e a primeira-dama Denise Auricchio, estão infectados pelo novo coronavírus e por isso não vão comparecer aos locais de votação.

"Auricchio não vai poder votar em razão da Covid, questão de responsabilidade, mas estou aqui como um assistente representando ele. Trabalhamos sempre em conjunto, não serei um vice figurativo", comentou Seraphim sobre ter assumido o papel de protagonista já nas eleições. "Conversei com o Auriccchio, ele está bem de saúde e estamos confiante na vitória na urna e na Justiça, já que o problema que estamos enfrentando é um erro contábil e que não representou desvio de dinheiro público ou algo assim. Nossa campanha foi muito bem aceita, não tivemos nenhum tipo de rejeição" , finalizou o ex-vereador.

Apesar de liderar com folga as pesquisas, Auriccchio foi condenado por captação irregular de doação eleitoral na eleição de 2016. Mas conseguiu, já com o pleito em andamento, recurso especial no TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo) para suspender os efeitos da condenação anterior – de perda dos direitos políticos. Esse recurso, porém, foi confirmado pela corte depois que o juízo eleitoral de São Caetano havia divulgado sua decisão.

Com a mudança de dispositivos da Lei Eleitoral, se Auricchio vencer no voto – confirmando, assim, a expectativa das pesquisas –, ele precisará reverter o indeferimento até o fim do ano. Caso contrário, há possibilidade real de nova eleição. Outra alteração na legislação determina que a foto de Auricchio esteja na urna e os votos apareçam na contabilidade oficial, mesmo com destaque de ‘sub júdice’.

Em instantes, Fabio Palacio (PSD), principal concorrente na briga ao Paço, vota na EMEF Luiz Olinto Tortorello, no bairro Cerâmica. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;