Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 30 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Benedito Calixto vem a Santo André e faz esse quadro: era 1893...

"Como um sonho, aquelas ondulações verdejantes transformaram-se em presépio, com as suas milhares de casinhas coroadas com o vermelho...


Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

15/01/2010 | 00:00


"Como um sonho, aquelas ondulações verdejantes transformaram-se em presépio, com as suas milhares de casinhas coroadas com o vermelho dos seus telhados."

Borda do Campo, jornal, 8-7-1951, na descrição desta paisagem da Santo André de 1893.

* * *

Benedito Calixto (1853-1927) foi um grande pintor brasileiro, natural de Itanhaém e com residência em Santos. Da sua obra, conhece-se um único quadro que focaliza o Grande ABC. É um óleo sobre tela aqui reproduzido por Agostinho Fratini, da editoria de artes do Diário.

Quem descobriu o quadro, na casa em que morou o senador José Cesário da Silva Bastos, foi Nelson Cardoso Franco. Duas filhas do senador, Laura e Carlotinha, permitiram a reprodução do quadro.

Algumas conclusões: senador Bastos era de Santos e pode ser daí que conheceu Benedito Calixto, convidando-o a visitar sua chácara em Santo André, a Chácara Bastos, hoje Vila Bastos, cujas ruas Laura e Dona Carlota homenageiam as filhas do senador.

Seguem-se as informações de Nelson Cardoso Franco, sobre o quadro de Calixto, publicadas no semanário andreense há quase 60 anos:

CAMINHOS

Em primeiro plano, a ligação da estação de Santo André à Vila de São Bernardo, hoje Avenida Portugal; no horizonte, a Estrada do Oratório e o espaço hoje do Parque das Nações.

ESCOLA

A casa principal da gravura serviu como a única escola pública de Santo André até 1890. Era professor José Augusto Leite Franco, tio de Nelson Cardoso Franco.

CHÁCARA

A casa da escola foi vendida a Adolfo Augusto Bastos, que criou a Chácara Bastos, também chamada de Vila Maroca. Na casinha próxima residia o casal Polez (ou Poles, ou Polesi), sucedido como zelador da chácara pelo Sr. Cassini.

A chácara foi revendida a José Luiz Fabris e depois ao sr. Suplicy, antepassado do atual senador Eduardo Suplicy. Desapropriada, a chácara é hoje ocupada pela Praça 4º Centenário, onde está o paço.

PAULO NOVAES

A paisagem mostra uma outra chácara e casa. Ali residiu o advogado Paulo Novaes, que foi vereador em São Bernardo e deputado.

DR. FLAQUER

Neste cenário residiu também José Luiz Flaquer, o senador Flaquer. Situada numa baixada, com arvoredos à frente, a propriedade do Dr. Flaquer é vista apenas parcialmente. Os antigos a chamavam de Casa Cor de Rosa e estaria hoje na descida da Rua Bernardino de Campos, na continuidade da Avenida Portugal em direção ao Centro.

A chácara foi vendida a Cristiano Viana, sócio-fundador da Kowarick, que a revendeu a um ouro sócio, Leon Bergman. Seu último proprietário foi o Sr. Trap. Coube a ele abrir a Rua Elisa Flaquer e vender diversos lotes na Avenida Portugal.

PRIMEIRO DE MAIO

Charles Murray, comissário de café, comprou a área restante da chácara e a casa antiga, chamada Mimosa. Ele mandou fazer uma reforma substancial na propriedade, hoje sede do Primeiro de Maio FC.

Turma do Rudge Ramos

Aniversaria hoje Nelson Soares de Carvalho, o Zagalo, que nasceu em Santa Adélia (SP) em 15 de janeiro de 1946 e está em Rudge Ramos desde 1961. Naquele tempo, a família resolveu vir para um centro mais desenvolvido em busca de um campo maior no trabalho e estudos. Vieram: o casal Ezequiel Soares de Carvalho e Isaura Custódio de Carvalho com os oito filhos.

"Rudge Ramos era diferente. Todos se conheciam. Havia uma pequena praça com a antiga capelinha e o cinema", relembra Zagalo.

Ele formou-se em comércio no antigo Colégio Cacique Tibiriçá. Hoje possui uma empresa de equipamentos de motores elétricos a tração. É casado com Cecília Yoshikawa e tem três filhos, Emerson, Eric e Patrícia.

DIÁRIO HÁ 30 ANOS

Terça-feira, 15 de janeiro de 1980

Especial - Agora, vereador recebe até auxílio-transporte aéreo. Reportagem de Vânia Zamboni, que faz sua estreia no Diário.

EM 15 DE JANEIRO DE...

1970 - Sindicato dos Metalúrgicos de Santo André assina com a firma C. Kimbo contrato de construção da colônia de férias em Praia Grande.

HOJE

Dia dos Adultos e Dia Internacional do Compositor.

Trabalhadores

Nasceram em 15 de janeiro:

1 - João Alves de Souza. 1919. Natural de Propriá (SE). Servente da Rhodia Química. Residência: Rua Suíça, Parque das Nações.

2 - José Furtado. 1919. Natural de Santos (SP). Industriário da Rhodia. Residência: Avenida da Saudade, 196.

3 - Rubens Segala. 1930. Natural de Santo André. Industriário da Rhodia.

Fonte: I livro de registro de associados do Sindicato dos Químicos do ABC.

SANTOS DO DIA

Francisco Fernandes de Capillas, Isidoro de Alexandria, João Calibita, Mauro (ou Amaro) de Gália, Miquéias e Macário, Padroeiro dos Caldeireiros.

Na estampa do calendário de 1958, São Paulo, eremita.

Crédito da estampa: Vangelista Bazani (Gili) e João de Deus Martinez.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;