Fechar
Publicidade

Domingo, 28 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Apoiadores de Kiko são suspeitos de impedir divulgação de jornal na cidade

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

14/11/2020 | 06:49


Funcionários que distribuíam exemplares do jornal Diário de Ribeirão Pires acusam apoiadores do prefeito de Ribeirão e candidato à reeleição, Adler Kiko Teixeira (PSDB), de agressão e ameaça.

Conforme o boletim de ocorrência registrado na Delegacia de Ribeirão Pires, Lucas Eduardo Ribeiro Santos, 18 anos, e Patrick Allan Barreto Soares Barbosa, 23, relataram que distribuíam o periódico quando foram abordados por cabos eleitorais do tucano. Inicialmente, os aliados do prefeito desqualificaram o jornal, que estampava em sua manchete o fato de Kiko ir às urnas amanhã sub júdice – teve a candidatura indeferida e tenta reverter.

Santos e Barbosa contaram que correram para o veículo deles, porém, foram encurralados. Afirmaram que foram agredidos com chutes, tapas e empurrões. Depois, viram os apoiadores abrirem o carro e retirarem cerca de 1.000 exemplares do jornal.

O delegado André Diogo Rodrigues determinou que as vítimas passassem por exame de corpo de delito no IML (Instituto Médico-Legal). A princípio, nenhum dos suspeitos de agressão foi identificado.

“Pode haver pessoa que não concorda com o que publicamos, mas isso não dá o direito de ninguém agredir nossa equipe e muito menos roubar nosso meio de trabalho. Faz parte da democracia não concordar, mas ninguém pode partir para a agressão desse jeito. É um absurdo, em pleno 2020, uma coisa dessa acontecer”, disse Rafael Ventura, diretor de jornalismo do Diário de Ribeirão Pires.

A campanha de Kiko informou não ter conhecimento “desse suposto ocorrido” e assegurou que não há “nenhuma orientação nesse sentido”. “Condena qualquer ação antidemocrática”, adicionou. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Apoiadores de Kiko são suspeitos de impedir divulgação de jornal na cidade

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

14/11/2020 | 06:49


Funcionários que distribuíam exemplares do jornal Diário de Ribeirão Pires acusam apoiadores do prefeito de Ribeirão e candidato à reeleição, Adler Kiko Teixeira (PSDB), de agressão e ameaça.

Conforme o boletim de ocorrência registrado na Delegacia de Ribeirão Pires, Lucas Eduardo Ribeiro Santos, 18 anos, e Patrick Allan Barreto Soares Barbosa, 23, relataram que distribuíam o periódico quando foram abordados por cabos eleitorais do tucano. Inicialmente, os aliados do prefeito desqualificaram o jornal, que estampava em sua manchete o fato de Kiko ir às urnas amanhã sub júdice – teve a candidatura indeferida e tenta reverter.

Santos e Barbosa contaram que correram para o veículo deles, porém, foram encurralados. Afirmaram que foram agredidos com chutes, tapas e empurrões. Depois, viram os apoiadores abrirem o carro e retirarem cerca de 1.000 exemplares do jornal.

O delegado André Diogo Rodrigues determinou que as vítimas passassem por exame de corpo de delito no IML (Instituto Médico-Legal). A princípio, nenhum dos suspeitos de agressão foi identificado.

“Pode haver pessoa que não concorda com o que publicamos, mas isso não dá o direito de ninguém agredir nossa equipe e muito menos roubar nosso meio de trabalho. Faz parte da democracia não concordar, mas ninguém pode partir para a agressão desse jeito. É um absurdo, em pleno 2020, uma coisa dessa acontecer”, disse Rafael Ventura, diretor de jornalismo do Diário de Ribeirão Pires.

A campanha de Kiko informou não ter conhecimento “desse suposto ocorrido” e assegurou que não há “nenhuma orientação nesse sentido”. “Condena qualquer ação antidemocrática”, adicionou. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;