Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 18 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Candidato a vereador acusa assessores de Julinho de agressão


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

14/11/2020 | 05:46


Candidato a vereador de São Bernardo, Rubens Pacheco (Republicanos) acusou assessores do vereador Julinho Fuzari (DEM), que tenta a reeleição, de agredi-lo ontem à tarde, dentro de sua casa, no bairro Jordanópolis. Pacheco e Julinho integram a coligação que defende a reeleição do prefeito Orlando Morando (PSDB).

Segundo familiares de Pacheco, o caso aconteceu à tarde, depois de atividade de campanha. Ao chegarem em casa, encontraram quatro pessoas, sendo que ao menos duas seriam assessores de Julinho. Houve bate-boca até que um deles desferiu um soco no rosto de Pacheco. Na sequência, esses homens deixam o local. Os familiares do candidato gravaram os suspeitos.

Pacheco fez uma transmissão ao vivo em suas redes sociais e citou o nome de “Richard” como um dos agressores. Richard Silva, que hoje trabalha como funcionário comissionado na Prefeitura (assessor de gabinete do prefeito), é considerado um dos mais fiéis assessores de Julinho. Ele aparece com o nariz sangrando. Familiares do político relataram ao Diário que ele foi ao hospital, uma vez que foi constatada fratura do nariz, e depois se dirigiu ao 2º DP (Rudge Ramos), para registro de BO (Boletim de Ocorrência). Ele acusou formalmente Ricard Silva de agressão e não soube identificar os demais suspeitos.

É a terceira vez que Pacheco concorre ao cargo de vereador em São Bernardo. Ele foi assessor de Morando durante o mandato do tucano na Assembleia Legislativa. Com a vitória de Morando em 2016, foi trabalhar em função comissionada na Prefeitura. Se desincompatibilizou no começo do ano para concorrer mais uma vez na eleição.

Nas redes sociais, Pacheco se apresenta como defensor da causa animal e critica até mesmo candidatos a vereador de sua coligação. Recentemente, divulgou vídeo questionando a atuação do vereador Pery Cartola (PSDB), que, assim como ele, tem na causa animal uma bandeira política. Segundo apurou o Diário, as críticas de Pacheco também foram dirigidas a Julinho durante a atividade política de ontem, o que teria motivado os assessores do democrata a agirem contra o candidato.

Julinho não retornou aos contatos da equipe do Diário até o fechamento desta edição. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;