Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 25 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Problemas em sistemas federais impedem SP de atualizar dados da Covid

André Henriques/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Governo estadual chegou a ficar cinco dias seguidos sem acesso à plataforma; Ministério da Saúde estima normalização na segunda


Flavia Kurotori
Do Diário do Grande ABC

13/11/2020 | 22:26


O governo do Estado de São Paulo não atualizou o número de mortes causadas pelo novo coronavírus nesta sexta-feira (13). Isso porque a administração não conseguiu extrair os dados do Sivep, sistema do Ministério da Saúde para notificação de casos graves e óbitos de Covid-19, que apresenta problemas, assim como o e-SUS, desde o dia 5.

Com isso, a Secretaria da Saúde estadual conseguiu levantar dados de apenas dois dos últimos sete dias, interferindo na divulgação do balanço da semana passada e desta semana. Além de São Paulo, o Paraná também não conseguiu atualizar os dados ontem. O problema acontece nos dias que antecedem as eleições municipais.

O governo do Estado explicou que os boletins diários consolidam dados dos dois sistemas, que são utilizados pelos serviços de saúde. Após extração automatizada, as equipes técnicas atuam na qualificação das informações, retirando duplicidades, quando um mesmo caso foi cadastrado no e-SUS e no Sivep, por exemplo.

O Ministério da Saúde reconheceu que há indícios de ataque cibernético no sistema. “Após o início das investigações sobre o vírus que afetou nossa rede de tecnologia, na semana passada, há indício de que a pasta também foi alvo de tentativa de ataques cibernéticos (o STJ e o governo do Distrito Federal foram alvos na semana passada), embora não haja laudo conclusivo”, afirmou Elcio Franco, secretário-executivo da pasta.

A expectativa é que o sistema seja normalizado na segunda-feira. “Desde o início da ocorrência todas as medidas necessárias para preservar a integridade de sistemas, servidores e dados do Ministério da Saúde foram tomadas. Não houve comprometimento, sequestro ou vazamento de informações”, garantiu Franco.

NÚMEROS

São Paulo permanece com 40.202 falecimentos e confirmou mais 6.130 casos hoje, totalizando 1.162.782 infectados desde o início da pandemia. Do total, 1.052.641 pessoas foram recuperadas, sendo que 126.586 foram internadas e tiveram alta hospitalar.

No Grande ABC, são 76.218 diagnósticos, sendo que 322 foram incluídos em 24 horas, e 2.866 óbitos, dos quais cinco foram contabilizados hoje. São 66.212 indivíduos recuperados, enquanto 80.663 pacientes estão com quadro de saúde sob investigação.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de terapia Intensiva) é de 39,8% em Santo André, 43% em São Bernardo e 40% em São Caetano. Em Diadema, a ocupação geral dos leitos exclusivos para Covid é de 56% e em Ribeirão Pires, é de 51%. A Prefeitura de Mauá não informa a ocupação dos hospitais no boletim diário, que, inclusive, não foi atualizado ontem.

No País, o acumulado é de 5.810.652 pacientes, 164.737 mortes e 5.267.567 pessoas recuperadas.

(com agências)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Problemas em sistemas federais impedem SP de atualizar dados da Covid

Governo estadual chegou a ficar cinco dias seguidos sem acesso à plataforma; Ministério da Saúde estima normalização na segunda

Flavia Kurotori
Do Diário do Grande ABC

13/11/2020 | 22:26


O governo do Estado de São Paulo não atualizou o número de mortes causadas pelo novo coronavírus nesta sexta-feira (13). Isso porque a administração não conseguiu extrair os dados do Sivep, sistema do Ministério da Saúde para notificação de casos graves e óbitos de Covid-19, que apresenta problemas, assim como o e-SUS, desde o dia 5.

Com isso, a Secretaria da Saúde estadual conseguiu levantar dados de apenas dois dos últimos sete dias, interferindo na divulgação do balanço da semana passada e desta semana. Além de São Paulo, o Paraná também não conseguiu atualizar os dados ontem. O problema acontece nos dias que antecedem as eleições municipais.

O governo do Estado explicou que os boletins diários consolidam dados dos dois sistemas, que são utilizados pelos serviços de saúde. Após extração automatizada, as equipes técnicas atuam na qualificação das informações, retirando duplicidades, quando um mesmo caso foi cadastrado no e-SUS e no Sivep, por exemplo.

O Ministério da Saúde reconheceu que há indícios de ataque cibernético no sistema. “Após o início das investigações sobre o vírus que afetou nossa rede de tecnologia, na semana passada, há indício de que a pasta também foi alvo de tentativa de ataques cibernéticos (o STJ e o governo do Distrito Federal foram alvos na semana passada), embora não haja laudo conclusivo”, afirmou Elcio Franco, secretário-executivo da pasta.

A expectativa é que o sistema seja normalizado na segunda-feira. “Desde o início da ocorrência todas as medidas necessárias para preservar a integridade de sistemas, servidores e dados do Ministério da Saúde foram tomadas. Não houve comprometimento, sequestro ou vazamento de informações”, garantiu Franco.

NÚMEROS

São Paulo permanece com 40.202 falecimentos e confirmou mais 6.130 casos hoje, totalizando 1.162.782 infectados desde o início da pandemia. Do total, 1.052.641 pessoas foram recuperadas, sendo que 126.586 foram internadas e tiveram alta hospitalar.

No Grande ABC, são 76.218 diagnósticos, sendo que 322 foram incluídos em 24 horas, e 2.866 óbitos, dos quais cinco foram contabilizados hoje. São 66.212 indivíduos recuperados, enquanto 80.663 pacientes estão com quadro de saúde sob investigação.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de terapia Intensiva) é de 39,8% em Santo André, 43% em São Bernardo e 40% em São Caetano. Em Diadema, a ocupação geral dos leitos exclusivos para Covid é de 56% e em Ribeirão Pires, é de 51%. A Prefeitura de Mauá não informa a ocupação dos hospitais no boletim diário, que, inclusive, não foi atualizado ontem.

No País, o acumulado é de 5.810.652 pacientes, 164.737 mortes e 5.267.567 pessoas recuperadas.

(com agências)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;