Fechar
Publicidade

Domingo, 28 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Pela 33ª vez na carreira, Thiago Silva será o capitão da seleção contra Venezuela

Reprodução Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


13/11/2020 | 10:01


O zagueiro Thiago Silva foi o escolhido pelo técnico Tite para ser o capitão da seleção brasileira na partida contra a Venezuela, nesta sexta-feira, às 21h30, no estádio do Morumbi, em São Paulo, pela terceira rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. Com 91 jogos pela equipe nacional, ele vai usar a braçadeira pela 33.ª vez.

"Primeiramente, motivo de grande orgulho carregar a braçadeira de capitão da seleção brasileira. É claro que a gente sente muita felicidade por esse momento, mas acredito que o mais importante de tudo é a satisfação de estar aqui. Independentemente de estar com a braçadeira ou não, é uma alegria enorme de representar o meu país", afirmou Thiago Silva em declarações publicadas pela CBF.

O zagueiro do Chelsea foi escolhido por Tite para usar a faixa pela segunda vez nessas Eliminatórias. Ele já havia recebido a braçadeira na partida contra o Peru, válida pela segunda rodada, em Lima. Antes disso, na estreia contra a Bolívia, o nomeado tinha sido o volante Casemiro, do Real Madrid.

Thiago Silva foi o escolhido pela comissão técnica como opção natural após as ausências de Neymar, cortado por lesão na coxa, e Casemiro, que nem chegou a viajar para se encontrar com a seleção após ser diagnosticado com a covid-19.

Tite já alternou entre dar a faixa de maneira fixa e fazer rodízio. Nestas Eliminatórias, o treinador optou por mudar o escolhido de acordo com cada partida. Entre os convocados no grupo atual, ainda enxerga o zagueiro Marquinhos, do Paris Saint-Germain, e o goleiro Alisson, do Liverpool, como outros líderes.

Nesta sexta-feira, o time vai a campo com Ederson; Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Renan Lodi; Allan, Douglas Luiz e Everton Ribeiro; Gabriel Jesus, Roberto Firmino e Richarlison.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Pela 33ª vez na carreira, Thiago Silva será o capitão da seleção contra Venezuela


13/11/2020 | 10:01


O zagueiro Thiago Silva foi o escolhido pelo técnico Tite para ser o capitão da seleção brasileira na partida contra a Venezuela, nesta sexta-feira, às 21h30, no estádio do Morumbi, em São Paulo, pela terceira rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. Com 91 jogos pela equipe nacional, ele vai usar a braçadeira pela 33.ª vez.

"Primeiramente, motivo de grande orgulho carregar a braçadeira de capitão da seleção brasileira. É claro que a gente sente muita felicidade por esse momento, mas acredito que o mais importante de tudo é a satisfação de estar aqui. Independentemente de estar com a braçadeira ou não, é uma alegria enorme de representar o meu país", afirmou Thiago Silva em declarações publicadas pela CBF.

O zagueiro do Chelsea foi escolhido por Tite para usar a faixa pela segunda vez nessas Eliminatórias. Ele já havia recebido a braçadeira na partida contra o Peru, válida pela segunda rodada, em Lima. Antes disso, na estreia contra a Bolívia, o nomeado tinha sido o volante Casemiro, do Real Madrid.

Thiago Silva foi o escolhido pela comissão técnica como opção natural após as ausências de Neymar, cortado por lesão na coxa, e Casemiro, que nem chegou a viajar para se encontrar com a seleção após ser diagnosticado com a covid-19.

Tite já alternou entre dar a faixa de maneira fixa e fazer rodízio. Nestas Eliminatórias, o treinador optou por mudar o escolhido de acordo com cada partida. Entre os convocados no grupo atual, ainda enxerga o zagueiro Marquinhos, do Paris Saint-Germain, e o goleiro Alisson, do Liverpool, como outros líderes.

Nesta sexta-feira, o time vai a campo com Ederson; Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Renan Lodi; Allan, Douglas Luiz e Everton Ribeiro; Gabriel Jesus, Roberto Firmino e Richarlison.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;