Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 26 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Média diária de óbitos por Covid-19 é de 365 no Brasil

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


12/11/2020 | 20:32


O Brasil contabilizou nesta quinta-feira, 12, uma média móvel de 365 óbitos por dia devido à covid-19, número que compila dados dos últimos sete dias. Em 24 horas, foram registrados mais 34.640 casos e 926 mortes, segundo levantamento feito por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL junto às secretarias estaduais de Saúde.

Desde o fim da semana passada, alguns Estados deixaram de reportar os números atualizados relativos à pandemia diariamente. O motivo, segundo o Ministério da Saúde, eram instabilidades no sistema. Pelo acúmulo de dados represados, o número de casos registrou um salto em algumas unidades federativas.

O número total de casos chegou a 5.783.647 e de mortes, 164.332. De acordo com dados do Ministério da Saúde, 5.064.344 brasileiros se recuperaram da doença e outros 364.575 seguem em acompanhamento.

Na quarta-feira, 11, o Estadão informou que hospitais de elite na capital paulista voltaram a registrar alta em atendimentos e internações pela doença no último mês. A secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado, Patrícia Ellen, afirmou que a taxa de internação, hoje, estaria em 28,8 para cada 100 mil habitantes. Já a ocupação de UTIs é de 41,2% no Estado e de 45% na Grande São Paulo.

O Brasil é o segundo país com mais mortos, atrás apenas dos Estados Unidos, que registrou 242.557 mortes. No total de infectados, de acordo com a Universidade Johns Hopkins (EUA), o País fica em terceiro, após EUA e Índia.

Parceria

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria o veículos de imprensa e feito a partir dos dados disponibilizados pelas secretarias estaduais de Saúde. Os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 Estados e no Distrito Federal.

De forma inédita, a iniciativa foi uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia e se manteve mesmo após a manutenção dos registros governamentais.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Média diária de óbitos por Covid-19 é de 365 no Brasil


12/11/2020 | 20:32


O Brasil contabilizou nesta quinta-feira, 12, uma média móvel de 365 óbitos por dia devido à covid-19, número que compila dados dos últimos sete dias. Em 24 horas, foram registrados mais 34.640 casos e 926 mortes, segundo levantamento feito por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL junto às secretarias estaduais de Saúde.

Desde o fim da semana passada, alguns Estados deixaram de reportar os números atualizados relativos à pandemia diariamente. O motivo, segundo o Ministério da Saúde, eram instabilidades no sistema. Pelo acúmulo de dados represados, o número de casos registrou um salto em algumas unidades federativas.

O número total de casos chegou a 5.783.647 e de mortes, 164.332. De acordo com dados do Ministério da Saúde, 5.064.344 brasileiros se recuperaram da doença e outros 364.575 seguem em acompanhamento.

Na quarta-feira, 11, o Estadão informou que hospitais de elite na capital paulista voltaram a registrar alta em atendimentos e internações pela doença no último mês. A secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado, Patrícia Ellen, afirmou que a taxa de internação, hoje, estaria em 28,8 para cada 100 mil habitantes. Já a ocupação de UTIs é de 41,2% no Estado e de 45% na Grande São Paulo.

O Brasil é o segundo país com mais mortos, atrás apenas dos Estados Unidos, que registrou 242.557 mortes. No total de infectados, de acordo com a Universidade Johns Hopkins (EUA), o País fica em terceiro, após EUA e Índia.

Parceria

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria o veículos de imprensa e feito a partir dos dados disponibilizados pelas secretarias estaduais de Saúde. Os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 Estados e no Distrito Federal.

De forma inédita, a iniciativa foi uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia e se manteve mesmo após a manutenção dos registros governamentais.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;