Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 1 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Alcolumbre diz que vai acionar PF e MP para investigar apagão no Amapá

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


12/11/2020 | 12:53


O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), informou por meio de nota que vai acionar a Polícia Federal e o Ministério Público Federal para investigar as causas do apagão no Amapá. A maior parte do Estado ficou sem energia elétrica e o serviço ainda não foi restabelecido integralmente.

O apagão ocorreu após um incêndio na subestação Macapá que levou ao desligamento automático da linha de transmissão Laranjal/Macapá e das usinas hidrelétricas de Coaracy Nunes e Ferreira Gomes, o que deixou 14 dos 16 municípios do Amapá sem energia.

Em nota enviada pela assessoria de imprensa, Alcolumbre citou um laudo preliminar da Polícia Civil apontando que o incêndio não foi causado por um raio, como foi noticiado inicialmente. "O pedido do presidente do Senado visa esclarecer o que aconteceu e estabelecer a verdade dos fatos", diz a nota.

Na quarta, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, afirmou que o adiamento da eleição municipal em Macapá foi decidido após autoridades eleitorais e de segurança pública afirmarem não haver "condições de segurança e tranquilidade" para realização do pleito na capital do Amapá.

Em entrevista ao Jornal Eldorado, da Rádio Eldorado, o ministro disse ter sido informado que até mesmo a ação de facções criminosas estava fora de controle durante a crise energética e social vivida pelo Estado.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Alcolumbre diz que vai acionar PF e MP para investigar apagão no Amapá


12/11/2020 | 12:53


O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), informou por meio de nota que vai acionar a Polícia Federal e o Ministério Público Federal para investigar as causas do apagão no Amapá. A maior parte do Estado ficou sem energia elétrica e o serviço ainda não foi restabelecido integralmente.

O apagão ocorreu após um incêndio na subestação Macapá que levou ao desligamento automático da linha de transmissão Laranjal/Macapá e das usinas hidrelétricas de Coaracy Nunes e Ferreira Gomes, o que deixou 14 dos 16 municípios do Amapá sem energia.

Em nota enviada pela assessoria de imprensa, Alcolumbre citou um laudo preliminar da Polícia Civil apontando que o incêndio não foi causado por um raio, como foi noticiado inicialmente. "O pedido do presidente do Senado visa esclarecer o que aconteceu e estabelecer a verdade dos fatos", diz a nota.

Na quarta, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, afirmou que o adiamento da eleição municipal em Macapá foi decidido após autoridades eleitorais e de segurança pública afirmarem não haver "condições de segurança e tranquilidade" para realização do pleito na capital do Amapá.

Em entrevista ao Jornal Eldorado, da Rádio Eldorado, o ministro disse ter sido informado que até mesmo a ação de facções criminosas estava fora de controle durante a crise energética e social vivida pelo Estado.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;