Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Grande ABC perde cinco das 28 zonas eleitorais

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Do pleito de 2016 para cá, TRE-SP remaneja eleitores de Sto.André e Mauá


Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

10/11/2020 | 00:01


O Grande ABC perdeu cinco das 28 zonas eleitorais em razão de remanejamento realizado pelo TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral) e que resultou na extinção de cartórios em Santo André e Mauá. A Justiça Eleitoral paulista garante, porém, que as mudanças não afetaram os locais de votação, embora eleitores relatam transferências desde o pleito de 2018.

Determinado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) em 2017, o remanejamento de zonas eleitorais visa a redução de custos e para adequar a quantidade de cartórios ao quantitativo de eleitores. Nas sete cidades, são 2.093.026 pessoas aptas a votar nas eleições de domingo. O processo consiste na extinção de alguns cartórios do Estado e transferência do eleitorado para outra zona existente. A estimativa da Justiça Eleitoral é de economizar R$ 13 milhões ao ano com as reduções em todo o País.

Na região, foram extintas as zonas 262ª, 308ª, 309ª e 321ª, todas em Santo André. Os eleitores inscritos nesses cartórios foram absorvidos, na sequência, pelas zonas 156ª, 264ª, 263ª, 306ª, instaladas no mesmo município. A última zona afetada na região foi a 364ª, em Mauá, e os inscritos foram distribuídos para a 217ª e a 339ª.

Com as extinções, o Grande ABC passou a ter 23 zonas eleitorais espalhadas pelas sete cidades. Na prática, são 22, mas como a 382ª abrange os eleitores de Ribeirão Pires e de Rio Grande da Serra, o Diário desmembra esse setor em dois.

O TRE-SP garantiu que o rezoneamento não afetou os locais de votação, mas informou que houve algumas mudanças em razão de “fechamento do local (de votação) por causa de obras e lugares que foram desativados”. O tribunal, porém, não detalhou os motivos de algumas seções terem sido inativadas. Por isso, os chefes de cartórios na região orientam ao eleitor a confirmar na internet seu local de votação. Basta acessar o site do TRE-SP (www.tre-sp.jus.br) e, na barra superior da tela, clicar sobre o tópico “Eleitor e eleições”. Em seguida, escolher o item “Título e local de votação”, que aparecerá na parte inferior, à esquerda. O site será direcionado a uma seção na qual o eleitor poderá consultar seu local de votação por meio do nome e de dados pessoais ou através do número do título de eleitor.

PREPARAÇÃO
Na semana passada, os cartórios eleitorais da região iniciaram a chamada preparação e lacração das urnas eletrônicas. O procedimento consiste na geração de mídia, a fim de registrar cada eleitor inscrito para cada seção e todos os candidatos. Depois disso, as urnas estarão preparadas para o dia da votação – o primeiro turno ocorrerá no domingo e o segundo, dia 29. “Qualquer tentativa de ligar a urna antes será fracassada, pois, quando ligada, a máquina mostrará uma tela com mensagem informando para aguardar o dia e hora do início da votação”, assegura o TRE-SP.

Nas eleições deste ano, a justificativa para o eleitor que não puder comparecer à votação será feita por meio do aplicativo e-Título. O sistema conta com o recurso Justifica Brasil, que detecta se o eleitor não está, de fato, na cidade onde deveria votar. O e-Título é gratuito e pode ser baixado nas lojas de aplicativos, tanto para celulares com sistema Android quanto para iOS.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Grande ABC perde cinco das 28 zonas eleitorais

Do pleito de 2016 para cá, TRE-SP remaneja eleitores de Sto.André e Mauá

Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

10/11/2020 | 00:01


O Grande ABC perdeu cinco das 28 zonas eleitorais em razão de remanejamento realizado pelo TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral) e que resultou na extinção de cartórios em Santo André e Mauá. A Justiça Eleitoral paulista garante, porém, que as mudanças não afetaram os locais de votação, embora eleitores relatam transferências desde o pleito de 2018.

Determinado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) em 2017, o remanejamento de zonas eleitorais visa a redução de custos e para adequar a quantidade de cartórios ao quantitativo de eleitores. Nas sete cidades, são 2.093.026 pessoas aptas a votar nas eleições de domingo. O processo consiste na extinção de alguns cartórios do Estado e transferência do eleitorado para outra zona existente. A estimativa da Justiça Eleitoral é de economizar R$ 13 milhões ao ano com as reduções em todo o País.

Na região, foram extintas as zonas 262ª, 308ª, 309ª e 321ª, todas em Santo André. Os eleitores inscritos nesses cartórios foram absorvidos, na sequência, pelas zonas 156ª, 264ª, 263ª, 306ª, instaladas no mesmo município. A última zona afetada na região foi a 364ª, em Mauá, e os inscritos foram distribuídos para a 217ª e a 339ª.

Com as extinções, o Grande ABC passou a ter 23 zonas eleitorais espalhadas pelas sete cidades. Na prática, são 22, mas como a 382ª abrange os eleitores de Ribeirão Pires e de Rio Grande da Serra, o Diário desmembra esse setor em dois.

O TRE-SP garantiu que o rezoneamento não afetou os locais de votação, mas informou que houve algumas mudanças em razão de “fechamento do local (de votação) por causa de obras e lugares que foram desativados”. O tribunal, porém, não detalhou os motivos de algumas seções terem sido inativadas. Por isso, os chefes de cartórios na região orientam ao eleitor a confirmar na internet seu local de votação. Basta acessar o site do TRE-SP (www.tre-sp.jus.br) e, na barra superior da tela, clicar sobre o tópico “Eleitor e eleições”. Em seguida, escolher o item “Título e local de votação”, que aparecerá na parte inferior, à esquerda. O site será direcionado a uma seção na qual o eleitor poderá consultar seu local de votação por meio do nome e de dados pessoais ou através do número do título de eleitor.

PREPARAÇÃO
Na semana passada, os cartórios eleitorais da região iniciaram a chamada preparação e lacração das urnas eletrônicas. O procedimento consiste na geração de mídia, a fim de registrar cada eleitor inscrito para cada seção e todos os candidatos. Depois disso, as urnas estarão preparadas para o dia da votação – o primeiro turno ocorrerá no domingo e o segundo, dia 29. “Qualquer tentativa de ligar a urna antes será fracassada, pois, quando ligada, a máquina mostrará uma tela com mensagem informando para aguardar o dia e hora do início da votação”, assegura o TRE-SP.

Nas eleições deste ano, a justificativa para o eleitor que não puder comparecer à votação será feita por meio do aplicativo e-Título. O sistema conta com o recurso Justifica Brasil, que detecta se o eleitor não está, de fato, na cidade onde deveria votar. O e-Título é gratuito e pode ser baixado nas lojas de aplicativos, tanto para celulares com sistema Android quanto para iOS.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;