Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 26 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Conselho da UE anuncia sugestões à OMS, incluindo avaliação em áreas de risco

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


06/11/2020 | 14:25


O Conselho da União Europeia anunciou nesta sexta-feira medidas para o fortalecimento da Organização Mundial da Saúde (OMS), dentro da qual o bloco espera assumir "liderança". Em comunicado, dentre as sugestões feitas para tal, está uma revisão nos alertas por parte da OMS - para incluir diferentes níveis de emergência, uma distinção entre restrições de viagens e de comércio, e a possibilidade de avaliação independente em zonas de risco epidemiológico, em parceria com o país atingido.

A avaliação é de que, durante crises, a OMS teve sua capacidade de atuação limitada, com dificuldades para apoiar os sistemas de saúde dos países.

O Conselho expressou seu compromisso em auxiliar a OMS a ter um papel de coordenação proativo e de liderança na saúde global.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Conselho da UE anuncia sugestões à OMS, incluindo avaliação em áreas de risco


06/11/2020 | 14:25


O Conselho da União Europeia anunciou nesta sexta-feira medidas para o fortalecimento da Organização Mundial da Saúde (OMS), dentro da qual o bloco espera assumir "liderança". Em comunicado, dentre as sugestões feitas para tal, está uma revisão nos alertas por parte da OMS - para incluir diferentes níveis de emergência, uma distinção entre restrições de viagens e de comércio, e a possibilidade de avaliação independente em zonas de risco epidemiológico, em parceria com o país atingido.

A avaliação é de que, durante crises, a OMS teve sua capacidade de atuação limitada, com dificuldades para apoiar os sistemas de saúde dos países.

O Conselho expressou seu compromisso em auxiliar a OMS a ter um papel de coordenação proativo e de liderança na saúde global.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;