Fechar
Publicidade

Domingo, 28 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Estado terá 400 novas escolas de Ensino Médio em tempo integral a partir de fevereiro

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Ao todo, 500 mil alunos serão atendidos em 1.064 escolas de São Paulo; iniciativa atende hoje 48% dos municípios e corresponde a 15% das unidades educacionais paulistas


Miriam Gimenes
Do Diário do Grande ABC

05/11/2020 | 12:44


O Estado de São Paulo terá mais 400 escolas com ensino médio em tempo integral a partir de fevereiro. A informação acaba de ser dada em coletiva de imprensa liderada pelo governador João Doria (PSDB), no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo. A iniciativa, que já chegou a 48% dos municípios do Estado, tem por objetivo chegar a todas as cidades nos próximos anos. "Serão 1.064 escolas, que atenderão cerca de 500 mil alunos no próximo ano. Este é o maior número de estudantes em ensino integral em todo o Brasil", analisou Doria.

O secretário de Educação, Rossieli Soares, disse que essa necessidade tem ganhado força nos últimos anos. Segundo ele, no ano passado, 53 escolas tinham ensino integral para alunos do ensino médio. Já este ano, o número foi de 247. "E para o próximo ano nós quase triplicamos o atendimento integral. Já atingimos 48% dos municípios e a ideia é atender a todo estado nos próximos anos", garantiu. E os resultados puderam ser vistos no Ideb (Indice de Desenvolvimento da Educação Básica). As escolas de tempo integral cresceram 32% no índice, mostrando melhora no rendimento escolar", analisou, acrescentando que vai trabalhar para o plano de expansão.

As escolas que terão tempo integral estão em áreas mais vulneráveis do Estado, como no Heliópolis e em Suzano, por exemplo. "A escolha é feita ou pelo aspecto da vulnerabilidade de aprendizagem ou social. Também nas escolas maiores e as que desejam e podem ter ensino integral. Tem escola que queremos muito, mas ainda não temos uma estrutura possível. Vamos trabalhar para sejam estruturadas", diz Rossieli.

Doria também anunciou que acaba de adquirir uma frota de 105 veículos blindados, que serão usados pelas polícia civil e militar do Estado. "São SUVs, previamente testados. Setenta deles já estarão em operação a partir de dezembro, para uso da polícia militar, e o restante em março", garantiu. O investimento foi de R$ 23 milhões.

Outro dado divulgado na coletiva diz respeito à economia. Segundo Doria, São Paulo bateu record na abertura de novas empresas em outubro. Foram 24.700 novas empresas, um aumento de 31% em relação ao mesmo período do ano passado.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Estado terá 400 novas escolas de Ensino Médio em tempo integral a partir de fevereiro

Ao todo, 500 mil alunos serão atendidos em 1.064 escolas de São Paulo; iniciativa atende hoje 48% dos municípios e corresponde a 15% das unidades educacionais paulistas

Miriam Gimenes
Do Diário do Grande ABC

05/11/2020 | 12:44


O Estado de São Paulo terá mais 400 escolas com ensino médio em tempo integral a partir de fevereiro. A informação acaba de ser dada em coletiva de imprensa liderada pelo governador João Doria (PSDB), no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo. A iniciativa, que já chegou a 48% dos municípios do Estado, tem por objetivo chegar a todas as cidades nos próximos anos. "Serão 1.064 escolas, que atenderão cerca de 500 mil alunos no próximo ano. Este é o maior número de estudantes em ensino integral em todo o Brasil", analisou Doria.

O secretário de Educação, Rossieli Soares, disse que essa necessidade tem ganhado força nos últimos anos. Segundo ele, no ano passado, 53 escolas tinham ensino integral para alunos do ensino médio. Já este ano, o número foi de 247. "E para o próximo ano nós quase triplicamos o atendimento integral. Já atingimos 48% dos municípios e a ideia é atender a todo estado nos próximos anos", garantiu. E os resultados puderam ser vistos no Ideb (Indice de Desenvolvimento da Educação Básica). As escolas de tempo integral cresceram 32% no índice, mostrando melhora no rendimento escolar", analisou, acrescentando que vai trabalhar para o plano de expansão.

As escolas que terão tempo integral estão em áreas mais vulneráveis do Estado, como no Heliópolis e em Suzano, por exemplo. "A escolha é feita ou pelo aspecto da vulnerabilidade de aprendizagem ou social. Também nas escolas maiores e as que desejam e podem ter ensino integral. Tem escola que queremos muito, mas ainda não temos uma estrutura possível. Vamos trabalhar para sejam estruturadas", diz Rossieli.

Doria também anunciou que acaba de adquirir uma frota de 105 veículos blindados, que serão usados pelas polícia civil e militar do Estado. "São SUVs, previamente testados. Setenta deles já estarão em operação a partir de dezembro, para uso da polícia militar, e o restante em março", garantiu. O investimento foi de R$ 23 milhões.

Outro dado divulgado na coletiva diz respeito à economia. Segundo Doria, São Paulo bateu record na abertura de novas empresas em outubro. Foram 24.700 novas empresas, um aumento de 31% em relação ao mesmo período do ano passado.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;