Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 26 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Paulo Serra publica direito de resposta na página de Ailton

Banco de Dados/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Candidato do PSB em Santo André disse que tucano gastou R$ 100 milhões em publicidade, mas declaração foi considerada irregular pela Justiça Eleitoral


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

04/11/2020 | 14:26


O candidato do PSB à Prefeitura de Santo André, o ex-vereador Ailton Lima, teve de publicar nesta quarta-feira (4) direito de resposta conquistado pela defesa do prefeito Paulo Serra (PSDB), que busca a reeleição. Ailton declarou, em vídeo, que o governo tucano gastou R$ 100 milhões em publicidade, conduta considerada irregular pela Justiça Eleitoral. Além de tirar o vídeo no qual acusava a Prefeitura de “calar a imprensa”, Ailton foi obrigado a veicular material confeccionado pela campanha de Paulo Serra rebatendo o ataque. “Respeitamos a democracia e a preferência política de cada cidadão e cidadã. O que não dá para respeitar é o fato de Ailton usar esta página para induzir você e não dizer a verdade”, diz a locutora, que se classifica como integrante da campanha tucana.

“Não é verdade dizer que a Prefeitura gasta R$ 100 milhões em propaganda. Também não é direito dizer que este dinheiro serve para calar a imprensa. Ainda mais em tempo de rede social. O Ailton sabe, ou deveria saber, que neste ano a Prefeitura gastou um décimo do valor que ele falou. Até porque a gestão é transparente e qualquer munícipe tem direito de saber a verdade e não fake news”, prossegue ela. “Quando o Ailton falta com a verdade, não é só desrespeito com o Paulo Serra. É desrespeito com você.”

O direito de resposta foi concedido pela a juíza eleitoral auxiliar Fernanda de Almeida Pernambuco, da 306ª Zona Eleitoral de Santo André. Ela acolheu a alegação da coligação de Paulo Serra que afirmou que o material tratava-se de “divulgação de notícia sabidamente inverídica” e “ofensa à honra do candidato a reeleição e prefeito de Santo André”.

Ao Diário no fim de semana, Ailton avaliou a decisão como truculenta e reafirmou o conteúdo do vídeo. “Paulo Serra tem gasto milhões com propaganda, são dados do Portal da Transparência. Recebi agora um ofício falando que foram R$ 50 milhões, mas mesmo assim, é falta de bom senso pelo momento que a cidade vive”. O departamento jurídico da campanha do PSB já entrou com recurso contra a decisão. “O prefeito está perseguindo a nossa candidatura, mas eu não vou recorrer às fake news. Já estamos coletando novamente os dados, chegamos a R$ 87 milhões, o que já é dinheiro para caramba. Não sei se alguém mexeu no Portal da Transparência, que não é tão transparente assim.”

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Paulo Serra publica direito de resposta na página de Ailton

Candidato do PSB em Santo André disse que tucano gastou R$ 100 milhões em publicidade, mas declaração foi considerada irregular pela Justiça Eleitoral

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

04/11/2020 | 14:26


O candidato do PSB à Prefeitura de Santo André, o ex-vereador Ailton Lima, teve de publicar nesta quarta-feira (4) direito de resposta conquistado pela defesa do prefeito Paulo Serra (PSDB), que busca a reeleição. Ailton declarou, em vídeo, que o governo tucano gastou R$ 100 milhões em publicidade, conduta considerada irregular pela Justiça Eleitoral. Além de tirar o vídeo no qual acusava a Prefeitura de “calar a imprensa”, Ailton foi obrigado a veicular material confeccionado pela campanha de Paulo Serra rebatendo o ataque. “Respeitamos a democracia e a preferência política de cada cidadão e cidadã. O que não dá para respeitar é o fato de Ailton usar esta página para induzir você e não dizer a verdade”, diz a locutora, que se classifica como integrante da campanha tucana.

“Não é verdade dizer que a Prefeitura gasta R$ 100 milhões em propaganda. Também não é direito dizer que este dinheiro serve para calar a imprensa. Ainda mais em tempo de rede social. O Ailton sabe, ou deveria saber, que neste ano a Prefeitura gastou um décimo do valor que ele falou. Até porque a gestão é transparente e qualquer munícipe tem direito de saber a verdade e não fake news”, prossegue ela. “Quando o Ailton falta com a verdade, não é só desrespeito com o Paulo Serra. É desrespeito com você.”

O direito de resposta foi concedido pela a juíza eleitoral auxiliar Fernanda de Almeida Pernambuco, da 306ª Zona Eleitoral de Santo André. Ela acolheu a alegação da coligação de Paulo Serra que afirmou que o material tratava-se de “divulgação de notícia sabidamente inverídica” e “ofensa à honra do candidato a reeleição e prefeito de Santo André”.

Ao Diário no fim de semana, Ailton avaliou a decisão como truculenta e reafirmou o conteúdo do vídeo. “Paulo Serra tem gasto milhões com propaganda, são dados do Portal da Transparência. Recebi agora um ofício falando que foram R$ 50 milhões, mas mesmo assim, é falta de bom senso pelo momento que a cidade vive”. O departamento jurídico da campanha do PSB já entrou com recurso contra a decisão. “O prefeito está perseguindo a nossa candidatura, mas eu não vou recorrer às fake news. Já estamos coletando novamente os dados, chegamos a R$ 87 milhões, o que já é dinheiro para caramba. Não sei se alguém mexeu no Portal da Transparência, que não é tão transparente assim.”

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;