Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 21 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Na Agenda da Memória 2020, novembro...

‘Dias de Lazer’ é o título principal eleito pela Fundação Pró-Memória de São Caetano para a sua agenda deste ano. Já falamos disso de janeiro a outubro... Para este mês de novembro, a publicação fala em famílias. E logo chegaremos a dezembro...


Ademir Médici

03/11/2020 | 07:00


A temática da agenda 2020 da Fundação Pró-Memória de São Caetano, ao focalizar o tema famílias, sugere: “Organize encontros mensais com sua família. Desligue seu celular quando estiver com seus familiares”.

Lembramos: a agenda foi idealizada bem antes da quarentena. No texto que se segue, a Pró-Memória destaca as frequentes confraternizações realizadas, hoje algo quase proibitivo.

Segue o texto da Pró-Memória:

- Em tempos passados, as famílias de São Caetano eram numerosas, com muitos filhos e netos que geralmente viviam na mesma residência, ou muito próximos.
- Consumidas pela rotina de trabalho, as pessoas encontravam nas constantes reuniões familiares uma relaxante e divertida opção de lazer.
- Os encontros contavam sempre com mesa farta e muita música.
- Era muito comum, nas noites mais quentes, familiares acomodarem-se em cadeiras colocadas nas calçadas nas portas das casas, para longas conversas, enquanto a criançada brincava na rua.
- Hoje em dia, mesmo com as mudanças ocorridas na sociedade, muitas famílias conseguem realizar confraternizações com bastante frequência.

No tempo do cinema de rua

Texto: Antonio de Andrade

Tal como a audição diária dos programas radiofônicos o hábito de ir ao cinema atravessava um período áureo na primeira metade da década de 1950.

As sessões viviam permanentemente lotadas e as salas multiplicavam-se com enorme rapidez, atingindo bairros distantes.

Mesmo a combalida produção cinematográfica nacional vivia dias de euforia.

Em novembro de 1950 uma pomposa solenidade marcou a estreia no Cine Max de São Caetano do filme Caiçara, primeira produção da Companhia Cinematográfica Vera Cruz, empresa instalada em São Bernardo em 1949, contando com amplos estúdios, equipados com o que de mais moderno dispunha o mercado internacional.

Para a imprensa a cidade de São Bernardo passou a agregar o epíteto de ‘Hollywood brasileira’. Entretanto, não levaria muito tempo para que as salas de cinema, bem como o rádio e o circo, viessem a sentir o impacto da concorrência da televisão.

“Minha família tinha desde 1950 uma bomboniére no Cine Tangará, localizado no Centro de Santo André. Tinha sábado que mais de 5.000 pessoas passavam pela bilheteria. Eu sei pela contabilidade do nosso negócio, com a televisão veio a decadência. Começou a partir de 1960 quando as vendas da bomboniére começaram a cair” (Curt Walter Muller). Continua.
 

Diário há meio século

Domingo, 1º de novembro de 1970 – ano 13, edição 1374

Editorial – Circulo vicioso
Para muitos candidatos a campanha eleitoral tem aspecto de autêntico drama, ocasionando um desgaste físico e mental considerável.
Criam-se situações, entre o candidato e seus colaboradores ou os que desejam colaborar, mas em troca de favores.
(...) os que se oferecem para trabalhar, para os candidatos têm como única preocupação conseguir favores, em forma de dinheiro, em forma de ajuda.
Os abnegados são poucos e se limitam a alguns parentes e amigos dos candidatos.
Diante desse quadro, poucas são as perspectivas de melhora.
Os eleitos procurarão esquecer o povo e os conhecidos e os cabos eleitorais esperarão as próximas eleições, para poderem faturar em cima dos candidatos. E o círculo vicioso continuará.
Nota da Memória – Meio século depois, o que mudou?

Em 3 de novembro de...

1915 – Detectada epidemia de tifo em São Caetano. Falece uma moça de 18 anos vitimada pela doença.
1920 – De um anúncio da Cerâmica São Caetano: (...) fábrica com a melhor argila do Estado. Qualquer quantidade de tijolos refratários e peças sob medida. Vende também o barro preparado.
1930 – Getúlio Vargas toma posse, “provisoriamente”, como presidente da República.
 

Santos do Dia

- Martinho de Lima (1579-1639). Santo peruano.
- Malaquias
- Humberto. Francês. Viveu no período Medieval (656-728).
 

SILVIA. Mãe de São Gregório Magno. Viveu em Roma, no século VI
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;