Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 5 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Príncipe William testou positivo para o novo coronavírus em abril, mas escondeu a informação

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


02/11/2020 | 16:10


Parece que o coronavírus atingiu mais membros da Família Real Britânica do que havia sido reportado pelos monarcas. De acordo com o The Sun e com a BBC, fontes do Palácio de Buckingham afirmam que o príncipe William contraiu o vírus em abril deste ano - pouco menos de um mês depois que seu pai, o príncipe Charles, havia sido diagnosticado com a doença.

As publicações afirmam ainda que o príncipe foi tratado por médicos da realeza e que seguiu as recomendações do governo sobre o distanciamento social, se isolando na casa que sua família possui na cidade de Anmer Hall, em Norfolk, no Reino Unido. Nesse período, William continuou a atender conferências online e por telefone, resultando em 14 compromissos reais.

Procurado pelos veículos, o Palácio de Kensington não quis atender aos chamados, mas também não negou a informação. Fontes afirmam ainda que William preferiu manter sua situação em segredo para não preocupar ninguém, como teria dito a um observador:

- Havia coisas importantes acontecendo e eu não queria preocupar ninguém.Vale lembrar que, no começo da pandemia, William havia feito uma brincadeira e afirmado que estaria espalhando coronavírus.

Seu pai, o príncipe Charles, contraiu a doença em março e ficou isolado durante 14 dias de sua esposa, Camila, que testou negativo para o vírus. Em sua primeira aparição pública após ser declarado curado do vírus, o Príncipe de Gales afirmou que havia perdido o olfato e o paladar no período em que esteve doente.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Príncipe William testou positivo para o novo coronavírus em abril, mas escondeu a informação


02/11/2020 | 16:10


Parece que o coronavírus atingiu mais membros da Família Real Britânica do que havia sido reportado pelos monarcas. De acordo com o The Sun e com a BBC, fontes do Palácio de Buckingham afirmam que o príncipe William contraiu o vírus em abril deste ano - pouco menos de um mês depois que seu pai, o príncipe Charles, havia sido diagnosticado com a doença.

As publicações afirmam ainda que o príncipe foi tratado por médicos da realeza e que seguiu as recomendações do governo sobre o distanciamento social, se isolando na casa que sua família possui na cidade de Anmer Hall, em Norfolk, no Reino Unido. Nesse período, William continuou a atender conferências online e por telefone, resultando em 14 compromissos reais.

Procurado pelos veículos, o Palácio de Kensington não quis atender aos chamados, mas também não negou a informação. Fontes afirmam ainda que William preferiu manter sua situação em segredo para não preocupar ninguém, como teria dito a um observador:

- Havia coisas importantes acontecendo e eu não queria preocupar ninguém.Vale lembrar que, no começo da pandemia, William havia feito uma brincadeira e afirmado que estaria espalhando coronavírus.

Seu pai, o príncipe Charles, contraiu a doença em março e ficou isolado durante 14 dias de sua esposa, Camila, que testou negativo para o vírus. Em sua primeira aparição pública após ser declarado curado do vírus, o Príncipe de Gales afirmou que havia perdido o olfato e o paladar no período em que esteve doente.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;