Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 2 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Campanha de Boulos usa `papamóvel' para colocar Luiza Erundina, 85, na rua



31/10/2020 | 21:01


A primeira aparição pública de campanha da candidata a vice na chapa de Guilherme Boulos (PSOL), Luiza Erundina, foi em uma picape com a caçamba adaptada com placas de acrílico para evitar que ela tivesse contato direto com o público. A candidata, de 85 anos, é do grupo de risco para a infecção pelo novo coronavírus.

O carro adaptado lembrou o "papamóvel", veículo introduzido pelo papa João Paulo II para percorrer as cidades onde peregrinava nos anos 1980 e 1990.

Segundo a campanha, Erundina vinha tentando participar de eventos com Boulos, mas vinha sendo demovida da ideia por causa dos riscos à saúde. Há três semanas, o veículo passou a ser fabricado.

Boulos percorreu ruas do Jardim Cocaia, região de Grajaú, na zona sul da capital, em sua segunda carreata de campanha. Com boa pontuação nas pesquisas de intenção de voto entre o público mais escolarizado e entre os mais jovens, sua campanha pretende buscar o voto de eleitores da periferia, que ainda não têm Boulos como candidato, para que ele supere o segundo colocado, Celso Russomanno (Republicanos), e conquiste uma vaga no segundo turno.

A campanha de Boulos coloca a presença de Erundina como fundamental para que o PSOL cresça nas regiões mais afastadas do centro, uma vez que os moradores destas regiões teriam imagem positiva da gestão da ex-prefeita (entre 1989 e 1992).

"Os fundões da periferia da cidade estão esquecidos. Nós vamos inverter a prioridade. Vamos fazer o que a Erundina fez 30 anos atrás como prefeita de São Paulo. Pegar o orçamento da Prefeitura e ir para as periferias", prometeu o candidato, ao ser questionado sobre o foco da campanha ter se voltado para os bairros afastados do centro. Boulos se comprometeu ainda a, caso seja eleito, construir a ponte Graúna-Gaivotas, uma ligação para a região sobre um dos braços da Represa Billings.

O foco na periferia se dará, segundo a equipe do candidato, com mais carreatas e passeatas diárias de Boulos nos bairros periféricos, em eventos que deverão ser diários a partir de segunda-feira (neste domingo, o ato será no Largo da Batata, em Pinheiros).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Campanha de Boulos usa `papamóvel' para colocar Luiza Erundina, 85, na rua


31/10/2020 | 21:01


A primeira aparição pública de campanha da candidata a vice na chapa de Guilherme Boulos (PSOL), Luiza Erundina, foi em uma picape com a caçamba adaptada com placas de acrílico para evitar que ela tivesse contato direto com o público. A candidata, de 85 anos, é do grupo de risco para a infecção pelo novo coronavírus.

O carro adaptado lembrou o "papamóvel", veículo introduzido pelo papa João Paulo II para percorrer as cidades onde peregrinava nos anos 1980 e 1990.

Segundo a campanha, Erundina vinha tentando participar de eventos com Boulos, mas vinha sendo demovida da ideia por causa dos riscos à saúde. Há três semanas, o veículo passou a ser fabricado.

Boulos percorreu ruas do Jardim Cocaia, região de Grajaú, na zona sul da capital, em sua segunda carreata de campanha. Com boa pontuação nas pesquisas de intenção de voto entre o público mais escolarizado e entre os mais jovens, sua campanha pretende buscar o voto de eleitores da periferia, que ainda não têm Boulos como candidato, para que ele supere o segundo colocado, Celso Russomanno (Republicanos), e conquiste uma vaga no segundo turno.

A campanha de Boulos coloca a presença de Erundina como fundamental para que o PSOL cresça nas regiões mais afastadas do centro, uma vez que os moradores destas regiões teriam imagem positiva da gestão da ex-prefeita (entre 1989 e 1992).

"Os fundões da periferia da cidade estão esquecidos. Nós vamos inverter a prioridade. Vamos fazer o que a Erundina fez 30 anos atrás como prefeita de São Paulo. Pegar o orçamento da Prefeitura e ir para as periferias", prometeu o candidato, ao ser questionado sobre o foco da campanha ter se voltado para os bairros afastados do centro. Boulos se comprometeu ainda a, caso seja eleito, construir a ponte Graúna-Gaivotas, uma ligação para a região sobre um dos braços da Represa Billings.

O foco na periferia se dará, segundo a equipe do candidato, com mais carreatas e passeatas diárias de Boulos nos bairros periféricos, em eventos que deverão ser diários a partir de segunda-feira (neste domingo, o ato será no Largo da Batata, em Pinheiros).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;