Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 26 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

44ª Mostra: Veja os 15 filmes finalistas do Troféu Bandeira Paulista



30/10/2020 | 18:58


Uma importante tradição da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo foi mantida, mesmo na atual versão online: o voto do público. É o que destaca o evento desde sua criação, em 1977, quando Leon Cakoff desafiou a ditadura militar, que não permitia a população eleger seus políticos. A Mostra, portanto, era um dos poucos lugares onde uma votação era bem-vinda.

Nos últimos anos, a avaliação do público auxilia na escolha dos filmes que participam da Competição Novos Diretores e serão avaliados por um júri especializado - os longas vencedores receberão o Troféu Bandeira Paulista, uma criação da artista plástica Tomie Ohtake.

Nesta 44ª edição da Mostra, o público que acompanhou os filmes pela internet montou, como de hábito, uma seleção heterogênea - na lista de 15 finalistas, há desde documentários como 17 Quadras, de Davy Rothbart, que acompanha ao longo dos anos a tragédia de uma família que vive em Washington (a 17 quadras do centro do poder) até ficções que mostram ritos de passagem - como Mosquito, do João Nuno Pinto, sobre o soldado português que luta na Primeira Guerra Mundial na África, período em que descobre suas fragilidades e também sua força.

O júri é formado pelo diretor Felipe Hirsch, que transita no teatro e no cinema, pela produtora Sara Silveira, nome fundamental da produção cinematográfica brasileira, e de Cristina Amaral, uma das principais montadoras de filmes do País. Os premiados por esse trio serão conhecidos no dia 4 de novembro, durante a cerimônia de encerramento da 44ª Mostra, que ocorrerá às 20h, no palco da área externa do Auditório Ibirapuera, antecedendo a exibição do filme de encerramento.

Os filmes mais votados pelo público:

17 Quadras, de Davy Rothbart (EUA)

Al- Shafaq - Quando o Céu se Divide, de Esen Isik (Suíça)

Casulo, de Leonie Krippendorff (Alemanha)

Chico Rei Entre Nós, de Joyce Prado (Brasil)

De Volta Para Casa - Marina Abramovic e Seus Filhos, de Boris Miljkovic (Sérvia)

Eyimofe (Esse é meu desejo), de Arie Esiri e Chuko Esiri (Nigéria)

Feels Good Man, de Arthur Jones (EUA)

Filho de Boi, de Haroldo Borges (Brasil)

Josep, de Aurel (França, Espanha e Bélgica)

Mãe de Aluguel, de Jeremy Hersh (EUA)

Mar de Dentro, de Dainara Toffoli (Brasil)

Mosquito, de João Nuno Pinto (Portugal, Brasil e França)

O Livro dos Prazeres, de Marcela Lordy (Brasil e Argentina)

Problemas com a Natureza, de Illum Jacobi (Dinamarca e França)

Valentina, de Cássio Pereira dos Santos (Brasil)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

44ª Mostra: Veja os 15 filmes finalistas do Troféu Bandeira Paulista


30/10/2020 | 18:58


Uma importante tradição da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo foi mantida, mesmo na atual versão online: o voto do público. É o que destaca o evento desde sua criação, em 1977, quando Leon Cakoff desafiou a ditadura militar, que não permitia a população eleger seus políticos. A Mostra, portanto, era um dos poucos lugares onde uma votação era bem-vinda.

Nos últimos anos, a avaliação do público auxilia na escolha dos filmes que participam da Competição Novos Diretores e serão avaliados por um júri especializado - os longas vencedores receberão o Troféu Bandeira Paulista, uma criação da artista plástica Tomie Ohtake.

Nesta 44ª edição da Mostra, o público que acompanhou os filmes pela internet montou, como de hábito, uma seleção heterogênea - na lista de 15 finalistas, há desde documentários como 17 Quadras, de Davy Rothbart, que acompanha ao longo dos anos a tragédia de uma família que vive em Washington (a 17 quadras do centro do poder) até ficções que mostram ritos de passagem - como Mosquito, do João Nuno Pinto, sobre o soldado português que luta na Primeira Guerra Mundial na África, período em que descobre suas fragilidades e também sua força.

O júri é formado pelo diretor Felipe Hirsch, que transita no teatro e no cinema, pela produtora Sara Silveira, nome fundamental da produção cinematográfica brasileira, e de Cristina Amaral, uma das principais montadoras de filmes do País. Os premiados por esse trio serão conhecidos no dia 4 de novembro, durante a cerimônia de encerramento da 44ª Mostra, que ocorrerá às 20h, no palco da área externa do Auditório Ibirapuera, antecedendo a exibição do filme de encerramento.

Os filmes mais votados pelo público:

17 Quadras, de Davy Rothbart (EUA)

Al- Shafaq - Quando o Céu se Divide, de Esen Isik (Suíça)

Casulo, de Leonie Krippendorff (Alemanha)

Chico Rei Entre Nós, de Joyce Prado (Brasil)

De Volta Para Casa - Marina Abramovic e Seus Filhos, de Boris Miljkovic (Sérvia)

Eyimofe (Esse é meu desejo), de Arie Esiri e Chuko Esiri (Nigéria)

Feels Good Man, de Arthur Jones (EUA)

Filho de Boi, de Haroldo Borges (Brasil)

Josep, de Aurel (França, Espanha e Bélgica)

Mãe de Aluguel, de Jeremy Hersh (EUA)

Mar de Dentro, de Dainara Toffoli (Brasil)

Mosquito, de João Nuno Pinto (Portugal, Brasil e França)

O Livro dos Prazeres, de Marcela Lordy (Brasil e Argentina)

Problemas com a Natureza, de Illum Jacobi (Dinamarca e França)

Valentina, de Cássio Pereira dos Santos (Brasil)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;