Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 23 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Manifesto da CNI e entidades científicas pede uso integral de recursos do FNDCT



30/10/2020 | 16:13


A Confederação Nacional da Indústria (CNI) e entidades ligadas à ciência lançam nesta sexta-feira um manifesto a favor da aprovação do Projeto de Lei 135/2020, que veda o contingenciamento de recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) e assegura a utilização total dos recursos do Fundo. O FNDCT tem como finalidade promover o desenvolvimento da ciência, tecnologia e inovação (CT&I) no Brasil.

O manifesto foi aprovado nesta quinta-feira, 29, pelas entidades em reunião do Conselho diretor do FNDCT. O projeto de lei já foi aprovado pelo Senado, mas ainda depende de votação na Câmara. "Em jogo está a liberação dos recursos dessa que é a principal fonte para investimentos em CT&I no País. Os países da OCDE investem, em média, 2% do PIB em pesquisa e desenvolvimento (P&D), chegando a mais de 4% nos casos da Coreia do Sul e de Israel, enquanto o Brasil investe por volta de 1,26% (dados de 2017)", diz a CNI em nota.

O manifesto destaca que a ciência, tecnologia e inovação provaram nesta pandemia sua centralidade para o futuro dos países, lembrando que o desenvolvimento de soluções para o combate à crise causada pela covid-19 depende de investimentos em ciência, tecnologia e inovação. "O Brasil, que vem enfrentando o grave encolhimento dos recursos nessa área, tem oportunidade significativa de rever prioridades e de se reposicionar tanto no mercado interno, quanto no global", destaca o manifesto.

As entidades defendem a liberação total dos recursos do Fundo para investimentos em atividades de pesquisa e inovação no País e alertam para a importância de o projeto ser pautado para votação na Câmara. "Este Conselho recomenda fortemente às autoridades parlamentares a aprovação do Projeto de Lei 135 de 2020, como meio de impulsionar atividades de ciência, tecnologia e inovação e, consequentemente, a atividade empresarial e a geração de emprego e renda no País", diz o manifesto. (Equipe AE)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Manifesto da CNI e entidades científicas pede uso integral de recursos do FNDCT


30/10/2020 | 16:13


A Confederação Nacional da Indústria (CNI) e entidades ligadas à ciência lançam nesta sexta-feira um manifesto a favor da aprovação do Projeto de Lei 135/2020, que veda o contingenciamento de recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) e assegura a utilização total dos recursos do Fundo. O FNDCT tem como finalidade promover o desenvolvimento da ciência, tecnologia e inovação (CT&I) no Brasil.

O manifesto foi aprovado nesta quinta-feira, 29, pelas entidades em reunião do Conselho diretor do FNDCT. O projeto de lei já foi aprovado pelo Senado, mas ainda depende de votação na Câmara. "Em jogo está a liberação dos recursos dessa que é a principal fonte para investimentos em CT&I no País. Os países da OCDE investem, em média, 2% do PIB em pesquisa e desenvolvimento (P&D), chegando a mais de 4% nos casos da Coreia do Sul e de Israel, enquanto o Brasil investe por volta de 1,26% (dados de 2017)", diz a CNI em nota.

O manifesto destaca que a ciência, tecnologia e inovação provaram nesta pandemia sua centralidade para o futuro dos países, lembrando que o desenvolvimento de soluções para o combate à crise causada pela covid-19 depende de investimentos em ciência, tecnologia e inovação. "O Brasil, que vem enfrentando o grave encolhimento dos recursos nessa área, tem oportunidade significativa de rever prioridades e de se reposicionar tanto no mercado interno, quanto no global", destaca o manifesto.

As entidades defendem a liberação total dos recursos do Fundo para investimentos em atividades de pesquisa e inovação no País e alertam para a importância de o projeto ser pautado para votação na Câmara. "Este Conselho recomenda fortemente às autoridades parlamentares a aprovação do Projeto de Lei 135 de 2020, como meio de impulsionar atividades de ciência, tecnologia e inovação e, consequentemente, a atividade empresarial e a geração de emprego e renda no País", diz o manifesto. (Equipe AE)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;