Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 26 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Feriado de Finados terá fiscalização rígida nas estradas estaduais

Pausa prolongada, que deve ser a mais movimentada desde o início da pandemia, exige presença de 21,5 mil policiais rodoviários na ativa


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

29/10/2020 | 23:55


O feriado de Finados, segunda-feira, deve ser o mais movimentado no Estado desde o início da pandemia. A Ecovias, concessionária que administra o SAI (Sistema Anchieta-Imigrantes), prevê que ao menos 280 mil veículos sigam em direção ao Litoral. O fluxo também deve ser grande em outras rodovias, tanto que o governo do Estado anunciou ontem a Operação Finados, que terá reforço do contingente da Polícia Rodoviária Estadual e maior fiscalização do DER (Departamento de Estradas de Rodagem) e da Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo).

As ações operacionais conjuntas começaram ontem e vão até segunda-feira. Além do feriado prolongado, a demanda deve aumentar porque as prefeituras mudaram o Dia do Servidor Público, que normalmente seria comemorado na quarta-feira, para hoje, ou seja, todos os funcionários públicos terão quatro dias seguidos de pausa. 

Apesar de aumentar o policiamento, o governador João Doria (PSDB) disse que as pessoas devem ter cuidado ao sair de casa. “Para garantir a segurança e o conforto dos usuários que forem viajar neste feriado prolongado, será mobilizada grande força operacional. Mas, apesar do feriado prolongado, é nosso dever orientar o cidadão brasileiro de São Paulo a ter todo cuidado com aglomerações, sobretudo no Litoral do Estado. Não esqueça a sua máscara e a use, a máscara protege, é sua garantia de vida até a chegada da vacina”, comentou Doria. 

Em média, 21,5 mil policiais vão reforçar diariamente as ações de patrulhamento ao longo dos 22 mil quilômetros de rodovias estaduais durante o feriado prolongado para evitar crimes e garantir a fluidez do trânsito em toda a malha rodoviária do Estado. A operação utilizará ainda 8.000 viaturas, 50 cavalos, dez helicópteros, 12 drones, 386 guinchos e 200 ambulâncias, que serão distribuídos ao longo de 190 pontos estratégicos para o policiamento. 

Os policiais rodoviários empenhados na ação realizarão testes de embriaguez e o motorista que for flagrado dirigindo sob a influência de álcool será multado em R$ 2.934,70 e poderá ter o veículo apreendido. O condutor ainda pode ter a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) suspensa, além de responder criminalmente. 

Também será intensificada a fiscalização de limites de velocidade, ultrapassagens e uso de cinto de segurança, assentos infantis e capacetes. Os efetivos do CPChq (Comando de Policiamento de Choque), CAV (Comando de Polícia de Aviação João Negrão) e territoriais também serão empregados nas orlas das praias. 

Haverá o uso de megafones para reforçar a necessidade do distanciamento físico em pontos específicos como praias, bares e restaurantes, como medida de proteção à Covid-19. A PM (Polícia Militar) também dará apoio à fiscalização das equipes de vigilância sanitária municipal e estadual. (com Agências)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Feriado de Finados terá fiscalização rígida nas estradas estaduais

Pausa prolongada, que deve ser a mais movimentada desde o início da pandemia, exige presença de 21,5 mil policiais rodoviários na ativa

Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

29/10/2020 | 23:55


O feriado de Finados, segunda-feira, deve ser o mais movimentado no Estado desde o início da pandemia. A Ecovias, concessionária que administra o SAI (Sistema Anchieta-Imigrantes), prevê que ao menos 280 mil veículos sigam em direção ao Litoral. O fluxo também deve ser grande em outras rodovias, tanto que o governo do Estado anunciou ontem a Operação Finados, que terá reforço do contingente da Polícia Rodoviária Estadual e maior fiscalização do DER (Departamento de Estradas de Rodagem) e da Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo).

As ações operacionais conjuntas começaram ontem e vão até segunda-feira. Além do feriado prolongado, a demanda deve aumentar porque as prefeituras mudaram o Dia do Servidor Público, que normalmente seria comemorado na quarta-feira, para hoje, ou seja, todos os funcionários públicos terão quatro dias seguidos de pausa. 

Apesar de aumentar o policiamento, o governador João Doria (PSDB) disse que as pessoas devem ter cuidado ao sair de casa. “Para garantir a segurança e o conforto dos usuários que forem viajar neste feriado prolongado, será mobilizada grande força operacional. Mas, apesar do feriado prolongado, é nosso dever orientar o cidadão brasileiro de São Paulo a ter todo cuidado com aglomerações, sobretudo no Litoral do Estado. Não esqueça a sua máscara e a use, a máscara protege, é sua garantia de vida até a chegada da vacina”, comentou Doria. 

Em média, 21,5 mil policiais vão reforçar diariamente as ações de patrulhamento ao longo dos 22 mil quilômetros de rodovias estaduais durante o feriado prolongado para evitar crimes e garantir a fluidez do trânsito em toda a malha rodoviária do Estado. A operação utilizará ainda 8.000 viaturas, 50 cavalos, dez helicópteros, 12 drones, 386 guinchos e 200 ambulâncias, que serão distribuídos ao longo de 190 pontos estratégicos para o policiamento. 

Os policiais rodoviários empenhados na ação realizarão testes de embriaguez e o motorista que for flagrado dirigindo sob a influência de álcool será multado em R$ 2.934,70 e poderá ter o veículo apreendido. O condutor ainda pode ter a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) suspensa, além de responder criminalmente. 

Também será intensificada a fiscalização de limites de velocidade, ultrapassagens e uso de cinto de segurança, assentos infantis e capacetes. Os efetivos do CPChq (Comando de Policiamento de Choque), CAV (Comando de Polícia de Aviação João Negrão) e territoriais também serão empregados nas orlas das praias. 

Haverá o uso de megafones para reforçar a necessidade do distanciamento físico em pontos específicos como praias, bares e restaurantes, como medida de proteção à Covid-19. A PM (Polícia Militar) também dará apoio à fiscalização das equipes de vigilância sanitária municipal e estadual. (com Agências)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;