Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 26 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Conselho é que vai decidir pagamento de dividendos, diz presidente da Petrobras



29/10/2020 | 17:39


Ao comentar a nova política de distribuição de dividendos e possíveis interferências políticas no pagamento, o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, afirmou que decisões de investimento cabem ao conselho de administração e que isso está previsto no estatuto social da companhia. A responsabilidade de aprovar ou não o valor de dividendos a ser pago é da assembleia de acionistas.

"Não existe como blindar uma empresa. A melhor maneira de minimizar riscos futuros de intervenções que provoquem distorções e prejuízos é construir uma companhia sólida, de eficiência e qualidade. Assim, quem pensar em intervir vai ter que pensar dez vezes, porque suas más intenções vão ser facilmente percebidas", afirmou ele, em coletiva de imprensa para apresentar o resultado financeiro do terceiro trimestre.

Ele disse também que a Petrobras não trabalha com uma meta de desinvestimentos, porque isso seria um palpite. "O que vai definir (o valor acumulado com a venda de ativos) são as condições de mercado. Apenas revelamos os ativos à venda e o estágio do processo de venda", comentou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Conselho é que vai decidir pagamento de dividendos, diz presidente da Petrobras


29/10/2020 | 17:39


Ao comentar a nova política de distribuição de dividendos e possíveis interferências políticas no pagamento, o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, afirmou que decisões de investimento cabem ao conselho de administração e que isso está previsto no estatuto social da companhia. A responsabilidade de aprovar ou não o valor de dividendos a ser pago é da assembleia de acionistas.

"Não existe como blindar uma empresa. A melhor maneira de minimizar riscos futuros de intervenções que provoquem distorções e prejuízos é construir uma companhia sólida, de eficiência e qualidade. Assim, quem pensar em intervir vai ter que pensar dez vezes, porque suas más intenções vão ser facilmente percebidas", afirmou ele, em coletiva de imprensa para apresentar o resultado financeiro do terceiro trimestre.

Ele disse também que a Petrobras não trabalha com uma meta de desinvestimentos, porque isso seria um palpite. "O que vai definir (o valor acumulado com a venda de ativos) são as condições de mercado. Apenas revelamos os ativos à venda e o estágio do processo de venda", comentou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;