Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 23 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Secretário Adolfo Sachsida reforça compromisso do governo com consolidação fiscal



28/10/2020 | 16:55


O secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, reforçou o compromisso do governo com a consolidação fiscal, em debate virtual promovido pelo Banco Safra. "Em 2019, Brasil estava na direção correta, com a agenda de compromisso fiscal e agenda de produtividade. Esse ano teve a pandemia, mas tão logo precisamos voltar a essa agenda."

Sachsida também afirmou que a consolidação fiscal contribui com o bem estar do País e mais ainda com a população mais pobre, porque a inflação fica sob controle e o investimento melhora a condição de empregabilidade.

O secretário de Política Econômica do Ministério da Economia admitiu que está no radar do governo usar novamente o lucro cambial do Banco Central, se for necessário. "Há possibilidade de uso de R$ 325 bilhões de lucro cambial do BC, se houver necessidade, usaremos novamente. Governo tem forte compromisso com agenda fiscal", disse.

Segundo o secretário, o mercado tem confiança no processo de consolidação fiscal e de que o Brasil vai voltar aos trilhos em 2021.

Ele reforçou que a consolidação das contas públicas mantém inflação e os juros baixos, aumentando investimentos, emprego e renda. "Se governo gastar mais como alguns querem, economia irá piorar."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Secretário Adolfo Sachsida reforça compromisso do governo com consolidação fiscal


28/10/2020 | 16:55


O secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, reforçou o compromisso do governo com a consolidação fiscal, em debate virtual promovido pelo Banco Safra. "Em 2019, Brasil estava na direção correta, com a agenda de compromisso fiscal e agenda de produtividade. Esse ano teve a pandemia, mas tão logo precisamos voltar a essa agenda."

Sachsida também afirmou que a consolidação fiscal contribui com o bem estar do País e mais ainda com a população mais pobre, porque a inflação fica sob controle e o investimento melhora a condição de empregabilidade.

O secretário de Política Econômica do Ministério da Economia admitiu que está no radar do governo usar novamente o lucro cambial do Banco Central, se for necessário. "Há possibilidade de uso de R$ 325 bilhões de lucro cambial do BC, se houver necessidade, usaremos novamente. Governo tem forte compromisso com agenda fiscal", disse.

Segundo o secretário, o mercado tem confiança no processo de consolidação fiscal e de que o Brasil vai voltar aos trilhos em 2021.

Ele reforçou que a consolidação das contas públicas mantém inflação e os juros baixos, aumentando investimentos, emprego e renda. "Se governo gastar mais como alguns querem, economia irá piorar."

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;