Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 27 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Federação de petroleiros rejeita proposta da Petrobras de divisão de PLR



28/10/2020 | 13:59


A Federação Única dos Petroleiros (FUP), representante de empregados da Petrobras, propôs que os trabalhadores da empresa rejeitem as novas regras de participação nos lucros e resultados (PLR) 2021 apresentadas pela companhia. A indicação da federação será encaminhada aos seus sindicatos filiados, que ouvirão os funcionários da estatal em assembleias.

Segundo a FUP, a Petrobras propôs regras diferentes para trabalhadores de diferentes empresas do grupo e também funções. A entidade sindical defende, no entanto, que as condições de pagamento sejam as mesmas para todo o Sistema.

"Os indicadores (que definem o valor a ser pago) têm de refletir todas as áreas da empresa, pois os resultados são construídos coletivamente por petroleiros e petroleiras. Da mesma forma, o lucro obtido deve ser repartido entre todos os trabalhadores da forma mais igualitária possível. Daí a importância da PLR ter um piso - uma reivindicação não atendida pela empresa em sua primeira proposta", afirmou a FUP em comunicado divulgado por sua assessoria de imprensa.

Em reunião com representantes da Petrobrás na terça, 27, a federação também defendeu que a distribuição do PLR não reflita divergências políticas internas e o pagamento adiantado no início do ano, como em anos anteriores.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Federação de petroleiros rejeita proposta da Petrobras de divisão de PLR


28/10/2020 | 13:59


A Federação Única dos Petroleiros (FUP), representante de empregados da Petrobras, propôs que os trabalhadores da empresa rejeitem as novas regras de participação nos lucros e resultados (PLR) 2021 apresentadas pela companhia. A indicação da federação será encaminhada aos seus sindicatos filiados, que ouvirão os funcionários da estatal em assembleias.

Segundo a FUP, a Petrobras propôs regras diferentes para trabalhadores de diferentes empresas do grupo e também funções. A entidade sindical defende, no entanto, que as condições de pagamento sejam as mesmas para todo o Sistema.

"Os indicadores (que definem o valor a ser pago) têm de refletir todas as áreas da empresa, pois os resultados são construídos coletivamente por petroleiros e petroleiras. Da mesma forma, o lucro obtido deve ser repartido entre todos os trabalhadores da forma mais igualitária possível. Daí a importância da PLR ter um piso - uma reivindicação não atendida pela empresa em sua primeira proposta", afirmou a FUP em comunicado divulgado por sua assessoria de imprensa.

Em reunião com representantes da Petrobrás na terça, 27, a federação também defendeu que a distribuição do PLR não reflita divergências políticas internas e o pagamento adiantado no início do ano, como em anos anteriores.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;