Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 25 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Saúde diz que projetos de reforma de hospital incendiado estavam 'em andamento'



27/10/2020 | 21:04


Alvo de um incêndio que matou dois pacientes nesta terça-feira, 27, o Hospital Federal de Bonsucesso, na zona norte do Rio, tinha vários projetos "aprovados pelo Ministério da Saúde e em andamento para realizar uma série de reformas de urgência", segundo nota divulgada pela pasta na noite desta terça-feira, 27.

"Apesar da unidade de saúde ter vários projetos aprovados pelo Ministério da Saúde - e em andamento - para realizar uma série de reformas de urgência, ainda não é possível afirmar as causas do incêndio", afirma o Ministério. "Apenas após o trabalho da perícia será possível apontar os fatores que levaram ao ocorrido", segue a nota.

O Ministério lamentou a morte dos pacientes e afirmou que a prioridade naquele momento era "zelar pela vida das pessoas e controlar a situação".

"Ainda não foram identificadas as causas do incêndio, mas todas as providências estão sendo tomadas nesse sentido. O hospital já tinha um diagnóstico prévio sobre a situação estrutural do complexo hospitalar, inclusive de toda a rede elétrica - o que vai facilitar a apuração dos fatos que levaram ao ocorrido", afirmou o Ministério da Saúde.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Saúde diz que projetos de reforma de hospital incendiado estavam 'em andamento'


27/10/2020 | 21:04


Alvo de um incêndio que matou dois pacientes nesta terça-feira, 27, o Hospital Federal de Bonsucesso, na zona norte do Rio, tinha vários projetos "aprovados pelo Ministério da Saúde e em andamento para realizar uma série de reformas de urgência", segundo nota divulgada pela pasta na noite desta terça-feira, 27.

"Apesar da unidade de saúde ter vários projetos aprovados pelo Ministério da Saúde - e em andamento - para realizar uma série de reformas de urgência, ainda não é possível afirmar as causas do incêndio", afirma o Ministério. "Apenas após o trabalho da perícia será possível apontar os fatores que levaram ao ocorrido", segue a nota.

O Ministério lamentou a morte dos pacientes e afirmou que a prioridade naquele momento era "zelar pela vida das pessoas e controlar a situação".

"Ainda não foram identificadas as causas do incêndio, mas todas as providências estão sendo tomadas nesse sentido. O hospital já tinha um diagnóstico prévio sobre a situação estrutural do complexo hospitalar, inclusive de toda a rede elétrica - o que vai facilitar a apuração dos fatos que levaram ao ocorrido", afirmou o Ministério da Saúde.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;