Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 25 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Coronavírus: EUA têm média diária de 70 mil novos casos, a maior já registrada



27/10/2020 | 20:57


Os Estados Unidos registraram nesta terça-feira, 27, a média diária de 70.289 novos casos de covid-19, considerando-se os últimos sete dias. É o maior nível por essa métrica desde o início da pandemia. Os dados são do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês).

Somente nas últimas 24 horas, os EUA registraram 63.589 novas contaminações e 483 mortes. O país totaliza agora 8.680.611 casos e 225.084 óbitos em decorrência da doença.

A covid dá sinais de reaceleração em outras partes do planeta. Na Alemanha, governo se prepara para a instalação de um "lockdown light", de com publicação do jornal Bild. A chanceler Angela Merkel deve se reunir amanhã com governadores, por meio de videoconferência, para avaliar a situação da disseminação da doença. A previsão é de que escolas permaneçam abertas, mas bares e restaurantes sejam fechados.

As medidas vem após a Merkel afirmar que o sistema de saúde alemão pode atingir o ponto de ruptura se as infecções por coronavírus continuarem a subir.

De acordo com as autoridades de saúde alemãs, com 11.409 novos casos e 42 mortes registrados hoje, o país registra agora o total de 449.275 contaminações e 10.098 óbitos.

Na Rússia, o governo também começou a aumentar suas restrições na tentativa de conter a disseminação do vírus. Além do uso obrigatório de máscaras, está previsto um horário de funcionamento mais restrito para bares e restaurantes. O país, que está no quarto lugar entre os mais atingidos pela pandemia, já registra o total de 1.537.142 de casos e 26.409 mortes, de acordo levantamento realizado pelo universidade americana Johns Hopkins.

Protestos

Dada como novo epicentro global da pandemia da covid-19 pela OMS, a Europa enfrenta protestos contra medidas restritivas que buscam conter o avanço da covid-19. Na Itália, os atos terminaram em confrontos entre manifestantes e policiais em várias cidades. Em Milão, 28 pessoas foram presas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Coronavírus: EUA têm média diária de 70 mil novos casos, a maior já registrada


27/10/2020 | 20:57


Os Estados Unidos registraram nesta terça-feira, 27, a média diária de 70.289 novos casos de covid-19, considerando-se os últimos sete dias. É o maior nível por essa métrica desde o início da pandemia. Os dados são do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês).

Somente nas últimas 24 horas, os EUA registraram 63.589 novas contaminações e 483 mortes. O país totaliza agora 8.680.611 casos e 225.084 óbitos em decorrência da doença.

A covid dá sinais de reaceleração em outras partes do planeta. Na Alemanha, governo se prepara para a instalação de um "lockdown light", de com publicação do jornal Bild. A chanceler Angela Merkel deve se reunir amanhã com governadores, por meio de videoconferência, para avaliar a situação da disseminação da doença. A previsão é de que escolas permaneçam abertas, mas bares e restaurantes sejam fechados.

As medidas vem após a Merkel afirmar que o sistema de saúde alemão pode atingir o ponto de ruptura se as infecções por coronavírus continuarem a subir.

De acordo com as autoridades de saúde alemãs, com 11.409 novos casos e 42 mortes registrados hoje, o país registra agora o total de 449.275 contaminações e 10.098 óbitos.

Na Rússia, o governo também começou a aumentar suas restrições na tentativa de conter a disseminação do vírus. Além do uso obrigatório de máscaras, está previsto um horário de funcionamento mais restrito para bares e restaurantes. O país, que está no quarto lugar entre os mais atingidos pela pandemia, já registra o total de 1.537.142 de casos e 26.409 mortes, de acordo levantamento realizado pelo universidade americana Johns Hopkins.

Protestos

Dada como novo epicentro global da pandemia da covid-19 pela OMS, a Europa enfrenta protestos contra medidas restritivas que buscam conter o avanço da covid-19. Na Itália, os atos terminaram em confrontos entre manifestantes e policiais em várias cidades. Em Milão, 28 pessoas foram presas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;