Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 23 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Família denuncia descaso médico no Hospital Municipal de Diadema

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Ajudante de cozinha está internado no local há uma semana, onde espera por diagnóstico


Bia Moço
Do Diário do Grande ABC

27/10/2020 | 19:54


A família de Lucas dos Santos Vanderlei, 26 anos, denuncia descaso médico no Hospital Municipal de Diadema, onde o ajudante de cozinha está internado há uma semana, sem laudo médico determinante. Segundo a mulher dele, Karolaine Stephaie da Silva, 23, até o momento Vanderlei não teve diagnóstico, tampouco consegue obter informações sobre o caso do seu marido.

A dona de casa afirma que o hospital informou, na última sexta-feira, que os exames dele foram perdidos e, portanto, teria de refazer no início da semana já que o laboratório conveniado não atende aos sábados e aos domingos. Os procedimentos foram realizados nesta segunda-feira (26) e, na manhã desta terça-feira (27) disseram que os resultados sairiam ainda hoje. Até 18h, porém, não tiverem retorno.

“Ele chegou no hospital com suspeita de dengue, mas não era. Os primeiros exames apontaram uma alteração no fígado, e por isso, ele ficou internado. Por sentir falta de ar, colocaram ele em internação na ala hospitalar de Covid, e só tiraram depois que eu exigi transferência, já que o exame dele deu negativo. Até agora ninguém sabe o que ele tem realmente”, contou Karolaine.

Segundo ela, com duas filhas pequenas não poderia ficar com o marido no hospital, mas havia sido assegurada de que qualquer complicação seria avisada por telefone. “Saí de lá na quarta-feira e só soube que ele estava na ala de Covid na sexta, quando fui até o hospital para saber porque não me davam notícias”, disse, explicando que informaram que, como o número tem código de outra cidade, não podem fazer ligações. “Se ele morresse eu não saberia, então?”, questionou.

Karolaine se diz revoltada, já que Vanderlei está cuspindo sangue e, passados sete dias, nenhum médico informa o resultado final dos procedimentos. “Já fiz diversas reclamações. É muita sacanagem deixar uma pessoa internada sem falar o que ela tem. Estou desesperada”, disse ela.

Questionada, a Prefeitura informou que Vanderlei permanece internado no Hospital Municipal de Diadema sob cuidados e avaliação médica e afirmou que as informações para a família do paciente “são passadas diariamente pela equipe médica.” Em nota, a administração municipal disse ainda que “demais informações sobre o estado de saúde do paciente e a conduta médica adotada não serão divulgados, respeitando o sigilo médico”. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Família denuncia descaso médico no Hospital Municipal de Diadema

Ajudante de cozinha está internado no local há uma semana, onde espera por diagnóstico

Bia Moço
Do Diário do Grande ABC

27/10/2020 | 19:54


A família de Lucas dos Santos Vanderlei, 26 anos, denuncia descaso médico no Hospital Municipal de Diadema, onde o ajudante de cozinha está internado há uma semana, sem laudo médico determinante. Segundo a mulher dele, Karolaine Stephaie da Silva, 23, até o momento Vanderlei não teve diagnóstico, tampouco consegue obter informações sobre o caso do seu marido.

A dona de casa afirma que o hospital informou, na última sexta-feira, que os exames dele foram perdidos e, portanto, teria de refazer no início da semana já que o laboratório conveniado não atende aos sábados e aos domingos. Os procedimentos foram realizados nesta segunda-feira (26) e, na manhã desta terça-feira (27) disseram que os resultados sairiam ainda hoje. Até 18h, porém, não tiverem retorno.

“Ele chegou no hospital com suspeita de dengue, mas não era. Os primeiros exames apontaram uma alteração no fígado, e por isso, ele ficou internado. Por sentir falta de ar, colocaram ele em internação na ala hospitalar de Covid, e só tiraram depois que eu exigi transferência, já que o exame dele deu negativo. Até agora ninguém sabe o que ele tem realmente”, contou Karolaine.

Segundo ela, com duas filhas pequenas não poderia ficar com o marido no hospital, mas havia sido assegurada de que qualquer complicação seria avisada por telefone. “Saí de lá na quarta-feira e só soube que ele estava na ala de Covid na sexta, quando fui até o hospital para saber porque não me davam notícias”, disse, explicando que informaram que, como o número tem código de outra cidade, não podem fazer ligações. “Se ele morresse eu não saberia, então?”, questionou.

Karolaine se diz revoltada, já que Vanderlei está cuspindo sangue e, passados sete dias, nenhum médico informa o resultado final dos procedimentos. “Já fiz diversas reclamações. É muita sacanagem deixar uma pessoa internada sem falar o que ela tem. Estou desesperada”, disse ela.

Questionada, a Prefeitura informou que Vanderlei permanece internado no Hospital Municipal de Diadema sob cuidados e avaliação médica e afirmou que as informações para a família do paciente “são passadas diariamente pela equipe médica.” Em nota, a administração municipal disse ainda que “demais informações sobre o estado de saúde do paciente e a conduta médica adotada não serão divulgados, respeitando o sigilo médico”. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;