Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 8 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Candidatos à Prefeitura de São Caetano apresentam suas propostas para a cidade

Montagem/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Oito prefeituráveis listam ideias em diversas áreas em cenário incerto pela Covid


Fabio Martins
Do Diário do Grande ABC

25/10/2020 | 08:56


O Diário estreia hoje, dentro da campanha Não Troque Vidas Por Votos, rodada de propostas dos candidatos às prefeituras do Grande ABC em busca de soluções para problemas em cinco eixos: mobilidade, economia, educação, segurança e meio ambiente.

Na semana passada, professores de USCS (Universidade Municipal de São Caetano) e UFABC (Universidade Federal do ABC) dissertaram sobre como os prefeitos eleitos precisarão trabalhar as questões das áreas citadas em busca de um crescimento regional, já que o Grande ABC é área extremamente conurbada.

Os oito candidatos ao Paço de São Caetano apresentam suas ideias para a cidade, que tem o melhor IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do Brasil, mas que, a despeito da fama, lida com percalços.

José Auricchio Júnior (PSDB), Eduardo Casonato (Rede), Fabio Palacio (PSD), Horácio Neto (Psol), João Moraes (PT), Mario Bohm (Novo), Nilson Bonome (PSL) e Thiago Tortorello (PRTB) destrincham o planejamento que têm em mente para os próximos quatro anos do município, em cenário que se apresenta desafiador diante dos reflexos financeiros que a pandemia de Covid-19 trouxe para São Caetano. Haverá pressão nos sistemas de saúde e de educação, com aumento do desemprego, ao passo que não é certa a manutenção da arrecadação diante do fechamento de empresas e comércios.

A próxima rodada será com prefeituráveis de Ribeirão Pires, que vão expor suas propostas na edição de terça-feira.

Auricchio (PSDB)

MOBILIDADE - Criar incentivos fiscais e urbanísticos para a recuperação da vida urbana no Centro; instituir programa municipal de construção e manutenção permanente de 50% das calçadas; concluir ciclovia na Avenida Goiás, parte do projeto calçadas verdes, com 12 quilômetros de extensão de viário; e modernizar pontos de ônibus.

ECONOMIA –Desoneração tributária extraordinária para empresas que gerarem empregos no cenário de pandemia; concessão de microcrédito a pequenos empreendedores; planos estratégicos para o Centro e para o eixo Guido Aliberti; e criação de sistema municipal de inovação.

EDUCAÇÃO –Uso de cartão para compra de material escolar, nos moldes do cartão de uniforme; acolhimento, inclusive psicológico, aos estudantes no retorno às aulas presenciais; auxílio de R$ 60 por aluno matriculado no ensino fundamental; e ampliação de vagas em creche.

SEGURANÇA –Descentralizar atividade da GCM pelos bairros; aplicativo de monitoramento das ocorrências policiais; uso de câmeras privadas no sistema de videomonitoramento municipal; e aperfeiçoamento, a partir da DDM, de política para combater a violência contra a mulher.

MEIO AMBIENTE – Seguir com o Refundação, plano de requalificação do bairro Fundação; concluir o Parque Tamoyo; adotar captação de água da chuva e luz solar nos prédios municipais.

Casonato (Rede)

MOBILIDADE – Ampliar a ciclovia da Kennedy até a estação de ônibus e trem; revitalizar a estação de trem no Bairro Fundação; adotar modais patinetes ou bicicletas elétricas; trocar frota de ônibus movidos a combustíveis fósseis (gasolina/diesel) por ônibus 100% elétricos; e disponibilizar bicicletas para munícipes.

ECONOMIA - Incentivos fiscais para novas empresas que se instalarem na cidade, principalmente e de forma diferenciada para as de tecnologia; isenção fiscal para atrair empresas para São Caetano; e estimular o microempreendedorismo e os novos negócios com microcréditos.

EDUCAÇÃO - Implementar ensino bilíngue em todas as escolas municipais; ampliação do ensino em tempo integral; grade extracurricular, direitos básicos, política e meio ambiente para formar cidadãos; programa de bolsa no Exterior com contrapartida em prestação de serviço.

SEGURANÇA - Projeto Muralha Digital: aumentar o número de câmeras, integrando com particulares, seja do comércio e indústria, seja de casas e prédios, com reconhecimento facial; utilizar drones nas vias públicas.

MEIO AMBIENTE - Incentivo fiscal para empresas que cuidem da manutenção de parques lineares; criação de jardins de chuva; criar um protocolo para a limpeza periódica das bocas de lobo e rios, até para minimizar enchentes; e lei que institui a pavimentação permeável.

Fábio Palácio (PSD)

MOBILIDADE –Trocar a matriz de eficiência em mobilidade, priorizando a sustentabilidade e a diminuição do tempo nos modais existentes. A partir desses novos quatro modais, incentivar o compartilhamento de veículos e apoiar o transporte ativo, transformando as formas de ir e vir em São Caetano.

ECONOMIA – Fomentar linhas de microcrédito; desenvolver centros de inovação tecnológica, como o modelo de Florianópolis, com experiências na pesquisa e inovação; criar infraestrutura para geração de novos empreendimentos, incentivando a vinda de empresas de tecnologia.

EDUCAÇÃO –Tornar ensino referência nacional, visando formar futuros empreendedores; priorizar aprendizagem com novas formas de tecnologia; iniciar em seis unidades processo de transformação de escolas municipais em bilingue; ampliar a oferta de bolsa de estudos da USCS.

SEGURANÇA - Obra única no espaço ocioso da garagem municipal (na Avenida Kennedy), construindo no local centro de operação integrada entre GCM, polícias militar e civil, Defesa Civil, Samu e Bombeiros, com central de monitoramento; interação ao aplicativo de botão do pânico.

MEIO AMBIENTE –Implantar corredores verdes; executar minipiscinões para minimizar impacto das chuvas, a exemplo no trevo próximo ao Instituto Mauá de Tecnologia; e obras de microdrenagem.

Horácio Neto (PSOL)

MOBILIDADE – Ter linhas para interligar todos os bairros, com integração tarifária; criar cooperativa ou empresa de transportes; ampliar e dinamizar bicicletas, incentivá-las como meio de transporte para se locomover, como implementação de ciclovias, parques públicos, locais de trabalho, bicicletário; apostar na manutenção das calçadas.

ECONOMIA –Restaurar as atividades econômicas com auxílio aos empreendedores, inclusive financeiro; estímulo ao crédito de baixo custo; qualificação do e-commerce local; abrir participação do pequeno e microempresário ao conselho de desenvolvimento econômico.

EDUCAÇÃO –Manter atividades virtuais enquanto não surgir a vacina contra Covid-19; valorizar profissionais do setor, no salário e condições de atuação; combater o clientelismo político na educação; ampliar bolsas de estudo e caminhar para gratuidade na USCS

SEGURANÇA –Agir na prevenção dos crimes; descentralizar atuação da GCM; valorizar a corporação; e reformar a sede da guarda e os postos.

MEIO AMBIENTE – Adotar piscinões para combater as enchentes, mas não tornar foco exclusivo, já que é possível apostar na preservação de áreas verdes; ampliar diálogo com o Estado e a população atingida pelas cheias para buscar soluções alternativas.

João Moraes (PT)

MOBILIDADE – Implantar corredores e faixas exclusivos, com valorização de ciclovias; dar transparência ao contrato do transporte coletivo; adotar o bilhete único; buscar, junto a outras cidades da Região Metropolitana, criar fórum do transporte coletivo, para que haja debate de soluções em conjunto.

ECONOMIA – Inserir um centro de formação profissional; potencializar roteiro gastronômico; desburocratizar abertura de empresas; polo de pesquisa e foco em novas áreas, como audiovisual e games; ofertar microcrédito para pequenos empreendedores; fomento ao e-commerce; e articulação com outros entes em busca de soluções.

EDUCAÇÃO –Instituir um plano municipal de educação, com participação social; adquirir equipamentos para aprimorar o ensino a distância; ampliar volume de vagas em creche; amplificar a transparência em conselhos do setor.

SEGURANÇA –Apoiar a política de desarmamento; com campanhas, combater a violência contra a mulher, o preconceito e a segregação; adotar plano de redução de danos nas drogas, ao passo que haja propostas de reinserção na sociedade dos usuários; valorizar profissionais da área.

MEIO AMBIENTE –Tirar do papel plano de drenagem para o município; apostar na compostagem e utilização ecológica de resíduos; construir ciclovias para fomentar uso de bicicleta e reduzir circulação de veículos poluentes. Apostar em transporte tecnológico e menos agressivo ao meio ambiente.

Mario Bohm (Novo)

MOBILIDADE – Ampliar, melhorar e redesenhar o acesso ao Rudge Ramos (Praça Mauá); reformular a saída principal da cidade (pela Almirante Delamare); revisar a concessão de transporte urbano; criar ciclorotas permanentes, inicialmente nas avenidas Goiás, Kennedy e Tijucussu; estimular o uso de bicicletas e patinetes.

ECONOMIA – Incentivar empresas da cidade a participarem das licitações; extinguir todas as taxas e tributos de licenças de âmbito municipal; aumentar o orçamento da diretoria de desenvolvimento econômico, inovação e sustentabilidade; e reurbanizar e modernizar áreas comerciais estratégicas.

EDUCAÇÃO –Criar fundo municipal de educação; incluir empreendedorismo, educação financeira, robótica, programação de sistemas no currículo escolar; capacitar e valorizar continuamente os professores; e priorizar a construção de ensino em período integral.

SEGURANÇA –Adotar central de monitoramento integrado com todos os departamentos municipais; instalar no mínimo 5.000 câmeras de monitoramento e apostar em drones; fomento do uso de aplicativo para informação de ocorrência; e ampliar e modernizar postos da GCM.

MEIO AMBIENTE – Elaborar estudo de viabilidade de usina de incineração de lixo geral e usina de reciclagem de lixo reciclável; incentivar o uso de composteiras residenciais; e converter frota municipal em elétrica.

Nilson Bonome (PSL)

MOBILIDADE – Acabar com os radares móveis da cidade e rever os limites de velocidades dos radares fixos; reestruturar as regras da Zona Azul, aumentando o tempo de tolerância para 60 minutos, além de ampliar o tamanho das vagas para que veículos grandes não sejam multados.

ECONOMIA – Construir centro de convenções para eventos e parque tecnológico; instituir o vale de inovação de São Caetano, atraindo investimentos em tecnologia, informação, estimulando os jovens da cidade a desenvolver novas tecnologias inovadoras.

EDUCAÇÃO – Implantar a creche noturna para auxiliar as mães ou responsáveis que trabalham no período noturno; revitalizar e modernizar o Colégio Alcina Dantas Feijão com novos equipamentos; e criar escola militar com 100% de bolsas de estudos para munícipes.

SEGURANÇA –Reestruturar a GCM, revendo o plano de carreira, além de capacitação contínua para abordagens eficientes e mais humanas; incentivar a não violência através de ações educativas que promovam a tranquilidade, harmonia e paz, dando ênfase na proteção às mulheres.

MEIO AMBIENTE – Trabalhar para combater as enchentes dos bairros Fundação, Prosperidade e Vila São José criando um piscinão embaixo do centro de convenções; rever a taxa do lixo e melhorar o serviço de coleta em toda a cidade.

Thiago Tortorello (PRTB)

MOBILIDADE – Integrar a tarifa do transporte local com a EMTU e CPTM; unir transporte coletivo com meios individuais, como bicicletas; readequar ciclovias e ciclofaixas; acabar com radares móveis; substituir asfalto convencional por material permeável, para reduzir enchentes; melhorar a sinalização viária.

ECONOMIA – Revisão da carga tributária; adotar plano estratégico de retomada e desenvolvimento da economia; transformar São Caetano em cidade inteligente; enxugar a máquina, com corte de secretarias; e estabelecer uma regra de compliance e governança pública na Prefeitura.

EDUCAÇÃO –Viabilizar projetos de educação cívica, que contemplem a formação do caráter e patriotismo; valorizar profissionais da educação com a análise e revisão do plano de cargos e salários; parcerias com institutos nacionais e do Exterior; e criar projetos didáticos e mobilizar a comunidade escolar para a prevenção de doenças, drogas e violência.

SEGURANÇA –Integração do sistema de segurança municipal junto aos órgãos de segurança federal e estadual; valorizar a GCM, com plano de cargos e salários; reestruturar modelo de rondas; e melhorar iluminação pública.

MEIO AMBIENTE –Aprofundamento da reciclagem, dando apoio às cooperativas; incentivo a fontes alternativas de energia renovável; ampliar arborização; impulsionar fiscalização para combater desperdícios; e extinguir a taxa do lixo. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Candidatos à Prefeitura de São Caetano apresentam suas propostas para a cidade

Oito prefeituráveis listam ideias em diversas áreas em cenário incerto pela Covid

Fabio Martins
Do Diário do Grande ABC

25/10/2020 | 08:56


O Diário estreia hoje, dentro da campanha Não Troque Vidas Por Votos, rodada de propostas dos candidatos às prefeituras do Grande ABC em busca de soluções para problemas em cinco eixos: mobilidade, economia, educação, segurança e meio ambiente.

Na semana passada, professores de USCS (Universidade Municipal de São Caetano) e UFABC (Universidade Federal do ABC) dissertaram sobre como os prefeitos eleitos precisarão trabalhar as questões das áreas citadas em busca de um crescimento regional, já que o Grande ABC é área extremamente conurbada.

Os oito candidatos ao Paço de São Caetano apresentam suas ideias para a cidade, que tem o melhor IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do Brasil, mas que, a despeito da fama, lida com percalços.

José Auricchio Júnior (PSDB), Eduardo Casonato (Rede), Fabio Palacio (PSD), Horácio Neto (Psol), João Moraes (PT), Mario Bohm (Novo), Nilson Bonome (PSL) e Thiago Tortorello (PRTB) destrincham o planejamento que têm em mente para os próximos quatro anos do município, em cenário que se apresenta desafiador diante dos reflexos financeiros que a pandemia de Covid-19 trouxe para São Caetano. Haverá pressão nos sistemas de saúde e de educação, com aumento do desemprego, ao passo que não é certa a manutenção da arrecadação diante do fechamento de empresas e comércios.

A próxima rodada será com prefeituráveis de Ribeirão Pires, que vão expor suas propostas na edição de terça-feira.

Auricchio (PSDB)

MOBILIDADE - Criar incentivos fiscais e urbanísticos para a recuperação da vida urbana no Centro; instituir programa municipal de construção e manutenção permanente de 50% das calçadas; concluir ciclovia na Avenida Goiás, parte do projeto calçadas verdes, com 12 quilômetros de extensão de viário; e modernizar pontos de ônibus.

ECONOMIA –Desoneração tributária extraordinária para empresas que gerarem empregos no cenário de pandemia; concessão de microcrédito a pequenos empreendedores; planos estratégicos para o Centro e para o eixo Guido Aliberti; e criação de sistema municipal de inovação.

EDUCAÇÃO –Uso de cartão para compra de material escolar, nos moldes do cartão de uniforme; acolhimento, inclusive psicológico, aos estudantes no retorno às aulas presenciais; auxílio de R$ 60 por aluno matriculado no ensino fundamental; e ampliação de vagas em creche.

SEGURANÇA –Descentralizar atividade da GCM pelos bairros; aplicativo de monitoramento das ocorrências policiais; uso de câmeras privadas no sistema de videomonitoramento municipal; e aperfeiçoamento, a partir da DDM, de política para combater a violência contra a mulher.

MEIO AMBIENTE – Seguir com o Refundação, plano de requalificação do bairro Fundação; concluir o Parque Tamoyo; adotar captação de água da chuva e luz solar nos prédios municipais.

Casonato (Rede)

MOBILIDADE – Ampliar a ciclovia da Kennedy até a estação de ônibus e trem; revitalizar a estação de trem no Bairro Fundação; adotar modais patinetes ou bicicletas elétricas; trocar frota de ônibus movidos a combustíveis fósseis (gasolina/diesel) por ônibus 100% elétricos; e disponibilizar bicicletas para munícipes.

ECONOMIA - Incentivos fiscais para novas empresas que se instalarem na cidade, principalmente e de forma diferenciada para as de tecnologia; isenção fiscal para atrair empresas para São Caetano; e estimular o microempreendedorismo e os novos negócios com microcréditos.

EDUCAÇÃO - Implementar ensino bilíngue em todas as escolas municipais; ampliação do ensino em tempo integral; grade extracurricular, direitos básicos, política e meio ambiente para formar cidadãos; programa de bolsa no Exterior com contrapartida em prestação de serviço.

SEGURANÇA - Projeto Muralha Digital: aumentar o número de câmeras, integrando com particulares, seja do comércio e indústria, seja de casas e prédios, com reconhecimento facial; utilizar drones nas vias públicas.

MEIO AMBIENTE - Incentivo fiscal para empresas que cuidem da manutenção de parques lineares; criação de jardins de chuva; criar um protocolo para a limpeza periódica das bocas de lobo e rios, até para minimizar enchentes; e lei que institui a pavimentação permeável.

Fábio Palácio (PSD)

MOBILIDADE –Trocar a matriz de eficiência em mobilidade, priorizando a sustentabilidade e a diminuição do tempo nos modais existentes. A partir desses novos quatro modais, incentivar o compartilhamento de veículos e apoiar o transporte ativo, transformando as formas de ir e vir em São Caetano.

ECONOMIA – Fomentar linhas de microcrédito; desenvolver centros de inovação tecnológica, como o modelo de Florianópolis, com experiências na pesquisa e inovação; criar infraestrutura para geração de novos empreendimentos, incentivando a vinda de empresas de tecnologia.

EDUCAÇÃO –Tornar ensino referência nacional, visando formar futuros empreendedores; priorizar aprendizagem com novas formas de tecnologia; iniciar em seis unidades processo de transformação de escolas municipais em bilingue; ampliar a oferta de bolsa de estudos da USCS.

SEGURANÇA - Obra única no espaço ocioso da garagem municipal (na Avenida Kennedy), construindo no local centro de operação integrada entre GCM, polícias militar e civil, Defesa Civil, Samu e Bombeiros, com central de monitoramento; interação ao aplicativo de botão do pânico.

MEIO AMBIENTE –Implantar corredores verdes; executar minipiscinões para minimizar impacto das chuvas, a exemplo no trevo próximo ao Instituto Mauá de Tecnologia; e obras de microdrenagem.

Horácio Neto (PSOL)

MOBILIDADE – Ter linhas para interligar todos os bairros, com integração tarifária; criar cooperativa ou empresa de transportes; ampliar e dinamizar bicicletas, incentivá-las como meio de transporte para se locomover, como implementação de ciclovias, parques públicos, locais de trabalho, bicicletário; apostar na manutenção das calçadas.

ECONOMIA –Restaurar as atividades econômicas com auxílio aos empreendedores, inclusive financeiro; estímulo ao crédito de baixo custo; qualificação do e-commerce local; abrir participação do pequeno e microempresário ao conselho de desenvolvimento econômico.

EDUCAÇÃO –Manter atividades virtuais enquanto não surgir a vacina contra Covid-19; valorizar profissionais do setor, no salário e condições de atuação; combater o clientelismo político na educação; ampliar bolsas de estudo e caminhar para gratuidade na USCS

SEGURANÇA –Agir na prevenção dos crimes; descentralizar atuação da GCM; valorizar a corporação; e reformar a sede da guarda e os postos.

MEIO AMBIENTE – Adotar piscinões para combater as enchentes, mas não tornar foco exclusivo, já que é possível apostar na preservação de áreas verdes; ampliar diálogo com o Estado e a população atingida pelas cheias para buscar soluções alternativas.

João Moraes (PT)

MOBILIDADE – Implantar corredores e faixas exclusivos, com valorização de ciclovias; dar transparência ao contrato do transporte coletivo; adotar o bilhete único; buscar, junto a outras cidades da Região Metropolitana, criar fórum do transporte coletivo, para que haja debate de soluções em conjunto.

ECONOMIA – Inserir um centro de formação profissional; potencializar roteiro gastronômico; desburocratizar abertura de empresas; polo de pesquisa e foco em novas áreas, como audiovisual e games; ofertar microcrédito para pequenos empreendedores; fomento ao e-commerce; e articulação com outros entes em busca de soluções.

EDUCAÇÃO –Instituir um plano municipal de educação, com participação social; adquirir equipamentos para aprimorar o ensino a distância; ampliar volume de vagas em creche; amplificar a transparência em conselhos do setor.

SEGURANÇA –Apoiar a política de desarmamento; com campanhas, combater a violência contra a mulher, o preconceito e a segregação; adotar plano de redução de danos nas drogas, ao passo que haja propostas de reinserção na sociedade dos usuários; valorizar profissionais da área.

MEIO AMBIENTE –Tirar do papel plano de drenagem para o município; apostar na compostagem e utilização ecológica de resíduos; construir ciclovias para fomentar uso de bicicleta e reduzir circulação de veículos poluentes. Apostar em transporte tecnológico e menos agressivo ao meio ambiente.

Mario Bohm (Novo)

MOBILIDADE – Ampliar, melhorar e redesenhar o acesso ao Rudge Ramos (Praça Mauá); reformular a saída principal da cidade (pela Almirante Delamare); revisar a concessão de transporte urbano; criar ciclorotas permanentes, inicialmente nas avenidas Goiás, Kennedy e Tijucussu; estimular o uso de bicicletas e patinetes.

ECONOMIA – Incentivar empresas da cidade a participarem das licitações; extinguir todas as taxas e tributos de licenças de âmbito municipal; aumentar o orçamento da diretoria de desenvolvimento econômico, inovação e sustentabilidade; e reurbanizar e modernizar áreas comerciais estratégicas.

EDUCAÇÃO –Criar fundo municipal de educação; incluir empreendedorismo, educação financeira, robótica, programação de sistemas no currículo escolar; capacitar e valorizar continuamente os professores; e priorizar a construção de ensino em período integral.

SEGURANÇA –Adotar central de monitoramento integrado com todos os departamentos municipais; instalar no mínimo 5.000 câmeras de monitoramento e apostar em drones; fomento do uso de aplicativo para informação de ocorrência; e ampliar e modernizar postos da GCM.

MEIO AMBIENTE – Elaborar estudo de viabilidade de usina de incineração de lixo geral e usina de reciclagem de lixo reciclável; incentivar o uso de composteiras residenciais; e converter frota municipal em elétrica.

Nilson Bonome (PSL)

MOBILIDADE – Acabar com os radares móveis da cidade e rever os limites de velocidades dos radares fixos; reestruturar as regras da Zona Azul, aumentando o tempo de tolerância para 60 minutos, além de ampliar o tamanho das vagas para que veículos grandes não sejam multados.

ECONOMIA – Construir centro de convenções para eventos e parque tecnológico; instituir o vale de inovação de São Caetano, atraindo investimentos em tecnologia, informação, estimulando os jovens da cidade a desenvolver novas tecnologias inovadoras.

EDUCAÇÃO – Implantar a creche noturna para auxiliar as mães ou responsáveis que trabalham no período noturno; revitalizar e modernizar o Colégio Alcina Dantas Feijão com novos equipamentos; e criar escola militar com 100% de bolsas de estudos para munícipes.

SEGURANÇA –Reestruturar a GCM, revendo o plano de carreira, além de capacitação contínua para abordagens eficientes e mais humanas; incentivar a não violência através de ações educativas que promovam a tranquilidade, harmonia e paz, dando ênfase na proteção às mulheres.

MEIO AMBIENTE – Trabalhar para combater as enchentes dos bairros Fundação, Prosperidade e Vila São José criando um piscinão embaixo do centro de convenções; rever a taxa do lixo e melhorar o serviço de coleta em toda a cidade.

Thiago Tortorello (PRTB)

MOBILIDADE – Integrar a tarifa do transporte local com a EMTU e CPTM; unir transporte coletivo com meios individuais, como bicicletas; readequar ciclovias e ciclofaixas; acabar com radares móveis; substituir asfalto convencional por material permeável, para reduzir enchentes; melhorar a sinalização viária.

ECONOMIA – Revisão da carga tributária; adotar plano estratégico de retomada e desenvolvimento da economia; transformar São Caetano em cidade inteligente; enxugar a máquina, com corte de secretarias; e estabelecer uma regra de compliance e governança pública na Prefeitura.

EDUCAÇÃO –Viabilizar projetos de educação cívica, que contemplem a formação do caráter e patriotismo; valorizar profissionais da educação com a análise e revisão do plano de cargos e salários; parcerias com institutos nacionais e do Exterior; e criar projetos didáticos e mobilizar a comunidade escolar para a prevenção de doenças, drogas e violência.

SEGURANÇA –Integração do sistema de segurança municipal junto aos órgãos de segurança federal e estadual; valorizar a GCM, com plano de cargos e salários; reestruturar modelo de rondas; e melhorar iluminação pública.

MEIO AMBIENTE –Aprofundamento da reciclagem, dando apoio às cooperativas; incentivo a fontes alternativas de energia renovável; ampliar arborização; impulsionar fiscalização para combater desperdícios; e extinguir a taxa do lixo. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;