Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 25 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Ceará vence, afunda o Coritiba na zona da degola e se aproxima do G6



24/10/2020 | 21:17


O Ceará reagiu rápido da derrota para o Fortaleza na decisão do Campeonato Cearense. O clube alvinegro derrotou o Coritiba por 2 a 1 na noite deste sábado, no Castelão, pela 18ª rodada do Brasileirão, e se aproximou da zona de classificação à Libertadores, o G6.

Com o resultado, o Ceará chegou aos 22 pontos, contra 26 do Fluminense, sexto colocado, e 24 do Fortaleza, seu principal rival e sétimo colocado. O Coritiba, por outro lado, continuou na zona de rebaixamento, com 16, na penúltima posição.

O início de jogo foi alucinante. Segundos após a bola rolar, Fernando Sobral jogou rente à trave. Na resposta, o Coritiba abriu o marcador. Bola recuada para Eduardo Brock, que falhou grosseiramente e deixou a bola de bandeja para Rodrigo Muniz. O atacante mandou, na saída de Fernando Prass, para o fundo das redes.

O gol não afetou o ímpeto do Ceará. Aos sete minutos, Léo Chú saiu em velocidade pelo lado esquerdo e deu para Vinícius. O meia, na segunda trave, deixou tudo igual. O segundo do time alvinegro poderia ter saído logo na sequência, mas a tentativa do lateral Eduardo ficou em uma das traves de Wilson.

Ambos os times criaram mais antes do intervalo. O Coritiba até chegou a marcar, mas o árbitro já havia apitado falta em Matheus Bueno, fora da área, e nada valeu. O Ceará teve a grande oportunidade, com Eduardo Brock. Mas o cabeceio foi por cima do gol.

O panorama do segundo tempo não foi muito diferente. O time da casa continuou superior e chegou ao gol da virada aos seis minutos. Fernando Sobral cruzou para Cléber, que cabeceou na travessão. Na sobra, Eduardo só teve o trabalho de empurrar para fazer 2 a 1.

Atrás do placar, o Coritiba saiu para o abafa. Robson apareceu de frente para o gol e chutou para defesa de Fernando Prass, com os pés. O goleiro salvou mais uma. Desta vez, em arremate de Ricardo Oliveira. O time paranaense perdeu uma chance atrás da outra, e não conseguiu empatar.

No fim, o Ceará se fechou, chamou o Coritiba para o seu campo de defesa e segurou a vantagem conquistada para voltar a vencer no Campeonato Brasileiro e esquecer a derrota na final do Estadual frente ao Fortaleza.

Na próxima rodada, o Ceará enfrenta o Botafogo no sábado, às 17h, no Engenhão, no Rio . No mesmo dia, às 19h, o Coritiba recebe o Atlético-GO no Couto Pereira.

FICHA TÉCNICA

CEARÁ 2 X 1 CORITIBA

CEARÁ - Fernando Prass; Eduardo, Luiz Otávio, Eduardo Brock e Alyson; Pedro Naressi (Fabinho), Charles, Fernando Sobral (Lima) e Vinícius (Wescley); Léo Chú (Kelvyn) e Cléber (Saulo Mineiro). Técnico: Guto Ferreira.

CORITIBA - Wilson; Matheus Sales, Nathan Silva, Sabino e William Matheus; Matheus Bueno (Ramón Martínez), Matheus Galdezani (Gabriel), Yan Sasse (Nathan), Giovanni Augusto e Robson (Cerutti); Rodrigo Muniz (Ricardo Oliveira). Técnico: Jorginho.

GOLS - Rodrigo Muniz, o um, e Vinícius, aos sete minutos do primeiro tempo. Eduardo, aos sete minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Felipe Fernandes de Lima (MG).

CARTÕES AMARELOS - Alyson, Charles e Pedro Naressi (Ceará); Robson (Coritiba).

LOCAL - Castelão, em Fortaleza (CE).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ceará vence, afunda o Coritiba na zona da degola e se aproxima do G6


24/10/2020 | 21:17


O Ceará reagiu rápido da derrota para o Fortaleza na decisão do Campeonato Cearense. O clube alvinegro derrotou o Coritiba por 2 a 1 na noite deste sábado, no Castelão, pela 18ª rodada do Brasileirão, e se aproximou da zona de classificação à Libertadores, o G6.

Com o resultado, o Ceará chegou aos 22 pontos, contra 26 do Fluminense, sexto colocado, e 24 do Fortaleza, seu principal rival e sétimo colocado. O Coritiba, por outro lado, continuou na zona de rebaixamento, com 16, na penúltima posição.

O início de jogo foi alucinante. Segundos após a bola rolar, Fernando Sobral jogou rente à trave. Na resposta, o Coritiba abriu o marcador. Bola recuada para Eduardo Brock, que falhou grosseiramente e deixou a bola de bandeja para Rodrigo Muniz. O atacante mandou, na saída de Fernando Prass, para o fundo das redes.

O gol não afetou o ímpeto do Ceará. Aos sete minutos, Léo Chú saiu em velocidade pelo lado esquerdo e deu para Vinícius. O meia, na segunda trave, deixou tudo igual. O segundo do time alvinegro poderia ter saído logo na sequência, mas a tentativa do lateral Eduardo ficou em uma das traves de Wilson.

Ambos os times criaram mais antes do intervalo. O Coritiba até chegou a marcar, mas o árbitro já havia apitado falta em Matheus Bueno, fora da área, e nada valeu. O Ceará teve a grande oportunidade, com Eduardo Brock. Mas o cabeceio foi por cima do gol.

O panorama do segundo tempo não foi muito diferente. O time da casa continuou superior e chegou ao gol da virada aos seis minutos. Fernando Sobral cruzou para Cléber, que cabeceou na travessão. Na sobra, Eduardo só teve o trabalho de empurrar para fazer 2 a 1.

Atrás do placar, o Coritiba saiu para o abafa. Robson apareceu de frente para o gol e chutou para defesa de Fernando Prass, com os pés. O goleiro salvou mais uma. Desta vez, em arremate de Ricardo Oliveira. O time paranaense perdeu uma chance atrás da outra, e não conseguiu empatar.

No fim, o Ceará se fechou, chamou o Coritiba para o seu campo de defesa e segurou a vantagem conquistada para voltar a vencer no Campeonato Brasileiro e esquecer a derrota na final do Estadual frente ao Fortaleza.

Na próxima rodada, o Ceará enfrenta o Botafogo no sábado, às 17h, no Engenhão, no Rio . No mesmo dia, às 19h, o Coritiba recebe o Atlético-GO no Couto Pereira.

FICHA TÉCNICA

CEARÁ 2 X 1 CORITIBA

CEARÁ - Fernando Prass; Eduardo, Luiz Otávio, Eduardo Brock e Alyson; Pedro Naressi (Fabinho), Charles, Fernando Sobral (Lima) e Vinícius (Wescley); Léo Chú (Kelvyn) e Cléber (Saulo Mineiro). Técnico: Guto Ferreira.

CORITIBA - Wilson; Matheus Sales, Nathan Silva, Sabino e William Matheus; Matheus Bueno (Ramón Martínez), Matheus Galdezani (Gabriel), Yan Sasse (Nathan), Giovanni Augusto e Robson (Cerutti); Rodrigo Muniz (Ricardo Oliveira). Técnico: Jorginho.

GOLS - Rodrigo Muniz, o um, e Vinícius, aos sete minutos do primeiro tempo. Eduardo, aos sete minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Felipe Fernandes de Lima (MG).

CARTÕES AMARELOS - Alyson, Charles e Pedro Naressi (Ceará); Robson (Coritiba).

LOCAL - Castelão, em Fortaleza (CE).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;