Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 25 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Bragantino vence Goiás e empurra o Vasco para a zona da degola



24/10/2020 | 19:43


O Red Bull Bragantino deixou a zona de rebaixamento ao derrotar o Goiás por 2 a 0, neste sábado, no estádio Nabi Abi Chedid, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, jogando o Botafogo para o grupo da degola.

Com o resultado, o time paulista chegou aos 19 pontos, um mais do que o Vasco, que entrou na zona de rebaixamento. O Goiás, por outro lado, continua na lanterna, com 11, e já vai para sete jogos sem vencer na competição.

O primeiro tempo foi todo do Bragantino, com exceção de um bom lance criado pelo Goiás logo no minuto inicial. Caju ajeitou para Rafael Moura, que mandou rente à trave. Após o susto, o time paulista tomou conta da partida e fez o que quis no setor ofensivo, principalmente com Claudinho e Artur.

O Bragantino, no entanto, foi perdendo uma chance atrás da outra. Edimar tentou de longe, mas parou na defesa do goleiro Tadeu. Claudinho também chegou com perigo, de cabeça, mandando a bola pela linha de fundo. O Goiás foi jogado por completo na defesa e começou a se segurar como podia, mas as falhas falaram mais alto.

Aos 46 minutos, Caju foi tentar cortar uma bola cruzada para dentro da área, mas falhou. Heron e Tadeu não tiraram e viram a bola sobrar para Ytalo, que mandou para o fundo das redes, sem dar qualquer tempo para o time goiano reagir ainda no primeiro tempo.

O panorama não mudou no segundo tempo. O Goiás seguia sem se achar em campo e se preocupou apenas em marcar o Bragantino, que, na velocidade e no talento de seus jogadores, ameaçava mais. Artur recebeu dentro da área, pelo lado direito, e jogou rente à trave. Já Claudinho, de fora, ficou em Tadeu.

Nas jogadas de bola parada, o Goiás ficou no quase. Após cobrança de escanteio, a bola ficou viva dentro da área, mas Fernando perdeu chance clara. Vinícius também teve grande oportunidade, logo na sequência, mas hesitou na hora de finalizar e perdeu a bola. Melhor para o Bragantino, que fez o segundo. Aos 37, Claudinho recebeu de Lucas Evangelista e acertou um belo chute para ampliar.

Com uma grande vantagem, o time paulista tirou o pé do acelerador e começou a administrar o jogo para confirmar mais uma vitória e enfim respirar na luta contra o rebaixamento.

Na próxima rodada, o Goiás enfrenta o Vasco, em 1º de novembro, às 20h30, no estádio da Serrinha. No dia seguinte, às 20h, o Bragantino visita o Grêmio, em Porto Alegre.

FICHA TÉCNICA

BRAGANTINO 2 X 0 GOIÁS

BRAGANTINO - Cleiton; Aderlan (Lucas Evangelista), Léo Ortiz, Ligger e Edimar; Ricardo Ryller, Raul, Artur (Luis Phelipe) e Bruno Tubarão (Cuello) (Morato); Claudinho e Ytalo (Thonny Anderson). Técnico: Maurício Barbieri.

GOIÁS - Tadeu; Edilson (Pintado), David Duarte, Fábio Sanches (Heron) e Caju; Ariel Cabral, Ratinho e Shaylon (Douglas Baggio); Keko, Rafael Moura (Fernandão) e Vinícius (Sandrinho). Técnico: Enderson Moreira.

GOLS - Ytalo, aos 46 minutos do primeiro tempo. Claudinho, aos 37 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Ramon Abatti Abel (SC).

CARTÕES AMARELOS - Pintado e Rafael Moura (Goiás).

LOCAL - Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bragantino vence Goiás e empurra o Vasco para a zona da degola


24/10/2020 | 19:43


O Red Bull Bragantino deixou a zona de rebaixamento ao derrotar o Goiás por 2 a 0, neste sábado, no estádio Nabi Abi Chedid, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, jogando o Botafogo para o grupo da degola.

Com o resultado, o time paulista chegou aos 19 pontos, um mais do que o Vasco, que entrou na zona de rebaixamento. O Goiás, por outro lado, continua na lanterna, com 11, e já vai para sete jogos sem vencer na competição.

O primeiro tempo foi todo do Bragantino, com exceção de um bom lance criado pelo Goiás logo no minuto inicial. Caju ajeitou para Rafael Moura, que mandou rente à trave. Após o susto, o time paulista tomou conta da partida e fez o que quis no setor ofensivo, principalmente com Claudinho e Artur.

O Bragantino, no entanto, foi perdendo uma chance atrás da outra. Edimar tentou de longe, mas parou na defesa do goleiro Tadeu. Claudinho também chegou com perigo, de cabeça, mandando a bola pela linha de fundo. O Goiás foi jogado por completo na defesa e começou a se segurar como podia, mas as falhas falaram mais alto.

Aos 46 minutos, Caju foi tentar cortar uma bola cruzada para dentro da área, mas falhou. Heron e Tadeu não tiraram e viram a bola sobrar para Ytalo, que mandou para o fundo das redes, sem dar qualquer tempo para o time goiano reagir ainda no primeiro tempo.

O panorama não mudou no segundo tempo. O Goiás seguia sem se achar em campo e se preocupou apenas em marcar o Bragantino, que, na velocidade e no talento de seus jogadores, ameaçava mais. Artur recebeu dentro da área, pelo lado direito, e jogou rente à trave. Já Claudinho, de fora, ficou em Tadeu.

Nas jogadas de bola parada, o Goiás ficou no quase. Após cobrança de escanteio, a bola ficou viva dentro da área, mas Fernando perdeu chance clara. Vinícius também teve grande oportunidade, logo na sequência, mas hesitou na hora de finalizar e perdeu a bola. Melhor para o Bragantino, que fez o segundo. Aos 37, Claudinho recebeu de Lucas Evangelista e acertou um belo chute para ampliar.

Com uma grande vantagem, o time paulista tirou o pé do acelerador e começou a administrar o jogo para confirmar mais uma vitória e enfim respirar na luta contra o rebaixamento.

Na próxima rodada, o Goiás enfrenta o Vasco, em 1º de novembro, às 20h30, no estádio da Serrinha. No dia seguinte, às 20h, o Bragantino visita o Grêmio, em Porto Alegre.

FICHA TÉCNICA

BRAGANTINO 2 X 0 GOIÁS

BRAGANTINO - Cleiton; Aderlan (Lucas Evangelista), Léo Ortiz, Ligger e Edimar; Ricardo Ryller, Raul, Artur (Luis Phelipe) e Bruno Tubarão (Cuello) (Morato); Claudinho e Ytalo (Thonny Anderson). Técnico: Maurício Barbieri.

GOIÁS - Tadeu; Edilson (Pintado), David Duarte, Fábio Sanches (Heron) e Caju; Ariel Cabral, Ratinho e Shaylon (Douglas Baggio); Keko, Rafael Moura (Fernandão) e Vinícius (Sandrinho). Técnico: Enderson Moreira.

GOLS - Ytalo, aos 46 minutos do primeiro tempo. Claudinho, aos 37 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Ramon Abatti Abel (SC).

CARTÕES AMARELOS - Pintado e Rafael Moura (Goiás).

LOCAL - Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;