Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 23 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Usain Bolt vai virar estátua em dezembro, na cidade de Falmouth, na Jamaica

Reprodução/Instragram Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


23/10/2020 | 17:45


O jamaicano Usain Bolt vai ser homenageado, mais uma vez, com uma estátua em seu país. Desta vez, o local escolhido para celebrar o ganhador de oito medalhas de ouro olímpicas será a cidade de Falmouth. Segundo a ministra da Cultura, Gênero, Entretenimento e Esportes da Jamaica, Olivia Grange, o monumento será erguido até dezembro.

Falmouth é a capital de Trelawny, no condado de Cornwall. Bolt nasceu há 34 anos em Sherwood Content, uma pequena cidade a meia hora ao sul de Falmouth. "O nosso honorável Usain Bolt colocou a Jamaica no cenário mundial", disse a ministra.

Além dos oito títulos olímpicos, Bolt ostenta 14 medalhas em campeonatos mundiais (11 de ouro, duas de prata e uma de bronze) e o recorde mundial dos 100 metros, com 9s58, obtido no Mundial de Berlim, em 2009. O velocista encerrou a carreira em 2017, ano em que foi homenageado com uma estatura no estádio Nacional, na capital Kingston.

Natural de Trelawny, Veronica Campbell-Brown, outra personalidade esportiva da Jamaica, também será homenageada. Uma escola na cidade receberá seu nome. Ela soma oito pódios olímpicos, em cinco olimpíadas disputadas, sendo três ouros, três pratas e dois bronzes. Em Mundiais, são mais três de ouro, sete de prata e um de bronze. Campbell-Brown e Bolt são considerados os principais atletas jamaicanos da historia.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Usain Bolt vai virar estátua em dezembro, na cidade de Falmouth, na Jamaica


23/10/2020 | 17:45


O jamaicano Usain Bolt vai ser homenageado, mais uma vez, com uma estátua em seu país. Desta vez, o local escolhido para celebrar o ganhador de oito medalhas de ouro olímpicas será a cidade de Falmouth. Segundo a ministra da Cultura, Gênero, Entretenimento e Esportes da Jamaica, Olivia Grange, o monumento será erguido até dezembro.

Falmouth é a capital de Trelawny, no condado de Cornwall. Bolt nasceu há 34 anos em Sherwood Content, uma pequena cidade a meia hora ao sul de Falmouth. "O nosso honorável Usain Bolt colocou a Jamaica no cenário mundial", disse a ministra.

Além dos oito títulos olímpicos, Bolt ostenta 14 medalhas em campeonatos mundiais (11 de ouro, duas de prata e uma de bronze) e o recorde mundial dos 100 metros, com 9s58, obtido no Mundial de Berlim, em 2009. O velocista encerrou a carreira em 2017, ano em que foi homenageado com uma estatura no estádio Nacional, na capital Kingston.

Natural de Trelawny, Veronica Campbell-Brown, outra personalidade esportiva da Jamaica, também será homenageada. Uma escola na cidade receberá seu nome. Ela soma oito pódios olímpicos, em cinco olimpíadas disputadas, sendo três ouros, três pratas e dois bronzes. Em Mundiais, são mais três de ouro, sete de prata e um de bronze. Campbell-Brown e Bolt são considerados os principais atletas jamaicanos da historia.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;