Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 26 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Bruno cobra pênalti e marca gol no empate do Rio Branco-AC pela Série D



22/10/2020 | 20:54


O goleiro Bruno voltou a marcar um gol após dez anos. Conhecido pelas cobranças de falta e pênalti pelo Flamengo, ele depois foi condenado e preso pelo assassinato de Eliza Samúdio, em caso de grande repercussão nacional. Hoje, sob regime semiaberto, disputa o Brasileiro da Série D pelo Rio Branco-AC.

O goleiro abriu o placar no empate por 1 a 1 desta quinta-feira, contra o Bragantino-PA, na Arena Acreana, em uma cobrança de pênalti aos oito minutos do segundo tempo. Depois ele sofreu o gol de empate aos 23 minutos, feito por Edgar, do time paraense.

Desta forma, Bruno voltou a balançar as redes após dez anos. O último gol dele tinha sido marcado no Campeonato Brasileiro de 2010, cobrando falta em derrota por 2 a 1 para o Fluminense, em 26 de maio.

Após cumprir parte da sentença, Bruno obteve liminar para cumprir o restante do tempo de prisão em regime semiaberto e conseguiu acertar com o Rio Branco, depois de várias tentativas frustradas de atuar por outros clubes. O goleiro chegou a utilizar uma tornozeleira eletrônica durante jogos e treinamentos, mas já não precisa mais do utensílio.

O Rio Branco-AC é quarto colocado no Grupo A1, com 13 pontos e dentro da zona de classificação à próxima fase, com o Bragantino-PA na liderança, com 17 pontos. Entre eles aparecem o Galvez, também do Acre, com 16 pontos, e o Fast Club, do amazonas, com 13.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bruno cobra pênalti e marca gol no empate do Rio Branco-AC pela Série D


22/10/2020 | 20:54


O goleiro Bruno voltou a marcar um gol após dez anos. Conhecido pelas cobranças de falta e pênalti pelo Flamengo, ele depois foi condenado e preso pelo assassinato de Eliza Samúdio, em caso de grande repercussão nacional. Hoje, sob regime semiaberto, disputa o Brasileiro da Série D pelo Rio Branco-AC.

O goleiro abriu o placar no empate por 1 a 1 desta quinta-feira, contra o Bragantino-PA, na Arena Acreana, em uma cobrança de pênalti aos oito minutos do segundo tempo. Depois ele sofreu o gol de empate aos 23 minutos, feito por Edgar, do time paraense.

Desta forma, Bruno voltou a balançar as redes após dez anos. O último gol dele tinha sido marcado no Campeonato Brasileiro de 2010, cobrando falta em derrota por 2 a 1 para o Fluminense, em 26 de maio.

Após cumprir parte da sentença, Bruno obteve liminar para cumprir o restante do tempo de prisão em regime semiaberto e conseguiu acertar com o Rio Branco, depois de várias tentativas frustradas de atuar por outros clubes. O goleiro chegou a utilizar uma tornozeleira eletrônica durante jogos e treinamentos, mas já não precisa mais do utensílio.

O Rio Branco-AC é quarto colocado no Grupo A1, com 13 pontos e dentro da zona de classificação à próxima fase, com o Bragantino-PA na liderança, com 17 pontos. Entre eles aparecem o Galvez, também do Acre, com 16 pontos, e o Fast Club, do amazonas, com 13.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;