Fechar
Publicidade

Sábado, 15 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Curitiba investiga compra de supermercado


Do Diário do Grande ABC

21/04/1999 | 22:20


O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) do Ministério da Justiça começa a analisar nesta sexta-feira um processo envolvendo a aquisiçao, pela rede de supermercados portuguesa Sonae, de uma cadeia de oito lojas da empresa paranaense Coletao. O processo foi instaurado a pedido da Procuradoria da República em Curitiba junto à Secretaria de Direito Econômico (SDE) que enviou o pedido ao Cade.

A alegaçao da Procuradoria é de que, com a compra do Coletao, o Sonae vai deter mais de 30% do mercado paranaense, ultrapassando o limite de 20% que, de acordo com a legislaçao antitruste, já configura domínio de mercado e risco para a livre concorrência. No entanto, a aquisiçao do Coletao é o ápice de uma briga muito maior que o Sonae comprou no Paraná e que já envolve cerca de 300 empresas, federaçoes e sindicatos de fornecedores, a Assembléia Legislativa e até a Comissao de Defesa do Consumidor, Meio Ambiente e Minorias da Câmara dos Deputados.

Os fornecedores acusam o Sonae de obrigá-los, desde o início deste ano, a dar descontos muito elevados, na faixa de 15%, e de cobrar uma ''taxa de cadastro`` de R$ 2,5 mil. Além disso, dizem os fornecedores, os supermercados do grupo português cobram um certo ''rappel``, taxa para financiamento de infra-estrutura e pagamento pelo espaço que o produto ocupa na loja que chega a custar 11% do valor das vendas. A diretoria do grupo negou que cobrasse as taxas e tentou negociar com os representantes dos fornecedores.

Na semana passada, a Comissao de Defesa do Consumidor organizou uma audiência pública para discutir o assunto na Assembléia Legislativa em Curitiba. A Procuradoria também pediu ao Cade a aplicaçao de uma multa de R$ 5,8 milhoes ao Sonae por nao ter comunicado ao Cade a compra das redes que teriam levado o grupo a ultrapassar o índice de 20% de concentraçao do mercado.

Com a aquisiçao do Coletao, o Sonae passa a ter 23 supermercados no Paraná sendo 21 em Curitiba, um em Maringá outro em Ponta Grossa. Em todo o país, o grupo, que é um dos maiores da Europa, já tem 144 lojas, cerca de 20 mil funcionários e um faturamento anual da ordem de R$ 2,8 bilhoes. Para chegar até a terceira posiçao entre os grandes do ramo (depois do Pao de Açúcar e do Carrefour), o Sonae adquiriu as redes de supermercados Mercadorama, Extra-Econômico, Nacional, Companhia Real de Distribuiçao, Cândia e Big.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Curitiba investiga compra de supermercado

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, acesse com:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;