Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 24 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

São Caetano testa metade da população

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Taxa é mais do que o dobro da obtida pelo Distrito Federal, que, segundo o IBGE, é o ente da federação que mais realizou exames da Covid-19


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

22/10/2020 | 00:01


A cada dois moradores de São Caetano, um foi submetido ao teste da Covid desde o início da pandemia. Foram 81.691 exames realizados até agora, para população de 161.127 habitantes, ou seja, 50,7% dos são-caetanenses foram examinados. A taxa é uma das maiores do Brasil. Apesar de não ter um número oficial por cidade, levantamento do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) apontou que, até agosto, o Distrito Federal era a unidade da federação com maior taxa de população testada, com 19,4%, menos da metade da taxa da cidade do Grande ABC. Números atualizados do governo de São Paulo apontam que 11,6% dos paulistas fizeram a análise.

A taxa de São Caetano é ainda mais expressiva se comparada com o cenário nacional, onde o IBGE apurou que apenas 8,5% da população foi testada.
O número divulgado ontem pela Prefeitura de São Caetano leva em consideração testes realizados tanto nos centros médicos da cidade como em programas como Disque Coronavírus, além do drive-thru, bloqueios sanitários e inquéritos epidemiológicos realizados nas habitações coletivas, instituições de longa permanência para idosos, agentes das forças de segurança, profissionais da saúde e comunidade estudantil. São do tipo PCR, que colhe amostras nasal, como também sorológicos e os rápidos.

A testagem na cidade continua. O alvo segue sendo a comunidade escolar, com foco nos profissionais da educação. Os exames começaram no dia 29 de setembro e, até o momento, foram mais de 2.800 análises realizadas. “Toda nossa testagem obedece lógica. O teste rápido precisa estar dentro de uma estratégia de amostragens, não tem valor individual. São Caetano adotou a testagem por segmentos e faixas etárias para conhecer a expansão do coronavírus em cada parcela da população. A partir disso, definimos estratégias de combate ao vírus.”, explicou a secretária de Saúde do município, Regina Maura.

Identificar os contaminados para tirar de circulação foi a motivação para a criação da testagem em massa no sistema drive-thru. Tendas foram montadas na garagem municipal, na Avenida Presidente Kennedy, 2.100, no bairro Olímpico, e contemplaram diversas categorias, como comerciantes e comerciários; pessoas que atuam nas áreas de beleza e estética; taxistas e motoristas de aplicativos; transportadores escolares; feirantes; motoristas de ônibus; profissionais de saúde da iniciativa privada; prestadores de serviços; microempreendedores individuais; metalúrgicos e moradores com idade a partir de 50 anos; e profissionais da educação.

São Caetano acumula 3.991 moradores infectados pelo novo coronavírus e 221 mortes causadas pela doença. Se considerarmos apenas os testes rápidos, foram 47.259 exames realizados até agora, sendo que 3.444 (7,3%) deram resultado positivo.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

São Caetano testa metade da população

Taxa é mais do que o dobro da obtida pelo Distrito Federal, que, segundo o IBGE, é o ente da federação que mais realizou exames da Covid-19

Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

22/10/2020 | 00:01


A cada dois moradores de São Caetano, um foi submetido ao teste da Covid desde o início da pandemia. Foram 81.691 exames realizados até agora, para população de 161.127 habitantes, ou seja, 50,7% dos são-caetanenses foram examinados. A taxa é uma das maiores do Brasil. Apesar de não ter um número oficial por cidade, levantamento do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) apontou que, até agosto, o Distrito Federal era a unidade da federação com maior taxa de população testada, com 19,4%, menos da metade da taxa da cidade do Grande ABC. Números atualizados do governo de São Paulo apontam que 11,6% dos paulistas fizeram a análise.

A taxa de São Caetano é ainda mais expressiva se comparada com o cenário nacional, onde o IBGE apurou que apenas 8,5% da população foi testada.
O número divulgado ontem pela Prefeitura de São Caetano leva em consideração testes realizados tanto nos centros médicos da cidade como em programas como Disque Coronavírus, além do drive-thru, bloqueios sanitários e inquéritos epidemiológicos realizados nas habitações coletivas, instituições de longa permanência para idosos, agentes das forças de segurança, profissionais da saúde e comunidade estudantil. São do tipo PCR, que colhe amostras nasal, como também sorológicos e os rápidos.

A testagem na cidade continua. O alvo segue sendo a comunidade escolar, com foco nos profissionais da educação. Os exames começaram no dia 29 de setembro e, até o momento, foram mais de 2.800 análises realizadas. “Toda nossa testagem obedece lógica. O teste rápido precisa estar dentro de uma estratégia de amostragens, não tem valor individual. São Caetano adotou a testagem por segmentos e faixas etárias para conhecer a expansão do coronavírus em cada parcela da população. A partir disso, definimos estratégias de combate ao vírus.”, explicou a secretária de Saúde do município, Regina Maura.

Identificar os contaminados para tirar de circulação foi a motivação para a criação da testagem em massa no sistema drive-thru. Tendas foram montadas na garagem municipal, na Avenida Presidente Kennedy, 2.100, no bairro Olímpico, e contemplaram diversas categorias, como comerciantes e comerciários; pessoas que atuam nas áreas de beleza e estética; taxistas e motoristas de aplicativos; transportadores escolares; feirantes; motoristas de ônibus; profissionais de saúde da iniciativa privada; prestadores de serviços; microempreendedores individuais; metalúrgicos e moradores com idade a partir de 50 anos; e profissionais da educação.

São Caetano acumula 3.991 moradores infectados pelo novo coronavírus e 221 mortes causadas pela doença. Se considerarmos apenas os testes rápidos, foram 47.259 exames realizados até agora, sendo que 3.444 (7,3%) deram resultado positivo.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;