Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 26 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Ibovespa tem abertura fraca à espera de sinalização em Nova York



21/10/2020 | 10:54


O Índice Bovespa abriu em alta, mas não conseguiu sustentar a tendência e passou para o terreno negativo, à espera de uma sinalização dos índices de Nova York, onde o clima é de expectativa por notícias de avanços nas negociações de um novo pacote de estímulos fiscais.

Tanto a alta do Ibovespa como a queda neste início de pregão foram determinadas principalmente pelas ações do setor financeiro, que têm sido o grande destaque dos últimos dias.

Com desempenho inferior ao do índice no acumulado do ano, os papéis dos bancos espelham riscos políticos, fiscais e questões inerentes ao setor, às vésperas do início da divulgação de resultados trimestrais. Além disso, são ações que sofrem influência de suas pares no exterior.

Às 10h38, o Ibovespa tinha baixa de 0,10%, aos 100.441,49 pontos. Bradesco PN tinha queda de 0,60%, enquanto Itaú Unibanco PN perdia 0,66%.

Apesar dos números positivos do seu relatório de produção e vendas, as ações da Petrobras recuam, alinhadas à queda dos preços do petróleo no mercado internacional.

Em Nova York, o índice Dow Jones subia 0,27% nestes primeiros minutos de negociação. S&P500 e Nasdaq avançavam 0,41% e 0,56%, nesta ordem.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ibovespa tem abertura fraca à espera de sinalização em Nova York


21/10/2020 | 10:54


O Índice Bovespa abriu em alta, mas não conseguiu sustentar a tendência e passou para o terreno negativo, à espera de uma sinalização dos índices de Nova York, onde o clima é de expectativa por notícias de avanços nas negociações de um novo pacote de estímulos fiscais.

Tanto a alta do Ibovespa como a queda neste início de pregão foram determinadas principalmente pelas ações do setor financeiro, que têm sido o grande destaque dos últimos dias.

Com desempenho inferior ao do índice no acumulado do ano, os papéis dos bancos espelham riscos políticos, fiscais e questões inerentes ao setor, às vésperas do início da divulgação de resultados trimestrais. Além disso, são ações que sofrem influência de suas pares no exterior.

Às 10h38, o Ibovespa tinha baixa de 0,10%, aos 100.441,49 pontos. Bradesco PN tinha queda de 0,60%, enquanto Itaú Unibanco PN perdia 0,66%.

Apesar dos números positivos do seu relatório de produção e vendas, as ações da Petrobras recuam, alinhadas à queda dos preços do petróleo no mercado internacional.

Em Nova York, o índice Dow Jones subia 0,27% nestes primeiros minutos de negociação. S&P500 e Nasdaq avançavam 0,41% e 0,56%, nesta ordem.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;