Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 25 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Ovo: mocinho ou vilão?


Do Diário do Grande ABC

20/10/2020 | 23:59


O consumo de ovos sempre gera muitas incertezas entre a população e, verdade seja dita, as ‘dietas da moda’ que ora demonizam ora exaltam o alimento não ajudam! Entre as dúvidas mais frequentes levadas aos consultórios de nutricionistas estão: ‘Ele pode ser consumido?’, ‘aumenta o colesterol?’, ‘qual é a quantidade recomendada?’. No Brasil, a I Diretriz Sobre o Consumo de Gorduras e Saúde Cardiovascular recomenda limitação no consumo de colesterol em até 300 mg ao dia. Da mesma forma, a V Diretriz Brasileira de Dislipidemias e Prevenção da Aterosclerose incentiva a ingestão de menos do que 300 mg ao dia de colesterol para pacientes no geral, sendo que para pessoas já com dislipidemia (elevação de colesterol e triglicerídeos), o consumo deve ser menor do que 200 mg ao dia.

Ainda que ambas não limitem a quantidade de ovos a serem ingeridos por dia, elas consideram que um ovo contém de 50 mg a 250 mg de colesterol, dependendo do seu tamanho. Estudo publicado em 2019 pela revista Jama apontou que, para cada 300 mg adicionais de colesterol ingeridos por dia, o risco de doenças cardiovasculares aumentou em 17% e a mortalidade por variadas causas em 18%. Em análise mais detalhada, a ingestão de colesterol foi ainda mais fortemente associada ao risco de acidente vascular cerebral do que à doença cardíaca.

O guia dietético norte-americano, o Dietary Guidelines for Americans 2015, já removeu a recomendação anterior de limitar o consumo de colesterol dietético a 300 mg por dia, à medida em que mais atenção foi dada à influência da gordura saturada e trans nos níveis de colesterol sanguíneo. Segundo Fran Hu, pesquisador da Universidade de Harvard, informações não devem mudar as diretrizes gerais de alimentação saudável que enfatizam o aumento do consumo de frutas, vegetais, grãos inteiros, nozes e legumes e a redução do consumo de carne vermelha, carnes processadas e açúcar. Contudo, generalizar os resultados para populações não americanas requer cautela, uma vez que pessoas de outras localidades são expostas a diferentes culturas nutricionais, padrões de alimentação e epidemiologia de doenças. Além disso, trata-se de trabalho de dados observacionais, o que não permite estabelecer relação de causa e efeito.

O ovo é importante fonte de vitaminas como a A, que previne a cegueira e a anemia, principalmente em crianças. A colina, vitamina do complexo B, também está presente e é importante para a saúde do cérebro, principalmente durante a gestação e lactação. Por isso, é preciso olhar para o indivíduo e entender o seu padrão de alimentação como um todo, com os diferentes grupos de nutrientes e não focar apenas em um alimento específico.

Carolina Pimentel é nutricionista, com mestrado e doutorado pela Universidade de São Paulo.


PALAVRA DO LEITOR

Imoral
Referente ao áudio do prefeito de Diadema, Lauro Michels, cobrando a participação de comissionados da Prefeitura na campanha do candidato governista à Prefeitura, Pretinho do Água Santa (Política, ontem), é no mínimo imoral! Imagino o que os demais candidatos à reeleição por nossa região estão fazendo...
Thiago Scarabelli Sangregorio
São Bernardo

R$ 20 ao Metrô
Quando li a manchete neste Diário, na qual diz que ‘Doria deixa R$ 20 no orçamento para trazer Metrô e BRT à região’ (ontem), pensei que fossem R$ 20 milhões, que já é pouco. Mas são realmente R$ 20. Que brincadeira de mau gosto. O governador está pensando em que quando faz isso? Que o povo do Grande ABC é burro, ignorante ou qualquer outro adjetivo? Devemos lembrar disso nas próximas eleições e este Diário tem papel fundamental nisso, mostrando a verdadeira face dos governantes em relação ao Grande ABC.
Alberto Utida
Capital

Cuecão GG
Vexatória e ridícula a situação em que foi flagrado o senador Chico Rodrigues em sua residência. Pior: disse que vai provar inocência. Como assim, senador? Pior ainda: seus pares no Senado querem derrubar a decisão do ministro Barroso que determinou o afastamento do ‘cuecão GG’ por 90 dias. O senador Plínio Valério, por exemplo, disse que o ministro está querendo jogar o Senado contra a sociedade. De que planeta veio esse cidadão? Além dele, outros senadores investigados, alguns réus da Lava Jato, se dizem indignados com a decisão do ministro. Claro, o próximo a ser atingido pode ser ‘eu’. Sabe quem é suplente caso seja cassado? O próprio filho, acreditem, que sequer teve um voto. Essa vergonha também precisa acabar. Reforma política é para ontem. Parabéns ao trabalho inestimável que a Polícia Federal e a Operação Lava Jato, com reconhecimento internacional, vêm fazendo no combate à corrupção. Quanto ao Legislativo, boa parte se esconde atrás do vergonhoso foro privilegiado para se proteger da Justiça.
Mauri Fontes
Santo André

Artesanato
Muito oportuna a reportagem, de autoria da jornalista Flavia Kurotori, publicada neste prestigioso Diário, que deixa patente que pessoas da minha faixa etária (tenho 67 anos) devem continuar em resguardo (Setecidades, dia 18). O isolamento me possibilitou aflorar habilidade que até então desconhecia: trabalho manual! Apesar de deixar minha amada sem sorte – digo, consorte – atarantada com minhas arrumações, cortes, colagens, tesoura, cola, fita adesiva, tira, pendura, tira, a decupagem tem sido supimpa, porque é também terapia eficaz e até me faz esquecer – momentaneamente – da desgraça inexcedível de ter presidente da República Federativa do Brasil ignaro e tosco. Aproveito o ensejo para clamar: Fora, Bolsonaro!
João Paulo de Oliveira
Diadema



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ovo: mocinho ou vilão?

Do Diário do Grande ABC

20/10/2020 | 23:59


O consumo de ovos sempre gera muitas incertezas entre a população e, verdade seja dita, as ‘dietas da moda’ que ora demonizam ora exaltam o alimento não ajudam! Entre as dúvidas mais frequentes levadas aos consultórios de nutricionistas estão: ‘Ele pode ser consumido?’, ‘aumenta o colesterol?’, ‘qual é a quantidade recomendada?’. No Brasil, a I Diretriz Sobre o Consumo de Gorduras e Saúde Cardiovascular recomenda limitação no consumo de colesterol em até 300 mg ao dia. Da mesma forma, a V Diretriz Brasileira de Dislipidemias e Prevenção da Aterosclerose incentiva a ingestão de menos do que 300 mg ao dia de colesterol para pacientes no geral, sendo que para pessoas já com dislipidemia (elevação de colesterol e triglicerídeos), o consumo deve ser menor do que 200 mg ao dia.

Ainda que ambas não limitem a quantidade de ovos a serem ingeridos por dia, elas consideram que um ovo contém de 50 mg a 250 mg de colesterol, dependendo do seu tamanho. Estudo publicado em 2019 pela revista Jama apontou que, para cada 300 mg adicionais de colesterol ingeridos por dia, o risco de doenças cardiovasculares aumentou em 17% e a mortalidade por variadas causas em 18%. Em análise mais detalhada, a ingestão de colesterol foi ainda mais fortemente associada ao risco de acidente vascular cerebral do que à doença cardíaca.

O guia dietético norte-americano, o Dietary Guidelines for Americans 2015, já removeu a recomendação anterior de limitar o consumo de colesterol dietético a 300 mg por dia, à medida em que mais atenção foi dada à influência da gordura saturada e trans nos níveis de colesterol sanguíneo. Segundo Fran Hu, pesquisador da Universidade de Harvard, informações não devem mudar as diretrizes gerais de alimentação saudável que enfatizam o aumento do consumo de frutas, vegetais, grãos inteiros, nozes e legumes e a redução do consumo de carne vermelha, carnes processadas e açúcar. Contudo, generalizar os resultados para populações não americanas requer cautela, uma vez que pessoas de outras localidades são expostas a diferentes culturas nutricionais, padrões de alimentação e epidemiologia de doenças. Além disso, trata-se de trabalho de dados observacionais, o que não permite estabelecer relação de causa e efeito.

O ovo é importante fonte de vitaminas como a A, que previne a cegueira e a anemia, principalmente em crianças. A colina, vitamina do complexo B, também está presente e é importante para a saúde do cérebro, principalmente durante a gestação e lactação. Por isso, é preciso olhar para o indivíduo e entender o seu padrão de alimentação como um todo, com os diferentes grupos de nutrientes e não focar apenas em um alimento específico.

Carolina Pimentel é nutricionista, com mestrado e doutorado pela Universidade de São Paulo.


PALAVRA DO LEITOR

Imoral
Referente ao áudio do prefeito de Diadema, Lauro Michels, cobrando a participação de comissionados da Prefeitura na campanha do candidato governista à Prefeitura, Pretinho do Água Santa (Política, ontem), é no mínimo imoral! Imagino o que os demais candidatos à reeleição por nossa região estão fazendo...
Thiago Scarabelli Sangregorio
São Bernardo

R$ 20 ao Metrô
Quando li a manchete neste Diário, na qual diz que ‘Doria deixa R$ 20 no orçamento para trazer Metrô e BRT à região’ (ontem), pensei que fossem R$ 20 milhões, que já é pouco. Mas são realmente R$ 20. Que brincadeira de mau gosto. O governador está pensando em que quando faz isso? Que o povo do Grande ABC é burro, ignorante ou qualquer outro adjetivo? Devemos lembrar disso nas próximas eleições e este Diário tem papel fundamental nisso, mostrando a verdadeira face dos governantes em relação ao Grande ABC.
Alberto Utida
Capital

Cuecão GG
Vexatória e ridícula a situação em que foi flagrado o senador Chico Rodrigues em sua residência. Pior: disse que vai provar inocência. Como assim, senador? Pior ainda: seus pares no Senado querem derrubar a decisão do ministro Barroso que determinou o afastamento do ‘cuecão GG’ por 90 dias. O senador Plínio Valério, por exemplo, disse que o ministro está querendo jogar o Senado contra a sociedade. De que planeta veio esse cidadão? Além dele, outros senadores investigados, alguns réus da Lava Jato, se dizem indignados com a decisão do ministro. Claro, o próximo a ser atingido pode ser ‘eu’. Sabe quem é suplente caso seja cassado? O próprio filho, acreditem, que sequer teve um voto. Essa vergonha também precisa acabar. Reforma política é para ontem. Parabéns ao trabalho inestimável que a Polícia Federal e a Operação Lava Jato, com reconhecimento internacional, vêm fazendo no combate à corrupção. Quanto ao Legislativo, boa parte se esconde atrás do vergonhoso foro privilegiado para se proteger da Justiça.
Mauri Fontes
Santo André

Artesanato
Muito oportuna a reportagem, de autoria da jornalista Flavia Kurotori, publicada neste prestigioso Diário, que deixa patente que pessoas da minha faixa etária (tenho 67 anos) devem continuar em resguardo (Setecidades, dia 18). O isolamento me possibilitou aflorar habilidade que até então desconhecia: trabalho manual! Apesar de deixar minha amada sem sorte – digo, consorte – atarantada com minhas arrumações, cortes, colagens, tesoura, cola, fita adesiva, tira, pendura, tira, a decupagem tem sido supimpa, porque é também terapia eficaz e até me faz esquecer – momentaneamente – da desgraça inexcedível de ter presidente da República Federativa do Brasil ignaro e tosco. Aproveito o ensejo para clamar: Fora, Bolsonaro!
João Paulo de Oliveira
Diadema

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;