Fechar
Publicidade

Domingo, 29 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Bloqueios em toda a Europa buscam conter propagação do novo coronavírus



20/10/2020 | 17:24


O crescimento de casos de covid-19 na Europa tem obrigado diversas regiões a voltar a adotar bloqueios e a implementar novas medidas de segurança sanitária para conter a disseminação do novo coronavírus.

É o caso da Espanha, que anunciou um bloqueio de duas semanas, a partir de quinta-feira, 22, para a região de Navarra, ao norte do país. O governo espanhol também estuda implementar um toque de recolher para lidar com o aumento nacional de casos diários de covid-19.

De acordo com autoridades de saúde espanholas, o país já registra 988.322 casos de covid-19 e 33.992 mortes.

Na Itália, o primeiro-ministro, Giuseppe Conte, está tentando dar às cidades e regiões mais margem de manobra para decidir sobre seus próprios limites no que diz respeito a bloqueios e medidas de segurança para conter a disseminação do vírus, de acordo com publicação do jornal britânico The Guardian.

Após a decisão, as regiões italianas da Campânia, no sul, e da Lombardia, no norte, devem implementar um toque de recolher noturno nesta semana, na tentativa de conter a propagação do vírus.

A Itália totaliza 434.449 contaminações por covid-19 e 36.705 mortes pela doença.

Já a Irlanda deve se tornar o primeiro país da União Europeia a retornar ao lockdown. Na noite de ontem, o governo anunciou que lojas não essenciais serão fechadas e pessoas devem ficar em casa. A partir de quarta-feira, o país passará para o nível mais alto de bloqueio por seis semanas, com multas gradativas para quem violar os limites impostos pelo governo.

De acordo com levantamento do governo, a Irlanda registrou 52.256 casos de covid-19 e 1.865 mortes.

Na Alemanha, a situação do vírus continua a piorar. Com 6.868 novos casos de covid-19 identificados nas últimas 24 horas, o país registra agora o total de 373.167 contaminações e 9.836 mortes pela doença. O país planeja impor um lockdown no município bávaro de Berchtesgadener Land a partir de hoje.

Na França, foram registrados 20.468 novos casos diários de covid-19. O país tem enfrentado um drástico aumento da disseminação da doença. O total de casos é de 930.745. As mortes somam 33.885. Desde sábado, 17, estão em vigor as medidas as novas medidas contra a propagação do coronavírus em território francês.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bloqueios em toda a Europa buscam conter propagação do novo coronavírus


20/10/2020 | 17:24


O crescimento de casos de covid-19 na Europa tem obrigado diversas regiões a voltar a adotar bloqueios e a implementar novas medidas de segurança sanitária para conter a disseminação do novo coronavírus.

É o caso da Espanha, que anunciou um bloqueio de duas semanas, a partir de quinta-feira, 22, para a região de Navarra, ao norte do país. O governo espanhol também estuda implementar um toque de recolher para lidar com o aumento nacional de casos diários de covid-19.

De acordo com autoridades de saúde espanholas, o país já registra 988.322 casos de covid-19 e 33.992 mortes.

Na Itália, o primeiro-ministro, Giuseppe Conte, está tentando dar às cidades e regiões mais margem de manobra para decidir sobre seus próprios limites no que diz respeito a bloqueios e medidas de segurança para conter a disseminação do vírus, de acordo com publicação do jornal britânico The Guardian.

Após a decisão, as regiões italianas da Campânia, no sul, e da Lombardia, no norte, devem implementar um toque de recolher noturno nesta semana, na tentativa de conter a propagação do vírus.

A Itália totaliza 434.449 contaminações por covid-19 e 36.705 mortes pela doença.

Já a Irlanda deve se tornar o primeiro país da União Europeia a retornar ao lockdown. Na noite de ontem, o governo anunciou que lojas não essenciais serão fechadas e pessoas devem ficar em casa. A partir de quarta-feira, o país passará para o nível mais alto de bloqueio por seis semanas, com multas gradativas para quem violar os limites impostos pelo governo.

De acordo com levantamento do governo, a Irlanda registrou 52.256 casos de covid-19 e 1.865 mortes.

Na Alemanha, a situação do vírus continua a piorar. Com 6.868 novos casos de covid-19 identificados nas últimas 24 horas, o país registra agora o total de 373.167 contaminações e 9.836 mortes pela doença. O país planeja impor um lockdown no município bávaro de Berchtesgadener Land a partir de hoje.

Na França, foram registrados 20.468 novos casos diários de covid-19. O país tem enfrentado um drástico aumento da disseminação da doença. O total de casos é de 930.745. As mortes somam 33.885. Desde sábado, 17, estão em vigor as medidas as novas medidas contra a propagação do coronavírus em território francês.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;