Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Caixa atinge recorde de R$ 500 bi em crédito habitacional e anuncia corte de juro

Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


14/10/2020 | 17:38


A Caixa Econômica Federal anunciou nesta quarta-feira, 14, que atingiu em outubro a marca histórica de R$ 500 bilhões em crédito habitacional e novas medidas para estimular o setor e ajudar a amenizar o impacto que a pandemia tem criado na capacidade de pagamento das pessoas físicas. A Caixa informou ainda que o saldo da carteira de crédito habitacional do banco cresceu 13,4% desde janeiro de 2019, quando totalizava R$ 441 bilhões.

Entre essas medidas, a Caixa anunciou redução de 0,50 ponto porcentual nos empréstimos que têm recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) e baseados na TR, sendo que a taxa mínima caiu para TR mais 6,25% ao ano e máxima para TR mais 8% ao ano. A nova taxa passa a valer no dia 22 de outubro.

A Caixa também vai prorrogar até o fim do ano a possibilidade de carência para início do pagamento das parcelas dos novos contratos imobiliários. Na aquisição de imóveis novos, para os clientes pessoas físicas, o pagamento do encargo mensal, composto de juros e amortização, incidirá após seis meses da contratação. Nesse período, serão cobrados seguros e taxa de administração do contrato. A Caixa estima alcançar mais de 30 mil clientes até o final do ano com essa medida.

O banco vai também permitir o pagamento parcial da prestação para mutuários que apresentarem dificuldade para retomar o pagamento integral da prestação habitacional. Nesse caso, conforme o perfil, o cliente poderá pagar 75% da prestação, por até seis meses, ou entre 50% a 75% da prestação, por até três meses. Com essa medida, a Caixa entende que beneficia mais de 620 mil clientes. O banco informou também promoverá feira online da Casa Própria e oferecerá a partir de 19 de outubro o crédito habitacional 100% digital.

De acordo com o banco público, desde o início do ano passado, foram concedidos R$ 172 bilhões em crédito imobiliário pela Caixa, beneficiando 887 mil famílias e 2,8 milhões de pessoas. No mesmo período, foram contratados 3,6 mil empreendimentos para a produção de 450 mil novas unidades habitacionais, gerando 1,2 milhão de empregos diretos e indiretos.

Segundo a Caixa, de janeiro de 2019 até agosto de 2020, a participação de mercado do banco na contratação de financiamentos imobiliários com recursos do SBPE evoluiu de 24,8% para 44,9%.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Caixa atinge recorde de R$ 500 bi em crédito habitacional e anuncia corte de juro


14/10/2020 | 17:38


A Caixa Econômica Federal anunciou nesta quarta-feira, 14, que atingiu em outubro a marca histórica de R$ 500 bilhões em crédito habitacional e novas medidas para estimular o setor e ajudar a amenizar o impacto que a pandemia tem criado na capacidade de pagamento das pessoas físicas. A Caixa informou ainda que o saldo da carteira de crédito habitacional do banco cresceu 13,4% desde janeiro de 2019, quando totalizava R$ 441 bilhões.

Entre essas medidas, a Caixa anunciou redução de 0,50 ponto porcentual nos empréstimos que têm recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) e baseados na TR, sendo que a taxa mínima caiu para TR mais 6,25% ao ano e máxima para TR mais 8% ao ano. A nova taxa passa a valer no dia 22 de outubro.

A Caixa também vai prorrogar até o fim do ano a possibilidade de carência para início do pagamento das parcelas dos novos contratos imobiliários. Na aquisição de imóveis novos, para os clientes pessoas físicas, o pagamento do encargo mensal, composto de juros e amortização, incidirá após seis meses da contratação. Nesse período, serão cobrados seguros e taxa de administração do contrato. A Caixa estima alcançar mais de 30 mil clientes até o final do ano com essa medida.

O banco vai também permitir o pagamento parcial da prestação para mutuários que apresentarem dificuldade para retomar o pagamento integral da prestação habitacional. Nesse caso, conforme o perfil, o cliente poderá pagar 75% da prestação, por até seis meses, ou entre 50% a 75% da prestação, por até três meses. Com essa medida, a Caixa entende que beneficia mais de 620 mil clientes. O banco informou também promoverá feira online da Casa Própria e oferecerá a partir de 19 de outubro o crédito habitacional 100% digital.

De acordo com o banco público, desde o início do ano passado, foram concedidos R$ 172 bilhões em crédito imobiliário pela Caixa, beneficiando 887 mil famílias e 2,8 milhões de pessoas. No mesmo período, foram contratados 3,6 mil empreendimentos para a produção de 450 mil novas unidades habitacionais, gerando 1,2 milhão de empregos diretos e indiretos.

Segundo a Caixa, de janeiro de 2019 até agosto de 2020, a participação de mercado do banco na contratação de financiamentos imobiliários com recursos do SBPE evoluiu de 24,8% para 44,9%.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;