Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 21 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Sinduscon e FGV apontam alta nos custos da construção, puxada por materiais

Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


01/10/2020 | 17:03


O Custo Unitário Básico (CUB) da indústria da construção do Estado de São Paulo atingiu R$ 1.500,76 por metro quadrado em setembro. Isso representa alta de 1,60% na comparação com agosto um crescimento de 4,95% nos últimos 12 meses.

O dado é apurado pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP) em parceria com a Fundação Getulio Vargas (FGV). O indicador reflete a variação dos custos das construtoras e é utilizado na atualização financeira dos contratos de obras.

A alta do CUB em setembro foi puxada pelos materiais de construção, que avançaram 4,08% no período. Já a mão de obra avançou 0,20%, enquanto o custo administrativo permaneceu estável.

O avanço do custo dos insumos está preocupando as construtoras, que vêm abalo ao equilíbrio dos contratos. "O aumento excessivo dos preços dos materiais de construção está afetando o custo das obras e prejudicando o equilíbrio econômico-financeiro dos contratos de obras públicas e privadas", declarou o presidente do SindusCon-SP, Odair Senra.

Em setembro, cinco itens apresentaram variação acima do IGP-M, que foi de 4,34%: fio de cobre antichama isolante 750 V 2,5 mm? (+13,79%), aço CA-50 diâmetro 10 mm (6,82%), cimento CPE-32 saco 50kg (+6,51%), disjuntor tripolar 70 A (+5,64%) e tubo de PVC-R rígido p/ esgoto diâmetro 150 mm (+5,39%).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Sinduscon e FGV apontam alta nos custos da construção, puxada por materiais


01/10/2020 | 17:03


O Custo Unitário Básico (CUB) da indústria da construção do Estado de São Paulo atingiu R$ 1.500,76 por metro quadrado em setembro. Isso representa alta de 1,60% na comparação com agosto um crescimento de 4,95% nos últimos 12 meses.

O dado é apurado pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP) em parceria com a Fundação Getulio Vargas (FGV). O indicador reflete a variação dos custos das construtoras e é utilizado na atualização financeira dos contratos de obras.

A alta do CUB em setembro foi puxada pelos materiais de construção, que avançaram 4,08% no período. Já a mão de obra avançou 0,20%, enquanto o custo administrativo permaneceu estável.

O avanço do custo dos insumos está preocupando as construtoras, que vêm abalo ao equilíbrio dos contratos. "O aumento excessivo dos preços dos materiais de construção está afetando o custo das obras e prejudicando o equilíbrio econômico-financeiro dos contratos de obras públicas e privadas", declarou o presidente do SindusCon-SP, Odair Senra.

Em setembro, cinco itens apresentaram variação acima do IGP-M, que foi de 4,34%: fio de cobre antichama isolante 750 V 2,5 mm? (+13,79%), aço CA-50 diâmetro 10 mm (6,82%), cimento CPE-32 saco 50kg (+6,51%), disjuntor tripolar 70 A (+5,64%) e tubo de PVC-R rígido p/ esgoto diâmetro 150 mm (+5,39%).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;