Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 22 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Paolla Oliveira conta que se depilar sozinha na quarentena foi um caos: Fiquei em carne viva



01/10/2020 | 16:10


Taís Araújo tem passado por poucas e boas na quarentena - ao lado do marido e dos dois filhos - como ela mesma mostrou no Instagram, quando teve que se esconder no banheiro para hidratar o cabelo.

E Paolla Oliveira contou pra ela, no Superbonita, do GNT, como tem sido sua própria quarentena, fazendo as coisas sem ajuda profissional:

- Foi um aprendizado. Desenrolei escova, babyliss... Depilação vou confessar que foi um caos.

Oliveira comentou que a teoria parece simples, colocar a cera e puxar, mas na prática:

- Amiga, fiquei em carne viva.

Uma parte bem menos dolorosa foi a make:

- Até maquiagem desenvolvi, testei, me virei.

Mas também rolou o momento pijama:

- Me larguei, me permiti isso, aí cheguei num limite. Será que ficar em casa é se largar, se abandonar? Foi uma ida e um retrocesso.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Paolla Oliveira conta que se depilar sozinha na quarentena foi um caos: Fiquei em carne viva


01/10/2020 | 16:10


Taís Araújo tem passado por poucas e boas na quarentena - ao lado do marido e dos dois filhos - como ela mesma mostrou no Instagram, quando teve que se esconder no banheiro para hidratar o cabelo.

E Paolla Oliveira contou pra ela, no Superbonita, do GNT, como tem sido sua própria quarentena, fazendo as coisas sem ajuda profissional:

- Foi um aprendizado. Desenrolei escova, babyliss... Depilação vou confessar que foi um caos.

Oliveira comentou que a teoria parece simples, colocar a cera e puxar, mas na prática:

- Amiga, fiquei em carne viva.

Uma parte bem menos dolorosa foi a make:

- Até maquiagem desenvolvi, testei, me virei.

Mas também rolou o momento pijama:

- Me larguei, me permiti isso, aí cheguei num limite. Será que ficar em casa é se largar, se abandonar? Foi uma ida e um retrocesso.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;