Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 21 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Miaguti admite que pensou em deixar política, mas reviu saída

André Henriques/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Vereador do DEM será candidato à reeleição: ‘Não posso me omitir neste momento do País’


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

01/10/2020 | 00:14


O vereador Mauro Miaguti (DEM), de São Bernardo, admitiu que costurou a aposentadoria política, mas relatou que voltou atrás e que efetivou a tentativa de reeleição para “não deixar de lado tantas pessoas que são impactadas com os nossos projetos de capacitação, inclusão e sociais, principalmente diante de um momento tão complicado que o nosso País atravessa”.

Ligado ao Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) em São Bernardo, Miaguti chegou à Câmara em 2010, ao assumir a vaga de Ramon Ramos (morto em 2019), que teve o mandato cassado. Ele se reelegeu em 2012 e em 2016.

Nos últimos dois anos, vinha preparando Hélio Morihara (DEM), seu assessor, como sucessor político. Entretanto, os planos de impulsioná-lo esfriaram com a pandemia de Covid-19, que forçou o isolamento físico.

“Há algum tempo eu havia tomado essa decisão, pois ser político neste País não é uma decisão fácil. A família sofre muito e até amigos se afastam. Muita corrupção faz com que todos sejam colocados na mesma cesta. Esses foram alguns dos vários motivos pelos quais eu já havia decidido sair da vida pública, além do fato de concordar que a política não deve ser uma carreira sem fim. Mas Deus, muitas vezes, nos mostra caminhos diferentes daqueles que eram parte da nossa própria vontade”, alegou o democrata, citando uma conversa com o vice-governador Rodrigo Garcia (DEM) como outro fator para a reviravolta.

“Decidi voltar atrás e assumir projeto de reeleição. Temos agora projeto muito maior pela frente, que passa por 2020, mas tem visão de longo prazo”, sustentou Miaguti. O DEM está no arco de aliados do prefeito Orlando Morando (PSDB). 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Miaguti admite que pensou em deixar política, mas reviu saída

Vereador do DEM será candidato à reeleição: ‘Não posso me omitir neste momento do País’

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

01/10/2020 | 00:14


O vereador Mauro Miaguti (DEM), de São Bernardo, admitiu que costurou a aposentadoria política, mas relatou que voltou atrás e que efetivou a tentativa de reeleição para “não deixar de lado tantas pessoas que são impactadas com os nossos projetos de capacitação, inclusão e sociais, principalmente diante de um momento tão complicado que o nosso País atravessa”.

Ligado ao Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) em São Bernardo, Miaguti chegou à Câmara em 2010, ao assumir a vaga de Ramon Ramos (morto em 2019), que teve o mandato cassado. Ele se reelegeu em 2012 e em 2016.

Nos últimos dois anos, vinha preparando Hélio Morihara (DEM), seu assessor, como sucessor político. Entretanto, os planos de impulsioná-lo esfriaram com a pandemia de Covid-19, que forçou o isolamento físico.

“Há algum tempo eu havia tomado essa decisão, pois ser político neste País não é uma decisão fácil. A família sofre muito e até amigos se afastam. Muita corrupção faz com que todos sejam colocados na mesma cesta. Esses foram alguns dos vários motivos pelos quais eu já havia decidido sair da vida pública, além do fato de concordar que a política não deve ser uma carreira sem fim. Mas Deus, muitas vezes, nos mostra caminhos diferentes daqueles que eram parte da nossa própria vontade”, alegou o democrata, citando uma conversa com o vice-governador Rodrigo Garcia (DEM) como outro fator para a reviravolta.

“Decidi voltar atrás e assumir projeto de reeleição. Temos agora projeto muito maior pela frente, que passa por 2020, mas tem visão de longo prazo”, sustentou Miaguti. O DEM está no arco de aliados do prefeito Orlando Morando (PSDB). 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;