Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 22 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Caged: Saldo líquido de emprego formal foi positivo em 249.388 vagas em agosto



30/09/2020 | 15:20


Depois de ser fortemente atingido pela pandemia do coronavírus, o mercado de trabalho formal registrou mais contratações do que demissões pelo segundo mês consecutivo.

Em agosto, houve a abertura líquida de 249.388 empregos com carteira assinada em agosto, de acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta quarta-feira, 30, pelo Ministério da Economia. É o melhor resultado do ano e está acima do saldo positivo registrado em agosto do ano passado, que foi de 121.387 postos.

Em julho, o número havia sido positivo pela primeira vez em cinco meses, com a abertura de 141.190 postos de trabalho. O resultado de agosto decorreu de 1,239 milhão de admissões e 990.090 demissões.

No acumulado do ano até agosto, o saldo do Caged ainda ficou negativo em 849.387 milhão de vagas. Os piores meses no Caged foram março com perda de 265.609 vagas, o fundo do poço de abril com a destruição de 934.380 empregos formais, e maio com a demissão líquida de 359.453 trabalhadores.

Os dados dos meses anteriores foram atualizados hoje pela pasta. Desde que o novo coronavírus chegou ao Brasil, em março, a perda líquida de empregos para a pandemia ainda é de 1,191 milhão de vagas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Caged: Saldo líquido de emprego formal foi positivo em 249.388 vagas em agosto


30/09/2020 | 15:20


Depois de ser fortemente atingido pela pandemia do coronavírus, o mercado de trabalho formal registrou mais contratações do que demissões pelo segundo mês consecutivo.

Em agosto, houve a abertura líquida de 249.388 empregos com carteira assinada em agosto, de acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta quarta-feira, 30, pelo Ministério da Economia. É o melhor resultado do ano e está acima do saldo positivo registrado em agosto do ano passado, que foi de 121.387 postos.

Em julho, o número havia sido positivo pela primeira vez em cinco meses, com a abertura de 141.190 postos de trabalho. O resultado de agosto decorreu de 1,239 milhão de admissões e 990.090 demissões.

No acumulado do ano até agosto, o saldo do Caged ainda ficou negativo em 849.387 milhão de vagas. Os piores meses no Caged foram março com perda de 265.609 vagas, o fundo do poço de abril com a destruição de 934.380 empregos formais, e maio com a demissão líquida de 359.453 trabalhadores.

Os dados dos meses anteriores foram atualizados hoje pela pasta. Desde que o novo coronavírus chegou ao Brasil, em março, a perda líquida de empregos para a pandemia ainda é de 1,191 milhão de vagas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;