Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

IHS Markit: PMI industrial da China cai de 53,1 em agosto para 53,0 em setembro



30/09/2020 | 07:10


O índice de preços de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) industrial da China caiu de 53,1 em agosto para 53,0 em setembro, segundo dados preliminares divulgados pela IHS Markit em parceria com a Caixin Media. É o quinto mês consecutivo que o dado fica acima dos 50 pontos, o que sugere que o setor manufatureiro chinês se expandiu. Segundo a Caixin, o índice foi auxiliado por uma recuperação sólida nas vendas externas.

A Caixin informou que os fabricantes chineses registraram um aumento acentuado e acelerado no total de novos trabalhos em setembro com uma recuperação adicional na demanda do cliente impulsionando as vendas. A taxa de crescimento de novos pedidos foi a maior desde o início de 2011, apontou a Caixin. "Maior demanda externa também ajudou a elevar as vendas, com novos negócios de exportação expandindo no ritmo mais rápido desde agosto de 2017. Os fabricantes registraram um aumento mais suave, mas ainda marcante, na produção durante setembro", disse Wang Zhe, economista sênior da Caixin, em comunicado.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

IHS Markit: PMI industrial da China cai de 53,1 em agosto para 53,0 em setembro


30/09/2020 | 07:10


O índice de preços de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) industrial da China caiu de 53,1 em agosto para 53,0 em setembro, segundo dados preliminares divulgados pela IHS Markit em parceria com a Caixin Media. É o quinto mês consecutivo que o dado fica acima dos 50 pontos, o que sugere que o setor manufatureiro chinês se expandiu. Segundo a Caixin, o índice foi auxiliado por uma recuperação sólida nas vendas externas.

A Caixin informou que os fabricantes chineses registraram um aumento acentuado e acelerado no total de novos trabalhos em setembro com uma recuperação adicional na demanda do cliente impulsionando as vendas. A taxa de crescimento de novos pedidos foi a maior desde o início de 2011, apontou a Caixin. "Maior demanda externa também ajudou a elevar as vendas, com novos negócios de exportação expandindo no ritmo mais rápido desde agosto de 2017. Os fabricantes registraram um aumento mais suave, mas ainda marcante, na produção durante setembro", disse Wang Zhe, economista sênior da Caixin, em comunicado.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;