Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

A marca São Caetano

José de Souza Martins correu mundo a partir da região, de Guaianases, na Zona Leste de São Paulo, à USP e à Cambridge. Mas nunca deixou de pensar e respirar a São Caetano da sua infância, adolescência, juventude e formação. Um exemplo está no texto e nas fotos que abrem Memória hoje


Ademir Medici
do Diário do Grande ABC

29/09/2020 | 00:01


Louças e bananas

Texto: José de Souza Martins

Arrematei, hoje (semana passada), num leilão no Rio de Janeiro, uma saladeira de faiança policromada feita na Fábrica de Louças Adelinas, de São Caetano. A peça tem uns 70 anos. Mando-lhe as fotos. 

A fábrica fechou em 1950, após a morte do dono, Manoel de Barros Loureiro, por desentendimento entre os filhos herdeiros. 

Na época, como já lhe disse uma vez, eu vendia bananas, na hora do almoço, na porta da fábrica, junto à cerca da ferrovia e perto do portão de entrada. Um cacho por dia, dez dúzias, a dois cruzeiros a dúzia. Meu lucro era de 100%. Comprava o cacho por dez cruzeiros e o vendia por vinte. Se tivesse continuado, provavelmente, eu teria me tornado o Tio Patinhas do ABC. Fiz muita economia pensando nisso. Mas gastei tudo num parque de diversões, no bairro da Cerâmica, em três sucessivos fins de semana. Eu tinha 11 anos de idade. 

NOVIDADE

O novo livro do professor Martins, sobre a poetisa Francisca Júlia da Silva, a maior parnasiana da história da literatura brasileira, que se matou em 1920, deve sair até o fim do ano.

O primeiro alcance

Texto: Antonio de Andrade

A proximidade do ABC à cidade de São Paulo possibilitava a recepção (das primeiras imagens da TV Tupi), com razoável qualidade de imagem e som. 

Sabe-se que o transmissor, fornecido pela norte-americana RCA Victor, previa um alcance de aproximadamente 50 quilômetros. 

Na realidade as imagens foram captadas em locais mais distantes, fato comprovado por notícias de aparelhos receptores instalados em cidades situadas além da área prevista, casos de Santos, Jundiaí, Campinas e Sorocaba (continua).

Nota da Memória - Quando a televisão chegou ao Brasil, em 1950, estava nascendo a sigla ABC, para identificar os três primeiros municípios do atual Grande ABC. 

"ABC" - a expressão citada neste trecho do trabalho do professor Andrade - foi lido pela primeira vez na extinta "Folha do Povo", de acordo com pesquisa do saudoso jornalista Valdenízio Petrolli, cujo acervo a Fundação Pró-Memória de São Caetano começa a sistematizar.

Diário há meio século

Terça-feira, 29 de setembro de 1970 - ano 13, edição 1346

Manchete - Luto árabe. Morre Nasser. O presidente da RAI (República Árabe Unida), Abdel Gamal Nasser, faleceu de uma crise cardíaca.

Santo André - Aprovado o convênio entre Município e Estado para a construção do novo prédio do Fórum.

Editorial - Semasa dá solução para o Anel Rodoviário.

Movimento Sindical - Tecelões discutem reajuste de salários.


Em 29 de setembro de...

1920 - O prefeito Saladino Cardoso Franco, de São Bernardo, formalizava apoio à comissão pró-estádio de São Paulo, prometendo apoio ao seu programa.

Nota - A Capital almejava a construção de um grande espaço para atividades esportivas, meta que somente seria atingida com a construção do estádio do Pacaembu, inaugurado em 1940.

Hoje

- Dia do Anunciante

- Dia Mundial do Petróleo

Santos do dia

- Miguel, Gabriel e Rafael. Segundo a Igreja, são os três arcanjos os mensageiros de Deus. Daí porque hoje é também o Dia do Anunciante.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

A marca São Caetano

José de Souza Martins correu mundo a partir da região, de Guaianases, na Zona Leste de São Paulo, à USP e à Cambridge. Mas nunca deixou de pensar e respirar a São Caetano da sua infância, adolescência, juventude e formação. Um exemplo está no texto e nas fotos que abrem Memória hoje

Ademir Medici
do Diário do Grande ABC

29/09/2020 | 00:01


Louças e bananas

Texto: José de Souza Martins

Arrematei, hoje (semana passada), num leilão no Rio de Janeiro, uma saladeira de faiança policromada feita na Fábrica de Louças Adelinas, de São Caetano. A peça tem uns 70 anos. Mando-lhe as fotos. 

A fábrica fechou em 1950, após a morte do dono, Manoel de Barros Loureiro, por desentendimento entre os filhos herdeiros. 

Na época, como já lhe disse uma vez, eu vendia bananas, na hora do almoço, na porta da fábrica, junto à cerca da ferrovia e perto do portão de entrada. Um cacho por dia, dez dúzias, a dois cruzeiros a dúzia. Meu lucro era de 100%. Comprava o cacho por dez cruzeiros e o vendia por vinte. Se tivesse continuado, provavelmente, eu teria me tornado o Tio Patinhas do ABC. Fiz muita economia pensando nisso. Mas gastei tudo num parque de diversões, no bairro da Cerâmica, em três sucessivos fins de semana. Eu tinha 11 anos de idade. 

NOVIDADE

O novo livro do professor Martins, sobre a poetisa Francisca Júlia da Silva, a maior parnasiana da história da literatura brasileira, que se matou em 1920, deve sair até o fim do ano.

O primeiro alcance

Texto: Antonio de Andrade

A proximidade do ABC à cidade de São Paulo possibilitava a recepção (das primeiras imagens da TV Tupi), com razoável qualidade de imagem e som. 

Sabe-se que o transmissor, fornecido pela norte-americana RCA Victor, previa um alcance de aproximadamente 50 quilômetros. 

Na realidade as imagens foram captadas em locais mais distantes, fato comprovado por notícias de aparelhos receptores instalados em cidades situadas além da área prevista, casos de Santos, Jundiaí, Campinas e Sorocaba (continua).

Nota da Memória - Quando a televisão chegou ao Brasil, em 1950, estava nascendo a sigla ABC, para identificar os três primeiros municípios do atual Grande ABC. 

"ABC" - a expressão citada neste trecho do trabalho do professor Andrade - foi lido pela primeira vez na extinta "Folha do Povo", de acordo com pesquisa do saudoso jornalista Valdenízio Petrolli, cujo acervo a Fundação Pró-Memória de São Caetano começa a sistematizar.

Diário há meio século

Terça-feira, 29 de setembro de 1970 - ano 13, edição 1346

Manchete - Luto árabe. Morre Nasser. O presidente da RAI (República Árabe Unida), Abdel Gamal Nasser, faleceu de uma crise cardíaca.

Santo André - Aprovado o convênio entre Município e Estado para a construção do novo prédio do Fórum.

Editorial - Semasa dá solução para o Anel Rodoviário.

Movimento Sindical - Tecelões discutem reajuste de salários.


Em 29 de setembro de...

1920 - O prefeito Saladino Cardoso Franco, de São Bernardo, formalizava apoio à comissão pró-estádio de São Paulo, prometendo apoio ao seu programa.

Nota - A Capital almejava a construção de um grande espaço para atividades esportivas, meta que somente seria atingida com a construção do estádio do Pacaembu, inaugurado em 1940.

Hoje

- Dia do Anunciante

- Dia Mundial do Petróleo

Santos do dia

- Miguel, Gabriel e Rafael. Segundo a Igreja, são os três arcanjos os mensageiros de Deus. Daí porque hoje é também o Dia do Anunciante.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;