Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 23 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Buddy Valastro, o Cake Boss, agonizou por cinco minutos em acidente que estourou sua mão



28/09/2020 | 13:10


Buddy Valastro, o Cake Boss, sofreu um acidente sério recentemente ao ficar com a mão presa em um equipamento de boliche. Agora, em entrevista ao programa Today na manhã dessa segunda-feira, dia 28, ele deu mais detalhes sobre como está se sentindo.

A matéria primeiro recorda o acidente e diz que Valastro tentou consertar sozinho a engrenagem dos pinos, mas ficou agonizando por conta da dor ao longo de cinco minutos, até o momento em que seus dois filhos ajudaram a libertá-lo usando uma serra. Na conversa com o programa matinal, ele contou como estava se sentindo:

-

Eu acho que [me sinto] tão bem quanto posso com a situação.

É apenas um acidente horrível, de verdade, e foi uma loucura o jeito como aconteceu, mas estou muito orgulhoso de meus filhos e cunhados que realmente ajudaram e entraram em ação para ajudar a me libertar e ajudar a me colocar no caminho da recuperação.

Em seguida, ele contou melhor como tudo aconteceu:

- A máquina estava presa e não é incomum eu ir atrás e consertar a máquina. Eu pulei em cima dela, como eu normalmente faço, e antes que eu percebesse, eu virei a minha cabeça por um segundo e a minha mão direita ficou presa entre uma haste de metal e então essa outra haste, que vai no meio, perfurou o meu dedo do meio e o meu dedo anelar. E não era um objeto afiado, mas estourou metade da minha mão. Então eu gritei e então meus filhos vieram. Eu não tenho ideia do que me deixou calmo, porque a princípio eu achei que fosse desmaiar, tinha sangue por todos os lados. E eu estava preso. Algo me disse para ficar calmo e eu disse para meus filhos me tirarem daquela máquina.

No fim, além de agradecer por toda a ajuda que recebeu dos médicos, ele ainda ficou visivelmente emocionado ao falar que tem muito orgulho de seus filhos, que o ajudaram nesse momento terrível.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Buddy Valastro, o Cake Boss, agonizou por cinco minutos em acidente que estourou sua mão


28/09/2020 | 13:10


Buddy Valastro, o Cake Boss, sofreu um acidente sério recentemente ao ficar com a mão presa em um equipamento de boliche. Agora, em entrevista ao programa Today na manhã dessa segunda-feira, dia 28, ele deu mais detalhes sobre como está se sentindo.

A matéria primeiro recorda o acidente e diz que Valastro tentou consertar sozinho a engrenagem dos pinos, mas ficou agonizando por conta da dor ao longo de cinco minutos, até o momento em que seus dois filhos ajudaram a libertá-lo usando uma serra. Na conversa com o programa matinal, ele contou como estava se sentindo:

-

Eu acho que [me sinto] tão bem quanto posso com a situação.

É apenas um acidente horrível, de verdade, e foi uma loucura o jeito como aconteceu, mas estou muito orgulhoso de meus filhos e cunhados que realmente ajudaram e entraram em ação para ajudar a me libertar e ajudar a me colocar no caminho da recuperação.

Em seguida, ele contou melhor como tudo aconteceu:

- A máquina estava presa e não é incomum eu ir atrás e consertar a máquina. Eu pulei em cima dela, como eu normalmente faço, e antes que eu percebesse, eu virei a minha cabeça por um segundo e a minha mão direita ficou presa entre uma haste de metal e então essa outra haste, que vai no meio, perfurou o meu dedo do meio e o meu dedo anelar. E não era um objeto afiado, mas estourou metade da minha mão. Então eu gritei e então meus filhos vieram. Eu não tenho ideia do que me deixou calmo, porque a princípio eu achei que fosse desmaiar, tinha sangue por todos os lados. E eu estava preso. Algo me disse para ficar calmo e eu disse para meus filhos me tirarem daquela máquina.

No fim, além de agradecer por toda a ajuda que recebeu dos médicos, ele ainda ficou visivelmente emocionado ao falar que tem muito orgulho de seus filhos, que o ajudaram nesse momento terrível.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;