Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

BC adia divulgação de dados sobre endividamento das famílias



28/09/2020 | 10:44


O Banco Central adiou a divulgação de dados referentes ao endividamento e ao comprometimento de renda das famílias brasileiras, em função de alterações de datas promovidas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Nas Estatísticas de Crédito publicadas nesta segunda-feira pelo BC, constam os dados referentes a junho, já divulgados no mês passado, e não os dados de julho.

Por meio de nota, o BC explicou que "as séries mensais dos indicadores de endividamento e de comprometimento de renda das famílias referentes às datas-bases de julho a dezembro de 2020, publicadas na tabela 31 da Nota para a Imprensa - Estatísticas Monetárias e de Crédito e no Sistema Gestor de Séries Temporais (SGS), passarão a ser divulgadas conforme um calendário específico".

Isso ocorre devido a novas datas de publicação da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD Contínua) do IBGE.

"Essas novas datas de divulgação da PNAD Contínua tornaram necessário o adiamento da publicação dos indicadores de endividamento e de comprometimento, em função da utilização do indicador de massa salarial, divulgado por aquela pesquisa, em sua apuração", esclareceu o BC.

Na prática, os dados referentes a julho - que seriam divulgados hoje - estarão disponíveis apenas na divulgação do fim de outubro das Estatísticas de Crédito.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

BC adia divulgação de dados sobre endividamento das famílias


28/09/2020 | 10:44


O Banco Central adiou a divulgação de dados referentes ao endividamento e ao comprometimento de renda das famílias brasileiras, em função de alterações de datas promovidas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Nas Estatísticas de Crédito publicadas nesta segunda-feira pelo BC, constam os dados referentes a junho, já divulgados no mês passado, e não os dados de julho.

Por meio de nota, o BC explicou que "as séries mensais dos indicadores de endividamento e de comprometimento de renda das famílias referentes às datas-bases de julho a dezembro de 2020, publicadas na tabela 31 da Nota para a Imprensa - Estatísticas Monetárias e de Crédito e no Sistema Gestor de Séries Temporais (SGS), passarão a ser divulgadas conforme um calendário específico".

Isso ocorre devido a novas datas de publicação da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD Contínua) do IBGE.

"Essas novas datas de divulgação da PNAD Contínua tornaram necessário o adiamento da publicação dos indicadores de endividamento e de comprometimento, em função da utilização do indicador de massa salarial, divulgado por aquela pesquisa, em sua apuração", esclareceu o BC.

Na prática, os dados referentes a julho - que seriam divulgados hoje - estarão disponíveis apenas na divulgação do fim de outubro das Estatísticas de Crédito.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;