Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 22 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

LeBron brilha, Lakers vencem Nuggets e voltam à final da NBA após 10 anos

Reprodução/Instragram Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


27/09/2020 | 08:20


Com atuação memorável de LeBron James, o Los Angeles Lakers derrotou o Denver Nuggets por 117 a 107 na noite deste sábado, na "bolha" em Orlando, fez 4 a 1 na série e vai disputar a primeira final da NBA desde 2010, ano em que faturou seu último título na maior liga de basquete do mundo.

Na grande decisão, os Lakers vão enfrentar o vencedor da final da Conferência Leste entre Miami Heat e Boston Celtics. O time da Flórida lidera a série por 3 a 2 e está a uma vitória de passar à final.

Segunda equipe com mais conquistas na história da NBA, a franquia de Los Angeles vem resgatando seu orgulho nesta temporada e vai em busca de seu 17º título na liga norte-americana.

Mais entrosada e consistente em relação ao adversário e contando com o talento e o poder de decisão de LeBron, a franquia da Califórnia dominou quase toda a partida e impediu que os Nuggets protagonizassem mais uma virada nos playoffs da NBA.

LeBron foi o grande protagonista do jogo da classificação. O astro alcançou um "triple-double" de 38 pontos, 16 rebotes e dez assistências e, para além dos números, mostrou uma capacidade de liderança notória e um poder de decisão essencial para o triunfo, que se fez presente principalmente quando o Denver ameaçou tomar a liderança no placar. O veterano, então, chamou a responsabilidade e se destacou com três arremessos precisos nos minutos finais da partida.

Cestinha do duelo, LeBron pontuou de todas as maneiras e também foi fundamental embaixo do garrafão. Ele vai disputar a décima final da carreira e busca, aos 35 anos, o seu quarto título na liga, o que prova que a sua carreira está longe de terminar e que pode jogar em alto nível por mais algumas temporadas.

Além da ótima performance do adversário, pesaram contra os Nuggets o fato de Nikola Jokic não ter conseguido controlar seu número de faltas e o desconforto no joelho de Jamal Murray, que claramente jogou no sacrifício e sofreu para vencer a marcação quase sempre dobrada em cima dele.

Anulado no jogo 4, o pivô sérvio começou muito bem, decidido a se redimir e a liderar o time do Colorado. No entanto, ele abusou das faltas e teve de passar mais tempo no banco de reservas do que gostaria. No fim, anotou 20 pontos e contribuiu com sete rebotes e cinco assistências. Acossado pelo problema no joelho, Murray fechou o jogo com 19 pontos, oito assistências e quatro rebotes.

Sem seus dois principais jogadores no ápice, os Nuggets viram os Lakers assumirem o controle do duelo. No terceiro quarto, com boa atuação de Jerami Grant, que ficou perto de atingir um "double-double" - fez 20 pontos e pegou nove rebotes - o Denver até conseguiu encostar no placar, mas a noite era mesmo da equipe californiana, que contou até com o brilho de coadjuvantes como Alex Caruso e, claro, com o protagonismo de LeBron, dono do jogo e decisivo nos últimos minutos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

LeBron brilha, Lakers vencem Nuggets e voltam à final da NBA após 10 anos


27/09/2020 | 08:20


Com atuação memorável de LeBron James, o Los Angeles Lakers derrotou o Denver Nuggets por 117 a 107 na noite deste sábado, na "bolha" em Orlando, fez 4 a 1 na série e vai disputar a primeira final da NBA desde 2010, ano em que faturou seu último título na maior liga de basquete do mundo.

Na grande decisão, os Lakers vão enfrentar o vencedor da final da Conferência Leste entre Miami Heat e Boston Celtics. O time da Flórida lidera a série por 3 a 2 e está a uma vitória de passar à final.

Segunda equipe com mais conquistas na história da NBA, a franquia de Los Angeles vem resgatando seu orgulho nesta temporada e vai em busca de seu 17º título na liga norte-americana.

Mais entrosada e consistente em relação ao adversário e contando com o talento e o poder de decisão de LeBron, a franquia da Califórnia dominou quase toda a partida e impediu que os Nuggets protagonizassem mais uma virada nos playoffs da NBA.

LeBron foi o grande protagonista do jogo da classificação. O astro alcançou um "triple-double" de 38 pontos, 16 rebotes e dez assistências e, para além dos números, mostrou uma capacidade de liderança notória e um poder de decisão essencial para o triunfo, que se fez presente principalmente quando o Denver ameaçou tomar a liderança no placar. O veterano, então, chamou a responsabilidade e se destacou com três arremessos precisos nos minutos finais da partida.

Cestinha do duelo, LeBron pontuou de todas as maneiras e também foi fundamental embaixo do garrafão. Ele vai disputar a décima final da carreira e busca, aos 35 anos, o seu quarto título na liga, o que prova que a sua carreira está longe de terminar e que pode jogar em alto nível por mais algumas temporadas.

Além da ótima performance do adversário, pesaram contra os Nuggets o fato de Nikola Jokic não ter conseguido controlar seu número de faltas e o desconforto no joelho de Jamal Murray, que claramente jogou no sacrifício e sofreu para vencer a marcação quase sempre dobrada em cima dele.

Anulado no jogo 4, o pivô sérvio começou muito bem, decidido a se redimir e a liderar o time do Colorado. No entanto, ele abusou das faltas e teve de passar mais tempo no banco de reservas do que gostaria. No fim, anotou 20 pontos e contribuiu com sete rebotes e cinco assistências. Acossado pelo problema no joelho, Murray fechou o jogo com 19 pontos, oito assistências e quatro rebotes.

Sem seus dois principais jogadores no ápice, os Nuggets viram os Lakers assumirem o controle do duelo. No terceiro quarto, com boa atuação de Jerami Grant, que ficou perto de atingir um "double-double" - fez 20 pontos e pegou nove rebotes - o Denver até conseguiu encostar no placar, mas a noite era mesmo da equipe californiana, que contou até com o brilho de coadjuvantes como Alex Caruso e, claro, com o protagonismo de LeBron, dono do jogo e decisivo nos últimos minutos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;