Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Em São Caetano, 4,5% dos alunos e professores tiveram o coronavírus

Pixabay Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Mesmo que retorno não esteja descartado, a tendência é que as aulas presenciais não voltem neste ano, já que maioria está suscetível ao vírus


Flavia Kurotori
Do Diário do Grande ABC

26/09/2020 | 00:01


A Prefeitura de São Caetano divulgou ontem que o inquérito epidemiológico realizado na rede municipal de educação apontou que apenas 4,5% dos profissionais e alunos tiveram contato com o novo coronavírus. Isso significa que cerca de quatro a cada 100 pessoas deste público estão imunes ao vírus. Ainda que a possibilidade não esteja descartada, Regina Maura Zetone, secretária municipal da saúde, afirmou que a tendência é que as atividades presenciais nas escolas da cidade não sejam retomadas neste ano.

“Isso mostra que as medidas de contenção foram suficientes e acatadas (pela população), então, poucas pessoas foram contaminadas. Mas isso é mais grave entre os profissionais da educação porque cerca de 25% tem mais de 60 anos ou tem comorbidades, ou seja, fazem parte do grupo de risco. Isso é impeditivo para a volta às aulas presenciais”, explicou Regina Maura.

Esta etapa de coleta aconteceu entre 14 e 21 de setembro e foi realizada em parceria com o Inpes/USCS (Instituto de Pesquisa da Universidade Municipal de São Caetano). Foram testados 1.900 alunos, professores e funcionários das 64 escolas municipais do município, além de 400 estudantes e 80 funcionários do ensino superior. A secretária assinalou que pode ser necessária nova etapa de teste entre este público em um mês para definir as estratégias de retorno das aulas presenciais.

Por enquanto, só São Caetano e São Bernardo não definiram quanto ao retorno das aulas neste ano. As demais cidades decidiram que só vão voltar a rotina presencial em 2021.

NOVA FASE
A Prefeitura de São Caetano realiza, a partir de segunda-feira, a testagem de todos os funcionários da educação pública, incluindo as redes municipal e estadual. Os exames serão feitos por meio do sistema drive-thru (Avenida Presidente Kennedy, 2.100, no bairro Olímpico) em 4.000 colaboradores do ensino municipal e 500 da rede do Estado.

O teste deve ser agendado pelo site coronavirus.saocaetanodosul.sp.gov.br e será realizado de segunda à sexta-feira, das 8h ao meio-dia. Ao chegar no local, é necessário apresentar documento de identificação. A orientação é que os profissionais cheguem com, no máximo, 15 minutos de antecedência para evitar aglomeração.

Na cidade, pelo menos 70 mil moradores foram testados, quantidade equivalente a 43,4% da população de 161.127 habitantes. Além do drive-thru, os testes também foram coletados em bloqueios de trânsito, habitações coletivas, asilos e via inquérito epidemiológico, além de pacientes que buscaram atendimento nas unidades de saúde.

A quarta fase do inquérito epidemiológico elaborado pela USCS (Universidade Municipal de São Caetano) em parceria com a Prefeitura, divulgada em julho, indicou que 6,98% da população são-caetanense já teve contato com a Covid-19. Isso significa que pelo menos 11.241 moradores possuem anticorpos para a doença. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Em São Caetano, 4,5% dos alunos e professores tiveram o coronavírus

Mesmo que retorno não esteja descartado, a tendência é que as aulas presenciais não voltem neste ano, já que maioria está suscetível ao vírus

Flavia Kurotori
Do Diário do Grande ABC

26/09/2020 | 00:01


A Prefeitura de São Caetano divulgou ontem que o inquérito epidemiológico realizado na rede municipal de educação apontou que apenas 4,5% dos profissionais e alunos tiveram contato com o novo coronavírus. Isso significa que cerca de quatro a cada 100 pessoas deste público estão imunes ao vírus. Ainda que a possibilidade não esteja descartada, Regina Maura Zetone, secretária municipal da saúde, afirmou que a tendência é que as atividades presenciais nas escolas da cidade não sejam retomadas neste ano.

“Isso mostra que as medidas de contenção foram suficientes e acatadas (pela população), então, poucas pessoas foram contaminadas. Mas isso é mais grave entre os profissionais da educação porque cerca de 25% tem mais de 60 anos ou tem comorbidades, ou seja, fazem parte do grupo de risco. Isso é impeditivo para a volta às aulas presenciais”, explicou Regina Maura.

Esta etapa de coleta aconteceu entre 14 e 21 de setembro e foi realizada em parceria com o Inpes/USCS (Instituto de Pesquisa da Universidade Municipal de São Caetano). Foram testados 1.900 alunos, professores e funcionários das 64 escolas municipais do município, além de 400 estudantes e 80 funcionários do ensino superior. A secretária assinalou que pode ser necessária nova etapa de teste entre este público em um mês para definir as estratégias de retorno das aulas presenciais.

Por enquanto, só São Caetano e São Bernardo não definiram quanto ao retorno das aulas neste ano. As demais cidades decidiram que só vão voltar a rotina presencial em 2021.

NOVA FASE
A Prefeitura de São Caetano realiza, a partir de segunda-feira, a testagem de todos os funcionários da educação pública, incluindo as redes municipal e estadual. Os exames serão feitos por meio do sistema drive-thru (Avenida Presidente Kennedy, 2.100, no bairro Olímpico) em 4.000 colaboradores do ensino municipal e 500 da rede do Estado.

O teste deve ser agendado pelo site coronavirus.saocaetanodosul.sp.gov.br e será realizado de segunda à sexta-feira, das 8h ao meio-dia. Ao chegar no local, é necessário apresentar documento de identificação. A orientação é que os profissionais cheguem com, no máximo, 15 minutos de antecedência para evitar aglomeração.

Na cidade, pelo menos 70 mil moradores foram testados, quantidade equivalente a 43,4% da população de 161.127 habitantes. Além do drive-thru, os testes também foram coletados em bloqueios de trânsito, habitações coletivas, asilos e via inquérito epidemiológico, além de pacientes que buscaram atendimento nas unidades de saúde.

A quarta fase do inquérito epidemiológico elaborado pela USCS (Universidade Municipal de São Caetano) em parceria com a Prefeitura, divulgada em julho, indicou que 6,98% da população são-caetanense já teve contato com a Covid-19. Isso significa que pelo menos 11.241 moradores possuem anticorpos para a doença. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;