Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 23 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Marrone, da dupla com Bruno, tem mais de meio milhão de reais em dívidas



25/09/2020 | 12:10


A vida financeira de Marrone, que faz dupla com Bruno, não está muito bem. Além de estar sendo processado por não pagar uma dívida no valor de um milhão e 500 mil reais a um ex-sócio, de acordo com o colunista Leo Dias, o sertanejo possui mais de 520 mil reais em pendências financeiras.

A publicação afirma que, em contato com documentações do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e Serasa, foi revelado que Marrone deve desde cartão de crédito, no valor de 867 reais e 31 centavos, até o pagamento de empréstimo a Cooperativa de Crédito dos Empresários do Secovigo, no valor de 65 mil e 390 e 78 centavos.

Além disso, conforme noticiado por Leo Dias, no nome do sertanejo ainda consta um registro de inadimplência com a Marco Empreendimentos Imobiliários LTDA., no valor de 16 mil e 553 e 58 centavos, em que Marrone aparece como fiador, provavelmente, de algum imóvel. De quebra, o colunista também afirmou que há ainda 13 ocorrências do Serasa, que incluem problemas com bancos e até com comércio atacadistas de cervejas. Eita!

Processo

Marrone está sendo processado por Eurismar Aparecido Ferreira porque os dois eram sócios de uma churrascaria em Goiânia. Com o fim da parceria, segundo Leo Dias, foi revelado que o sertanejo compraria a parte de Eurismar em 2017, pagando o valor em duas parcelas de 750 mil reais. Porém, desde então o ex-sócio tenta receber o valor de Marrone e até recorreu à Justiça para ter o dinheiro.

Documentos comprovariam que até os bens do sertanejo estão penhorados para o pagamento da dívida, incluindo um jatinho. No entanto, Marrone teria transferido a titularidade do avião para uma empresa de forma ilegal, já que a aeronave está sob poder da Justiça.

De acordo com o colunista, os advogados dizem que Marrone não teria como pagar as despesas processuais, porque em razão da pandemia, a atividade laboral do embargante (Marrone) foi diretamente comprometida, o que consequentemente refletiu em seus rendimentos mensais.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Marrone, da dupla com Bruno, tem mais de meio milhão de reais em dívidas


25/09/2020 | 12:10


A vida financeira de Marrone, que faz dupla com Bruno, não está muito bem. Além de estar sendo processado por não pagar uma dívida no valor de um milhão e 500 mil reais a um ex-sócio, de acordo com o colunista Leo Dias, o sertanejo possui mais de 520 mil reais em pendências financeiras.

A publicação afirma que, em contato com documentações do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e Serasa, foi revelado que Marrone deve desde cartão de crédito, no valor de 867 reais e 31 centavos, até o pagamento de empréstimo a Cooperativa de Crédito dos Empresários do Secovigo, no valor de 65 mil e 390 e 78 centavos.

Além disso, conforme noticiado por Leo Dias, no nome do sertanejo ainda consta um registro de inadimplência com a Marco Empreendimentos Imobiliários LTDA., no valor de 16 mil e 553 e 58 centavos, em que Marrone aparece como fiador, provavelmente, de algum imóvel. De quebra, o colunista também afirmou que há ainda 13 ocorrências do Serasa, que incluem problemas com bancos e até com comércio atacadistas de cervejas. Eita!

Processo

Marrone está sendo processado por Eurismar Aparecido Ferreira porque os dois eram sócios de uma churrascaria em Goiânia. Com o fim da parceria, segundo Leo Dias, foi revelado que o sertanejo compraria a parte de Eurismar em 2017, pagando o valor em duas parcelas de 750 mil reais. Porém, desde então o ex-sócio tenta receber o valor de Marrone e até recorreu à Justiça para ter o dinheiro.

Documentos comprovariam que até os bens do sertanejo estão penhorados para o pagamento da dívida, incluindo um jatinho. No entanto, Marrone teria transferido a titularidade do avião para uma empresa de forma ilegal, já que a aeronave está sob poder da Justiça.

De acordo com o colunista, os advogados dizem que Marrone não teria como pagar as despesas processuais, porque em razão da pandemia, a atividade laboral do embargante (Marrone) foi diretamente comprometida, o que consequentemente refletiu em seus rendimentos mensais.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;