Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Cuca se preocupa com maratona de jogos do Santos e vê Marinho perto da seleção



25/09/2020 | 09:58


A sequência de jogos e viagens do Santos por conta dos calendários do Campeonato Brasileiro e da Copa Libertadores tem causado dores de cabeça no técnico Cuca. Após a vitória por 2 a 1 sobre o Delfín, na noite de quinta-feira, no Equador, que deixou o time perto da vaga nas oitavas de final da competição continental, o treinador admitiu a dificuldade em manter uma boa sequência com um plantel reduzido.

Sem poder contratar desde março passado por conta de uma punição imposta pela Fifa devido ao não pagamento de uma dívida com o Hamburgo, da Alemanha, pela contratação do zagueiro Cléber Reis, em 2017, e próximo de uma segunda pelo mesmo motivo com o Huachipato, do Chile, pela aquisição do meia venezuelano Soteldo, no ano passado, Cuca tem sido obrigado a usar garotos da base.

"Temos nova viagem para (jogo contra) o Olímpia (no Paraguai). Depois nova viagem para o Goiás e o clássico contra o Corinthians. Difícil manter alto nível assim, com jogos domingo e quarta. Todo mundo acusa, por isso temos usado o plantel e os meninos", afirmou Cuca em entrevista coletiva virtual após a partida na cidade equatoriana de Manta.

A partir do final de outubro, o Santos terá uma terceira competição pela frente. Começará a Copa do Brasil já na fase de oitavas de final, que terá os confrontos definidos em um sorteio na sede da CBF, no Rio de Janeiro, na próxima quinta-feira.

"Perdemos o (Lucas) Veríssimo, um dos melhores da posição no Brasil. Também o Luan. E temos jogo decisivo contra o Olimpia. Vamos retornar ao Brasil depois de 15 horas para vir e não sei quantas para voltar. Trabalharemos um pouco no sábado para jogar no domingo", prosseguiu Cuca, falando do desfalque dos dois zagueiros no Paraguai, na quinta-feira que vem, e do duelo contra o Fortaleza, neste final de semana, em Santos, pelo Brasileirão.

MARINHO - Autor de um dos gols do Santos diante do Delfín, Marinho foi mais uma vez decisivo e Cuca vê o atacante no radar da seleção brasileira. "Marinho está sendo muito importante para nós e está sendo muito bem marcado. Temos variado ele de posição com a necessidade. O Tite já falou que está observando, lógico que é uma concorrência dura, mas ele está no radar. Daqui a pouco, quem sabe, ele tenha uma oportunidade", concluiu o treinador.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Cuca se preocupa com maratona de jogos do Santos e vê Marinho perto da seleção


25/09/2020 | 09:58


A sequência de jogos e viagens do Santos por conta dos calendários do Campeonato Brasileiro e da Copa Libertadores tem causado dores de cabeça no técnico Cuca. Após a vitória por 2 a 1 sobre o Delfín, na noite de quinta-feira, no Equador, que deixou o time perto da vaga nas oitavas de final da competição continental, o treinador admitiu a dificuldade em manter uma boa sequência com um plantel reduzido.

Sem poder contratar desde março passado por conta de uma punição imposta pela Fifa devido ao não pagamento de uma dívida com o Hamburgo, da Alemanha, pela contratação do zagueiro Cléber Reis, em 2017, e próximo de uma segunda pelo mesmo motivo com o Huachipato, do Chile, pela aquisição do meia venezuelano Soteldo, no ano passado, Cuca tem sido obrigado a usar garotos da base.

"Temos nova viagem para (jogo contra) o Olímpia (no Paraguai). Depois nova viagem para o Goiás e o clássico contra o Corinthians. Difícil manter alto nível assim, com jogos domingo e quarta. Todo mundo acusa, por isso temos usado o plantel e os meninos", afirmou Cuca em entrevista coletiva virtual após a partida na cidade equatoriana de Manta.

A partir do final de outubro, o Santos terá uma terceira competição pela frente. Começará a Copa do Brasil já na fase de oitavas de final, que terá os confrontos definidos em um sorteio na sede da CBF, no Rio de Janeiro, na próxima quinta-feira.

"Perdemos o (Lucas) Veríssimo, um dos melhores da posição no Brasil. Também o Luan. E temos jogo decisivo contra o Olimpia. Vamos retornar ao Brasil depois de 15 horas para vir e não sei quantas para voltar. Trabalharemos um pouco no sábado para jogar no domingo", prosseguiu Cuca, falando do desfalque dos dois zagueiros no Paraguai, na quinta-feira que vem, e do duelo contra o Fortaleza, neste final de semana, em Santos, pelo Brasileirão.

MARINHO - Autor de um dos gols do Santos diante do Delfín, Marinho foi mais uma vez decisivo e Cuca vê o atacante no radar da seleção brasileira. "Marinho está sendo muito importante para nós e está sendo muito bem marcado. Temos variado ele de posição com a necessidade. O Tite já falou que está observando, lógico que é uma concorrência dura, mas ele está no radar. Daqui a pouco, quem sabe, ele tenha uma oportunidade", concluiu o treinador.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;