Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Agências de Santo André e Ribeirão são liberadas

André Henriques/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Vistoria dos médicos peritos as considerou aptas; só faltam unidades de Mauá e Diadema


Soraia Abreu Pedrozo
Do Diário do Grande ABC

24/09/2020 | 00:05


As agências do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) de Santo André e Ribeirão Pires estão, a partir de hoje, liberadas para a realização de perícias. Vistoria realizada por médicos considerou as duas unidades como aptas, ou seja, com condições sanitárias seguras a fim de minimizar a propagação do novo coronavírus. Além delas, as de São Bernardo e São Caetano já tinham sinal verde desde terça-feira. Faltam ser analisadas apenas as de Mauá e Diadema.

Apesar de já ter sido liberada desde terça, nem todos os médicos compareceram à agência de São Bernardo nos dois dias de funcionamento. Ontem, conforme balanço disponibilizado pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, dos 18 profissionais que deveriam realizar atendimento presencial, apenas dez compareceram. A ANMP (Associação Nacional dos Médicos Peritos) foi questionada, mas não respondeu até o fechamento desta edição. Em São Caetano, por sua vez, os dois peritos designados prestaram atendimento, mesmo com o posto tendo sido avaliado como apto com restrição.

Para quem já fez agendamento, mas não conseguiu ser atendido devido à falta de profissionais, o INSS informa que fará reagendamentos automáticos e avisará quem tiver o cadastro atualizado junto ao órgão, por meio de ligações telefônicas, até amanhã. “O segurado que não receber a ligação até sexta-feira (amanhã), dia 25, é porque não tinha o cadastro com o telefone válido, sendo assim, esses devem remarcar o horário ligando para o 135 e, a partir da semana que vem, o reagendamento também disponível pelo aplicativo para celular Meu INSS. Dessa forma, só precisará entrar em contato pelo telefone 135 se não puder comparecer na data e hora marcadas, para proceder com o reagendamento mais adequado”, assinalou o instituto, em nota. Quem ainda não agendou, pode fazê-lo pelo 135, site gov.br/meuinss ou Meu INSS.

Em Santo André, segundo o levantamento da Previdência, há nove médicos para realizar a perícia in loco e, em Ribeirão, dois. A agência de Mauá ainda não foi vistoriada, portanto, os três peritos não têm ido. E na de Diadema, de acordo com o INSS, não há previsão para o atendimento, uma vez que a maior parte dos servidores integra grupo de risco para a Covid-19 (têm doenças crônicas, como diabetes, hipertensão e asma ou são idosos).

QUEDA DE BRAÇO

A Justiça Federal deferiu ontem pedido da ANMP para suspender o retorno dos peritos ao atendimento presencial nas agências consideradas inaptas sob o ponto de vista sanitário. Além disso, o Poder Judiciário impediu o corte do ponto, o desconto da remuneração proporcional e a aplicação de sanções de qualquer natureza aos médicos lotados nessas unidades, e determinou que permaneçam em regime de trabalho remoto até posterior adequação sanitária. O INSS disse que vai recorrer da decisão. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Agências de Santo André e Ribeirão são liberadas

Vistoria dos médicos peritos as considerou aptas; só faltam unidades de Mauá e Diadema

Soraia Abreu Pedrozo
Do Diário do Grande ABC

24/09/2020 | 00:05


As agências do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) de Santo André e Ribeirão Pires estão, a partir de hoje, liberadas para a realização de perícias. Vistoria realizada por médicos considerou as duas unidades como aptas, ou seja, com condições sanitárias seguras a fim de minimizar a propagação do novo coronavírus. Além delas, as de São Bernardo e São Caetano já tinham sinal verde desde terça-feira. Faltam ser analisadas apenas as de Mauá e Diadema.

Apesar de já ter sido liberada desde terça, nem todos os médicos compareceram à agência de São Bernardo nos dois dias de funcionamento. Ontem, conforme balanço disponibilizado pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, dos 18 profissionais que deveriam realizar atendimento presencial, apenas dez compareceram. A ANMP (Associação Nacional dos Médicos Peritos) foi questionada, mas não respondeu até o fechamento desta edição. Em São Caetano, por sua vez, os dois peritos designados prestaram atendimento, mesmo com o posto tendo sido avaliado como apto com restrição.

Para quem já fez agendamento, mas não conseguiu ser atendido devido à falta de profissionais, o INSS informa que fará reagendamentos automáticos e avisará quem tiver o cadastro atualizado junto ao órgão, por meio de ligações telefônicas, até amanhã. “O segurado que não receber a ligação até sexta-feira (amanhã), dia 25, é porque não tinha o cadastro com o telefone válido, sendo assim, esses devem remarcar o horário ligando para o 135 e, a partir da semana que vem, o reagendamento também disponível pelo aplicativo para celular Meu INSS. Dessa forma, só precisará entrar em contato pelo telefone 135 se não puder comparecer na data e hora marcadas, para proceder com o reagendamento mais adequado”, assinalou o instituto, em nota. Quem ainda não agendou, pode fazê-lo pelo 135, site gov.br/meuinss ou Meu INSS.

Em Santo André, segundo o levantamento da Previdência, há nove médicos para realizar a perícia in loco e, em Ribeirão, dois. A agência de Mauá ainda não foi vistoriada, portanto, os três peritos não têm ido. E na de Diadema, de acordo com o INSS, não há previsão para o atendimento, uma vez que a maior parte dos servidores integra grupo de risco para a Covid-19 (têm doenças crônicas, como diabetes, hipertensão e asma ou são idosos).

QUEDA DE BRAÇO

A Justiça Federal deferiu ontem pedido da ANMP para suspender o retorno dos peritos ao atendimento presencial nas agências consideradas inaptas sob o ponto de vista sanitário. Além disso, o Poder Judiciário impediu o corte do ponto, o desconto da remuneração proporcional e a aplicação de sanções de qualquer natureza aos médicos lotados nessas unidades, e determinou que permaneçam em regime de trabalho remoto até posterior adequação sanitária. O INSS disse que vai recorrer da decisão. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;