Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Consórcio assina convênio para reforçar ações contra o racismo

Parceria com a Secretaria Estadual de Justiça vai capacitar servidores para receber denúncias


Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

24/09/2020 | 00:01


O Consórcio Intermunicipal do Grande ABC assinou ontem convênio com a Secretaria Estadual da Justiça e Cidadania, por meio da Coordenação de Políticas para a População Negra e Indígena, para descentralizar o recebimento de denúncias referentes à população negra. O documento, assinado durante cerimônia na sede da pasta, no centro de São Paulo, reforça as políticas públicas de enfrentamento ao racismo nas sete cidades da região.

Segundo o secretário estadual de Justiça e Cidadania, Paulo Dimas Mascaretti, o objetivo é fazer com que haja divulgação da Lei Estadual 14.187/2010, que pune administrativamente em razão de qualquer discriminação de raça ou de cor, além de permitir que os órgãos municipais recebam as denúncias e façam o encaminhamento para a secretaria estadual.

A iniciativa vai possibilitar o treinamento e a capacitação de agentes designados pelo colegiado de prefeitos para orientação e recebimento de denúncias. O convênio prevê ainda a realização de sessões de mediação de conflitos na sede da entidade regional.

“Cada cidade vai destinar sua ouvidoria, ou sua pasta ligada aos direitos humanos, como canal receptor dessas denúncias”, destacou o secretário. “Também será enviada para o Consórcio toda a comunicação visual para ser afixada nos próprios públicos e no transporte coletivo, para que as pessoas tenham mais conhecimento sobre a lei”, completou.

O presidente do Consórcio, Gabriel Maranhão (Cidadania), que também é prefeito de Rio Grande da Serra, agradeceu a parceria com governo estadual. “Esta é ferramenta importante para combater atitude inaceitável. Mais uma vez, o Grande ABC é pioneiro em políticas públicas para combater a discriminação”, ressaltou Maranhão.

O convênio estabelece que a secretaria estadual será responsável por eventos para treinamento e capacitação sobre temas gerais e específicos vinculados diretamente à discriminação étnico-racial e direitos humanos, para orientação e recebimento de denúncias.

O Consórcio vai indicar os agentes que serão capacitados, disponibilizar estrutura adequada para recebimento das denúncias e para eventos relacionados ao convênio e manter diálogo permanente com as instâncias que trabalhem na promoção de Políticas Públicas Afirmativas e Promoção da Igualdade Racial. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Consórcio assina convênio para reforçar ações contra o racismo

Parceria com a Secretaria Estadual de Justiça vai capacitar servidores para receber denúncias

Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

24/09/2020 | 00:01


O Consórcio Intermunicipal do Grande ABC assinou ontem convênio com a Secretaria Estadual da Justiça e Cidadania, por meio da Coordenação de Políticas para a População Negra e Indígena, para descentralizar o recebimento de denúncias referentes à população negra. O documento, assinado durante cerimônia na sede da pasta, no centro de São Paulo, reforça as políticas públicas de enfrentamento ao racismo nas sete cidades da região.

Segundo o secretário estadual de Justiça e Cidadania, Paulo Dimas Mascaretti, o objetivo é fazer com que haja divulgação da Lei Estadual 14.187/2010, que pune administrativamente em razão de qualquer discriminação de raça ou de cor, além de permitir que os órgãos municipais recebam as denúncias e façam o encaminhamento para a secretaria estadual.

A iniciativa vai possibilitar o treinamento e a capacitação de agentes designados pelo colegiado de prefeitos para orientação e recebimento de denúncias. O convênio prevê ainda a realização de sessões de mediação de conflitos na sede da entidade regional.

“Cada cidade vai destinar sua ouvidoria, ou sua pasta ligada aos direitos humanos, como canal receptor dessas denúncias”, destacou o secretário. “Também será enviada para o Consórcio toda a comunicação visual para ser afixada nos próprios públicos e no transporte coletivo, para que as pessoas tenham mais conhecimento sobre a lei”, completou.

O presidente do Consórcio, Gabriel Maranhão (Cidadania), que também é prefeito de Rio Grande da Serra, agradeceu a parceria com governo estadual. “Esta é ferramenta importante para combater atitude inaceitável. Mais uma vez, o Grande ABC é pioneiro em políticas públicas para combater a discriminação”, ressaltou Maranhão.

O convênio estabelece que a secretaria estadual será responsável por eventos para treinamento e capacitação sobre temas gerais e específicos vinculados diretamente à discriminação étnico-racial e direitos humanos, para orientação e recebimento de denúncias.

O Consórcio vai indicar os agentes que serão capacitados, disponibilizar estrutura adequada para recebimento das denúncias e para eventos relacionados ao convênio e manter diálogo permanente com as instâncias que trabalhem na promoção de Políticas Públicas Afirmativas e Promoção da Igualdade Racial. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;