Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Jovem de Ribeirão vê no Desafio de Redação porta para universidade

André Henriques/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Sem condições financeiras, Bárbara Ouros, estudante do 3º ano do ensino médio, aposta tudo no concurso para ingressar no curso superior em 2021


Vinícius Castelli
Do Diário do Grande ABC

24/09/2020 | 00:01


Estudante do 3º ano do ensino médio na EE Dr. Felício Laurito, em Ribeirão Pires, Bárbara Ouros da Silva, 17 anos, vê no Desafio de Redação, concurso literário promovido pelo Diário e pela USCS (Universidade Municipal de São Caetano), a chance de entrar na universidade. De olho nesse objetivo, ela se prepara para a edição deste ano, que tem inscrições abertas até a próxima quarta-feira.

A inscrição é gratuita e o melhor texto terá direito a bolsa de estudos integral na USCS. Além disso, autores de outras boas redações concorrem a quatro notobooks, quatro televisores e 29 tablets. Professores também podem participar da disputa e vão concorrer com outros docentes. 

Foram esses prêmios, principalmente a bolsa de estudos na universidade, que impulsionaram Bábara a participar. “É boa chance para me aproximar do meu sonho, pois vemos como está o nosso conhecimento e alimentamos a esperança por essa bolsa na universidade”, comenta Bárbara, que nasceu com mielomeningocele, defeito congênito que não permite o desenvolvimento da medula espinhal e por isso ela tem dificuldade para se locomover. 

Bárbara pretende começar a vida acadêmica em 2021. Para ela, ter acesso à bolsa de estudos é algo muito importante, já que não tem como arcar com as mensalidades e demais despesas da universidade. “Não estou trabalhando ainda, minha mãe está aposentada e só meu pai trabalha”, explica a jovem, que já tem algumas opções de curso. “Talvez gestão de tecnologia da informação, engenharia ou ciências da computação”, adianta.

A estudante já enviou seu texto para o Desafio de Redação. Ela ficou sabendo do concurso por meio de sua professora de língua portuguesa, Valéria Rocha Aveiro do Carmo, 43 anos, de Ribeirão Pires, que também vai participar da disputa e mostra confiança na pupila. “A Bárbara é muito dedicada aos estudos, qualidade que todo educador espera de seus estudantes, e algo raro neste momento complexo de pandemia. Alimenta minha esperança no surgimento de dias melhores”, diz Valéria.

O tema escolhido para esta edição é As Lições da Pandemia para a Construção de um Futuro Melhor. Bárbara gostou da escolha. “O tema nos auxilia a refletir sobre a solidariedade das pessoas e o fato de as famílias estarem mais unidas neste momento difícil que estamos vivendo”, comenta. Em seu texto, ela decidiu falar sobre as coisas boas que, apesar da pandemia, é possível desfrutar. “Por exemplo, mais momentos em família e a possibilidade de mais solidariedade entre as pessoas”, revela.

Por causa da pandemia da Covid-19, o concurso será realizado virtualmente. Quem quiser participar tem até o dia 30 para fazer a inscrição e enviar o texto no hot-site www.dgabc.com.br/desafioredacao. 

Podem participar alunos de escolas públicas e particulares do Grande ABC, do 6º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio, além dos matriculados na EJA (Educação de Jovens e Adultos) e telessalas. Além da bolsa de estudos, notebooks, televisores e tablets, a escola que tiver a melhor torcida ganhará R$ 3.000.

O vencedor será anunciado no dia 16 de novembro, com transmissão ao vivo pela DGABCTV, que pode ser acessada pelo site do jornal (www.dgabc.com.br). 

O concurso é uma realização do Diário e da USCS e tem patrocínio do Cemitério Vale dos Pinheirais.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Jovem de Ribeirão vê no Desafio de Redação porta para universidade

Sem condições financeiras, Bárbara Ouros, estudante do 3º ano do ensino médio, aposta tudo no concurso para ingressar no curso superior em 2021

Vinícius Castelli
Do Diário do Grande ABC

24/09/2020 | 00:01


Estudante do 3º ano do ensino médio na EE Dr. Felício Laurito, em Ribeirão Pires, Bárbara Ouros da Silva, 17 anos, vê no Desafio de Redação, concurso literário promovido pelo Diário e pela USCS (Universidade Municipal de São Caetano), a chance de entrar na universidade. De olho nesse objetivo, ela se prepara para a edição deste ano, que tem inscrições abertas até a próxima quarta-feira.

A inscrição é gratuita e o melhor texto terá direito a bolsa de estudos integral na USCS. Além disso, autores de outras boas redações concorrem a quatro notobooks, quatro televisores e 29 tablets. Professores também podem participar da disputa e vão concorrer com outros docentes. 

Foram esses prêmios, principalmente a bolsa de estudos na universidade, que impulsionaram Bábara a participar. “É boa chance para me aproximar do meu sonho, pois vemos como está o nosso conhecimento e alimentamos a esperança por essa bolsa na universidade”, comenta Bárbara, que nasceu com mielomeningocele, defeito congênito que não permite o desenvolvimento da medula espinhal e por isso ela tem dificuldade para se locomover. 

Bárbara pretende começar a vida acadêmica em 2021. Para ela, ter acesso à bolsa de estudos é algo muito importante, já que não tem como arcar com as mensalidades e demais despesas da universidade. “Não estou trabalhando ainda, minha mãe está aposentada e só meu pai trabalha”, explica a jovem, que já tem algumas opções de curso. “Talvez gestão de tecnologia da informação, engenharia ou ciências da computação”, adianta.

A estudante já enviou seu texto para o Desafio de Redação. Ela ficou sabendo do concurso por meio de sua professora de língua portuguesa, Valéria Rocha Aveiro do Carmo, 43 anos, de Ribeirão Pires, que também vai participar da disputa e mostra confiança na pupila. “A Bárbara é muito dedicada aos estudos, qualidade que todo educador espera de seus estudantes, e algo raro neste momento complexo de pandemia. Alimenta minha esperança no surgimento de dias melhores”, diz Valéria.

O tema escolhido para esta edição é As Lições da Pandemia para a Construção de um Futuro Melhor. Bárbara gostou da escolha. “O tema nos auxilia a refletir sobre a solidariedade das pessoas e o fato de as famílias estarem mais unidas neste momento difícil que estamos vivendo”, comenta. Em seu texto, ela decidiu falar sobre as coisas boas que, apesar da pandemia, é possível desfrutar. “Por exemplo, mais momentos em família e a possibilidade de mais solidariedade entre as pessoas”, revela.

Por causa da pandemia da Covid-19, o concurso será realizado virtualmente. Quem quiser participar tem até o dia 30 para fazer a inscrição e enviar o texto no hot-site www.dgabc.com.br/desafioredacao. 

Podem participar alunos de escolas públicas e particulares do Grande ABC, do 6º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio, além dos matriculados na EJA (Educação de Jovens e Adultos) e telessalas. Além da bolsa de estudos, notebooks, televisores e tablets, a escola que tiver a melhor torcida ganhará R$ 3.000.

O vencedor será anunciado no dia 16 de novembro, com transmissão ao vivo pela DGABCTV, que pode ser acessada pelo site do jornal (www.dgabc.com.br). 

O concurso é uma realização do Diário e da USCS e tem patrocínio do Cemitério Vale dos Pinheirais.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;